Arquivo diário: 21/07/2012

Spurs (2-3) vs Mavericks (4-1) – Spurs perde na despedida

76×82

Em sua última partida na Summer League de Las Vegas, neste sábado (21), o San Antonio Spurs não conseguiu superar o Dallas Mavericks e perdeu por 82 a 76 na prorrogação. O armador Cory Joseph foi o destaque da equipe do time preto e prata na partida.

Joseph em ação! O armador foi o cestinha do Spurs (Shep McAllister/Spurs.com)

Início complicado

Durante o tempo regulamentar, o jogo foi bastante acirrado. O Mavs saiu na frente nos dois quartos iniciais. No fim do primeiro período, o time de Dallas vencia por seis pontos. No entanto, quando a segunda parcial acabou, essa vantagem já era de 11. Jae Crowder foi um dos responsáveis principais por isso. Com 21 pontos e seis rebotes, o ala foi o cestinha da partida e completou a Summer League com boas apresentações em todos os jogos.

Anderson fez 16 (Shep McAllister/Spurs.com)

Aposta canadense 

O armador Cory Joseph, que se se alternou entre o San Antonio Spurs e o Austin Touros na temporada passada, foi o melhor jogador com a camisa preto e prata na quadra. O canadense carregou o time na Summer League nas costas após a saída do ala Kawhi Leonard, que foi dispensado para treinar com os titulares do time texano.

Joseph marcou 18 pontos, coletou sete rebotes e distribuiu cinco assistências contra o Mavericks. Nos desperdícios de bola, a melhora foi considerável: de dez na última partida, contra o Miami Heat, os turnovers diminuíram para dois neste sábado.

Outras atuações

Dos 12 jogadores do Spurs que pisaram em quadra, oito conseguiram pontuar e quatro alcançaram dez ou mais pontos. O armador L. D. Williams, por exemplo, conseguiu mais minutos de jogo e alcançou dez pontos, com direito à cesta decisiva que levou o jogo para a prorrogação. O ala-armador Dwight Buycks marcou 11.

Já Ryan Richards, com apenas 13 minutos de jogo, conseguiu marcar nove pontos, com direito a duas boas enterradas, e pegar quatro rebotes.

James Anderson, por sua vez, não se apresentou tão bem, acertando apenas três arremessos dos 11 que tentou. Ainda assim, o ala-armador chegou a 16 pontos, seis assistências e cinco rebotes diante do Mavericks. Dificilmente o atleta continuará no Spurs na próxima temporada.

Segunda metade

No terceiro quarto, o Spurs melhorou muito em quadra, tirou a diferença e conseguiu finalizar a período na frente: 54 a 50. Já o último período foi disputado do começo ao fim. Com um empate por 76 a 76 nos segundos finais, o time de San Antonio conseguiu levar a partida para a prorrogação.

Como o tempo extra na Summer League só dura dois minutos, o Dallas conseguiu uma dianteira  inicial e impediu os ataques do rival, fechando a partida em 80 a 76.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Corry Joseph –  18 pontos e sete rebotes

James Anderson – 13 pontos, seis assistências e cinco rebotes

Dwight Buycks – 11 pontos e duas assistências

L. D. Williams – Dez pontos e dois rebotes

Ryan Richards – Nove pontos e quatro rebotes

Dallas Mavericks

Jae Crowder – 21 pontos e seis rebotes

Justin Dentmon – 16 pontos e sete rebotes

Anúncios

França de Parker e De Colo supera o Brasil

Em uma partida repleta de jogadores do San Antonio Spurs em quadra, a França superou o Brasil por 78 a 74, neste sábado (21), em Estrasburgo (FRA). Os grandes destaques do amistoso preparatório para as Olimpíadas de Londres foram Tony Parker e Nando De Colo – o primeiro, armador titular da franquia texana, e segundo, nova contratação do time.

Splitter tenta um gancho |Foto: Colin Foster

O jogo foi bastante acirrado, com a França levando pequena vantagem durante os dois primeiros quartos. No terceiro, o Brasil melhorou e chegou a ficar dez pontos na frente. Já no último período, com ótima atuação de Nando De Colo, a França conseguiu passar à frente. O jogo só foi decidido no minuto final.

Parker foi o cestinha da partida, com 22 pontos marcados. Já De Colo marcou 13, além de distribuir quatro assistências. Boris Diaw, que recentemente renovou seu contrato com o Spurs, fez apenas dois pontos, mas completou cinco assistências.

Do lado brasileiro, Tiago Splitter, com apenas 15 minutos em quadra, marcou 11 pontos. Marcelinho Huertas, do Barcelona, e Nenê, do Washington Wizards, contribuíram com 12 cada para a seleção brasileira.

No domingo, o Brasil encara a Austrália no último amistoso antes das Olimpíadas de Londres. Será outro duelo entre jogadores do Spurs, já que Splitter enfrentará Patrick Mills, que recentemente renovou seu contrato com a franquia texana.

E mais…

Manu vai bem, mas Espanha atropela a Argentina

Na sexta-feira (20), a seleção argentina, de Manu Ginobili, perdeu por 105 a 85 para a Espanha em jogo disputado em La Coruña. O jogador do Spurs bem que tentou: o ala-armador foi o cestinha da partida, com 19 pontos. O ala-pivô Pau Gasol, do Los Angeles Lakers, terminou como principal pontuador do time espanhol, com 17.

Spurs (2-2) vs. Mavericks (3-1) – Summer League


San Antonio Spurs vs Dallas Mavericks – Summer League de Las Vegas

Data: 21/07/2012

Horário: 19h (Horário de Brasília)

Local: Cox Pavilion

Desde que Kawhi Leonard, o melhor jogador do jovem elenco do San Antonio Spurs, foi dispensado da Summer League, o time não achou mais o caminho da vitória. Foram duas derrotas seguidas, para o Los Angeles Clippers e para o Miami Heat. Comandados pelo armador Cory Joseph, os garotos da equipe texana têm a última chance de tentar mostrar serviço contra o rival Dallas Mavericks, que só perdeu uma vez no torneio.

PG – Cory Joseph

SG – James Anderson

SF – Derrick Byars

PF – Eric Dawson

C – Luke Zeller

Fique de Olho –  James Anderson tem sua última chance de impressionar algum time, ou até mesmo de mostrar que tem condições de contribuir no Spurs para a próxima temporada. O ala-armador está apresentando médias de dez pontos, cinco rebotes e uma assistência por exibição na Summer League

PG – Justin Dentmon

SG – Dominique Jones

SF – Jae Crowder

PF – Drew Gordon

C – Bernard James

Fique de Olho – Com médias de 20,3 pontos em 33 minutos por jogo na Summer League, Dominique Jones é o melhor jogador do Dallas Mavericks nesse verão americano.

Um Gary Neal para o garrafão?

Não parece ser segredo para ninguém que o San Antonio Spurs esteja buscando um jogador de garrafão nesta offseason. Depois de reforçar o perímetro com o draft de Marcus Denmon e a contratação de Nando De Colo, a franquia texana parece procurar um big man, de preferência um com boa capacidade defensiva. Acompanhando as partidas do time na Summer League, pergunto: esse homem pode ser Eric Dawson?

Dawson no jumpball; ala-pivô tem se destacado na Summer League (NBAE/Getty Images)

De acordo com rumores da imprensa americana, o Spurs demonstrou, nesta offseason, interesse em Erazem Lorbek, que vai continuar no basquete espanhol; em Rashard Lewis, que acertou com o Miami Heat; em Ersan Ilyasova, que renovou com o Milwaukee Bucks; em Chris Kaman, contratado pelo rival Dallas Mavericks; em Marcus Camby, novo reforço do New York Knicks; e em Brandon Bass e Kevin Garnett, que vão continuar no Boston Celtics. Com cada vez menos opções no mercado, um alvo mais modesto, como Dawson, pode acabar virando solução para o Spurs.

Aqui, vale destacar que modesto não necessariamente significa ruim. A Summer League, menosprezada por muitos fãs de NBA, já revelou Gary Neal para o Spurs. O ala-armador chegou como um ilustre desconhecido para a competição em 2010 e, com boas atuações, garantiu uma vaga na equipe principal.

O homem que o Spurs parece procurar para o garrafão provavelmente ocuparia a vaga de DeJuan Blair, que parece estar com os dias contados em San Antonio. Enquanto o ala-pivô tem 2,01m de estatura – o que o coloca em clara desvantagem na marcação de jogadores mais altos – Dawson é 5cm mais alto e cerca de 9kg mais leve. Ou seja, no físico, ao menos, o big man que vem disputando a Summer League parece mais apto.

Blair foi draftado pelo Spurs na 37ª escolha do Draft de 2009 por apresentar grande potencial nos rebotes. E é justamente esse fundamento que tem tornado Dawson um dos destaques do time texano na Summer League. O ala-pivô, além de anotar 8,3 pontos (53,3% FG, 33,3% FT) por jogo, ainda coleta 7,8 ressaltos em apenas 23,5 minutos por exibição no torneio de verão de Las Vegas.

Se na defesa Blair é uma negação tanto para marcar jogadores ágeis quando na defesa de pivôs altos, Dawson também vem se destacando nos tocos na liga de verão. O jogador apresenta média de 1,2 bloqueios por partida na Summer League. Como base de comparação, em sua carreira na NBA – uma liga muito mais competitiva, é claro – o camisa 45 do Spurs tem média de apenas 0,4 tocos em 20,2 minutos por exibição.

Vale lembrar que Dawson, que já tem 28 anos de idade, não seria novidade no elenco do Spurs. O ala-pivô já ganhou uma chance no elenco principal nas últimas semanas da  temporada passada, quando o técnico Gregg Popovich estava poupando seus titulares, e, em quatro partidas, obteve médias de 3,8 pontos (58,3% FG, 50% FT), 2,5 rebotes e 0,5 tocos em 9,8 minutos por exibição.

Além disso, na última temporada, Dawson foi o destaque do Austin Toros, equipe filiada ao Spurs na D-League, a liga de desenvolvimento da NBA. Em oito jogos nos playoffs da competição, o ala-pivô apresentou médias de 13,8 pontos (47,8% FG, 71,0% FT), 8,9 rebotes e 1,2 tocos por exibição, ajudando a guiar seu time ao título.

Se não é o reforço dos sonhos dos torcedores do Spurs, Dawson parece ter as ferramentas certas para, no mínimo, funcionar razoavelmente como quinta opção da rotação de garrafão – atrás de Tim Duncan, Boris Diaw, Tiago Splitter e Matt Bonner – e fazer o chamado “trabalho sujo” caso Blair realmente deixe San Antonio. Quem sabe, ao aprender melhor o sistema tático do time e ao atuar ao lado de grandes jogadores em uma franquia organizada, o ala-pivô possa se desenvolver ainda mais e seguir os passos de Neal.

Spurs (2-2) vs. Heat (3-1) – Jogo disputado até o final

78×83

Nesta sexta-feira (20), diante do Miami Heat, a equipe do San Antonio Spurs sofreu sua segunda derrota na Summer League. A partida foi equilibrada até o último minuto de jogo. O time texano, já sem Kawhi Leonard, teve como principal nome o jovem Tyler Wilkerson, que marcou 12 pontos, enquanto destaque da equipe do Miami Heat e cestinha da partida foi Terrel Harris, com 25 pontos.

Foto: Shep McAllister/Spurs.com

Jogo disputado desde o início

As duas equipes travaram uma partida bastante equilibrada, na qual nenhuma delas conseguiu abrir grande vantagem em cima do adversário. No final do segundo quarto de jogo, Cory Joseph converteu um arremesso de dois pontos restando apenas 2,7 segundos para o intervalo, abrindo a vantagem de 46 a 38 sobre o Miami Heat.

Já no terceiro período, a partida voltou ao equilíbrio e as duas equipes continuaram a trocar pontos. Restando um minuto para o final da partida, o Miami virou o placar após um rebote seguido de cesta do pivô Justin Hamilton. Quando faltavam cinco segundos para o final do jogo, Cory Joseph errou um arremesso de três. Em seguida a equipe texana cometeu uma falta que levou o Heat para a linha de lance livre e consequentemente à vitória.

Cory Joseph, o bom e o mau

O jogo desta sexta-feira foi o pior de Cory Joseph na Summer League de Las Vegas. O jogador acertou apenas quatro dos 11 arremessos de quadra que tentou e terminou com nove pontos – sua marca mais baixa na competição era de 18. Além disso, o armador canadense chegou à altíssima marca de dez desperdícios de posse.

Em compensação, Joseph conseguiu seis assistências, igualando sua melhor marca na Summer League até aqui. O jovem tem média de 5,3 passes decisivos por exibição e é o quinto melhor no fundamento entre todos que disputam o torneio em Las Vegas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tyler Wilkerson– 12 pontos e cinco rebotes

James Anderson – Dez pontos e sete rebotes

JaMychal Green – Dez pontos e cinco rebotes

Cory Joseph – Nove pontos e seis assistências

Miami Heat

Terrel Harris – 25 pontos, cinco rebotes e duas assistências

Justin Hamilton – 15 pontos e oito rebotes

Norris Cole – 11 pontos e quatro assistências