Arquivo diário: 03/08/2012

Parker e Ginobili brilham na terceira rodada olímpica

Nesta quinta-feira (2), foi realizada a terceira rodada do basquete masculino nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Novamente, o San Antonio Spurs contou com alguns jogadores defendendo suas seleções e obtendo grande destaque.

Tony Parker, que havia feito boas atuações, mas ainda não havia demonstrado todo o seu basquete, teve uma atuação de gala, e foi fundamental na vitória da França por 82 a 74 sobre a Lituânia. O armador confirmou sua incrível capacidade de atacar a cesta e terminou a partida com 27 pontos, cinco rebotes e duas assistências. Em quadra pela seleção francesa também estiveram Boris Diaw, que vem sendo um dos destaques da seleção francesa pelo seu jogo inteligente e sua versatilidade, terminando a partida com dez pontos, oito assistências e seis rebotes, e Nando De Colo, que teve uma atuação mais apagada, com modestos oito pontos e cinco rebotes.

Apesar do placar elástico (92 a 69), a Argentina, de Manu Ginobili, não teve vida fácil contra a frágil seleção da Tunísia. Ao intervalo da partida, os africanos conseguiram igualar o marcador. Só sucumbiram nos últimos dois quartos, quando Ginobili mais uma vez foi decisivo e teve ótima atuação. 24 pontos, seis rebotes e três assistências para Manu, que vem sendo um dos grandes destaques do torneio.

Patrick Mills, da seleção australiana, teve atuação de destaque e levou a sua equipe à vitória sobre a China, por 81 a 61. O armador foi cestinha do seu time, com 20 pontos.

Por fim o Brasil, de Tiago Splitter, perdeu para a Rússia em uma partida memorável, decidida com uma cesta de três pontos espírita no final da partida que selou a vitória russa por 75 a 74. O pivô brasileiro, que havia sido o grande destaque da seleção brasileira contra a Grã-Bretanha, não conseguiu repetir a boa atuação e foi pouco acionado, saindo de quadra com apenas oito pontos.

O dia ainda teve os Estados Unidos quebrando o recorde de pontos em uma partida e vencendo a Nigéria por 156 a 73 e a vitória da Espanha por 79 a 78 sobre a Grã-Bretanha.

Anúncios

Tony Parker quer jogar as Olimpíadas no Brasil

Foto: FIBA.com

Alguém aí sonha em ver Tony Parker atuando em território brasileiro? Aparentemente, esta tamném é uma vontade do armador. De acordo com o site americano Air Alamo, o francês estabeleceu como meta pessoal jogar as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016.

“Existem muitos rumores. Todo mundo acha que eu vou parar depois de Londres. Eu não tenho vontade de parar depois de Londres. Amo esse time. Amo nossa mentalidade. Quero terminar no Brasil. O que quer que aconteça, eu vou para o Brasil. Mesmo se conseguir uma medalha aqui, não vou me retirar da seleção”, disse Parker, de acordo com o site francês Inside Basket.

Neste ano, Parker é o cestinha da seleção francesa com média de 18 pontos por partida. Além disso, o armador tem ajudado com 2,7 assistências por jogo.

Após vencer a Argentina, a seleção europeia tem tudo para terminar a primeira fase na segunda colocação no Grupo A e encarar o Brasil nas quartas de final.