Arquivo diário: 18/08/2012

Tempo de sobra para encontrar nosso pivô

Com o fim das Olimpíadas de Londres-2012, é hora de voltarmos nossas atenções para a NBA. Enquanto outras franquias reformularam seus elencos e terão caras novas na próxima temporada, o San Antonio Spurs aposta, mais uma vez, em uma offseason com poucas novidades – as únicas movimentações até aqui foram a contratação de Nando De Colo e o Draft de Marcus Denmon, que vai jogar na França. Mesmo assim, ainda há tempo para a franquia correr atrás do reforço dos sonhos da maioria de seus torcedores: um pivô que possa contribuir defensivamente.

Juntos? Que tal?

De acordo com rumores da imprensa americana, o Spurs chegou a ir atrás de opções com essa característica no começo da temporada, como Marcus Camby, que acabou contratado pelo New York Knicks, e Kevin Garnett, que optou por renovar seu contrato com o Boston Celtics. Outros jogadores de garrafão, como Rashard Lewis, Ersan Ilyasova, Erazem Lorbek, Brandon Bass e Chris Kaman também foram procurados, mas acabaram acertando com outras equipes.

Os rumores mostram que o Spurs parece sim, disposto, a fazer movimentações em seu elenco para a próxima temporada. Após a chegada de De Colo, a franquia texana tem três vagas em seu elenco – justamente o número de jogadores que defenderam as cores do time de San Antonio na última temporada e que têm situação indefinida. Gary Neal e DeJuan Blair ainda não têm contratos definidos para a próxima temporada, enquanto James Anderson se tornou um free agent e não tem mais qualquer vínculo com a equipe.

Nas últimas semanas, mais dois rumores surgiram e mostraram que o Spurs talvez esteja disposto a apostar alto para encontrar esse jogador. Ainda de acordo com a imprensa americana, a franquia texana estaria de olho em Greg Oden e em Andray Blatche. Os dois seriam contratações de risco – o primeiro, que parece ter agradado aos torcedores aqui no blog e no Facebook, sofreu com lesões durante toda a sua carreira, enquanto o segundo teve sua trajetória na NBA marcada por questões disciplinares.

Sinceramente, não acho que seja preciso correr tanto risco para encontrar este homem de garrafão – de preferência, um que seja bom defensor, uma presença física capaz de combater infiltrações. Entre os pivôs de ofício, por exemplo, estão disponíveis Chris Andersen e Darko Milicic. O primeiro acaba de ser anistiado pelo Denver Nuggets e vem de uma temporada com 4,6 rebotes e 1,4 tocos em 15,2 minutos por partida. No entanto, acusações de pedofilia contra ele certamente farão qualquer time pensar duas vezes antes de contratá-lo. O segundo também foi dispensado usando a nova cláusula pelo Minnesota Timberwolves e vem de uma temporada com 3,3 rebotes e 0,9 tocos em 16,3 minutos por partida (leia mais no blog Destino Riverwalk). Uma opção barata e modesta, que, acredito eu, não se incomodaria em atuar por poucos minutos ou até mesmo ficar jogos inteiros sem entrar em quadra.

Entre os atletas que atuam na posição quatro, ainda existem nomes como Kenyon Martin, mais badalado, e Lou Amundson, mais modesto. Os dois são bons defensores e também poderiam ajudar na rotação da equipe. Seriam contratações com um resultado mais previsível – ou seja, menos arriscadas do que trazer Oden e Blatche.

O Spurs estreia na pré-temporada somente no dia seis de outubro. Até lá, ainda há tempo de sobra para se pensar em uma possível movimentação no elenco. Resta sabem se R.C. Buford, Gregg Popovich e companhia acreditam que seja preciso mudar ou se estão convencidos de que o elenco vice-campeão do Oeste é capaz de brigar pelo título.

Anúncios