Arquivo diário: 26/06/2012

Spurs analisa ala-pivô Ricardo Ratliffe

Quem aí quer um DeJuan Blair um pouco mais magro?

De acordo com o Project Spurs, o San Antonio Spurs testou o ala-pivô Ricardo Ratliffe, da Universidade de Missouri, durante o último final de semana.

Apesar de jogar dentro da área pintada, Ratliffe é considerado baixo, com apenas 2,03m. Seria uma espécie de “novo DeJuan Blair” ou “novo Malik Rose” (quem se lembra dele?).

Segundo a ESPN norte-americana, Ricardo é um excelente finalizador embaixo da cesta e sabe se movimentar muito bem sem a bola. Como pontos negativos, o site destaca a baixa estatura e a ausência de um jogo de perímetro eficiente.

Na última temporada do basquete universitário, Ratliffe registrou médias de 13,9 pontos e 7,5 rebotes por noite, além de um excelente aproveitamento de 69% nos tiros de quadra.

Com garrafão completo, Brasil faz sua estreia em 2012

No ano passado, Splitter participou do pré-olímpico (Foto: CBB)

Deste a última terça-feira (19), a seleção brasileira já treina com Tiago Splitter de olho nas Olimpíadas de Londres. O pivô, vice-campeão da Conferência Oeste da NBA, havia recebido alguns dias de folga após o fim da participação do San Antonio Spurs na temporada para acompanhar o nascimento do filho Benjamin. Uma semana depois de se apresentar, o jogador estará em quadra com seus companheiros nesta terça (26), em São Carlos, quando a equipe nacional faz sua estreia neste ano contra a Nova Zelândia.

Com o garrafão completo, Splitter está ciente de que terá de se esforçar para conseguir a vaga de titular no time, que conta com Nenê (do Washington Wizards), Anderson Varejão (do Cleveland Cavaliers), Caio Torres (do Flamengo), Guilherme Giovannoni (do Brasília) e Augusto Lima (do Unicaja).

“Não penso em titularidade, essa ‘dor de cabeça’ aí fica para o técnico. A gente está em uma seleção. Os melhores jogadores do Brasil estão aqui e ninguém está se preocupando com titularidade e com o tempo que ficará em quadra. Queremos conquistar bons resultados para o país e fazer o melhor pela seleção, independentemente de quanto tempo jogarmos”, disse Splitter.

O pivô joga em basquete de alto nível já faz um bom tempo, se diz motivado e tem esperanças de obter um ótimo resultado e poder fazer história com a camisa verde e amarela. “Temos de pensar em conquistar medalha, sim. Não adianta ir lá para a Olimpíada só com o objetivo de participar. Estamos pensando em ganhar, pensando em chegar a uma medalha, e é esse o objetivo”, completou.

Draft 2012 – As alas

Depois de falar dos armadores avaliados pelo San Antonio Spurs para o próximo Draft, o especial produzido pelo Spurs Brasil fala sobre as posições 2 e 3, talvez as mais ricas do elenco texano, de olho no recrutamento de calouros desta quinta-feira (28).

Jason Clark será armador ou ala-armador na NBA?

Mesmo com as possíveis saídas de Gary Neal, Danny Green e James Anderson, que se tornam agentes livres neste verão, o Spurs tem Manu Ginobili, Stephen Jackson e Kawhi Leonard garantidos para as alas na próxima temporada. Além disso, a franquia texana ainda trabalha para trazer Nando de Colo e Nicolas Batum para San Antonio.

Pela riqueza nas posições, o Spurs observou apenas um prospecto de olho nas alas – conheça-o melhor abaixo. Vale lembrar que a franquia texana possui apenas a 59ª escolha do recrutamento de calouros deste ano.

Jason Clark – Georgetown Hoyas
Pouco badalado pelos especialistas em Draft, Jason Clark não aparece nas listas mais conceituadas para o recrutamento. O jogador ainda briga para chegar à NBA e, por isso, deve estar disponível na 59ª escolha. O atleta, que fez trabalhos com a comissão técnica do time de San Antonio, construiu sua carreira atuando na posição 2, mas, por ser baixo, pode acabar virando armador na liga profissional. Em sua quarta e última temporada no basquete universitário, Clark apresentou médias de 14 pontos (47,6% FG, 32,2% 3 PT, 75% FT), 4,1 rebotes, 1,8 assistências e 1,6 roubadas de bola em 32,6 minutos por jogo. A força física, a impulsão e o atleticismo são apontados como pontos fortes do jogador, que, no entanto, não parece ter um tiro de três pontos confiável.
Status: Deve chegar à 59ª escolha