Arquivo diário: 17/06/2012

Bem, time!

Jogo bem jogado, para a nooooossa alegria!

Essa foi uma semana de um jogo só. No sábado à noite, no próprio AT&T Center, o San Antonio Silver Stars recepcionou o Los Angeles Sparks, mas de cortês o time de casa não teve nada. O resultado final foi 98-85. Por muito pouco (com isso, entenda “se mais um minuto tivesse rolado”), não saiu o primeiro placar centenário do time na temporada.

Partidas como essas mostram que San Antonio não tem uma equipe tão mediana quanto é classificado algumas vezes. Esse conceito é dado, normalmente, porque não há entre as estrelas prateadas atletas como Diana Taurasi, Sue Bird, Lauren Jackson ou Maya Moore (não estou criticando. Todas essas são incríveis!). Antes mesmo de entrarem na liga, elas já “bombavam” na mídia e tiravam o folego de comentaristas. Mas vamos falar um pouco sobre as estrelas do Stars, Becky Hammon e Sophia Young, contra o time de Candace Parker e Kristi Toliver.

A começar pela eficiência; as duas anotaram juntas + 33, enquanto as garotas mencionadas do Los Angeles, juntas, fizeram – 27. Grande diferença, não? Quero ressaltar, sobretudo, o rendimento do time no último período que, na verdade, foi um tempo-extra.

Eis as parciais do jogo (SASS/LAS): 1ºQ: 23/16 – 2ºQ: 21/19 – 3ºQ 17/22 – 4ºQ: 22/26 – Prorrogação: 15/2.

O confronto foi empatado pelo Sparks com um arremesso de lance-livre de Jantel Lavender (LAS). Convenhamos que o San Antonio teve muita sorte quando a garota errou um deles, senão o placar teria sido 84-83. Mas, o univer… digo, o jogo realmente estava mais para o lado das texanas.

Foram 4 bolas dessa que levantaram a galera no AT&T Center

O tempo-extra contou com a forte presença de Sophia Young e Becky Hammon, com suas jogadas espetaculares, verdadeiros “coelhos tirados da cartola” e “cartas tiradas da manga”. Nada, porém, foi mágica, e sim qualidade e técnica. Ambas fizeram o mesmo número de pontos (24) – a armadora ainda deu sete bolas para alguma companheira marcar, e a ala ganhou oito rebotes (assim como, pasmem, Jayne Appel).

Gostei muito do vídeo de resumo do jogo porque o pessoal do WNBA.com selecionou a jogada que mais gostei na partida, por isso, vou deixá-lo aqui para que vocês possam ver o que rolou em San Antonio no sábado.

Recap de San Antonio Silver Stars x Los Angeles Sparks (16/06/2012)

No próximo domingo, algo bem legal pode acontecer ao Stars: sair do terceiro para o segundo lugar no Oeste. O atual detentor da vaga, vulgo freguês da última partida, tem quatro jogos nesta semana (sendo que o derradeiro será contra o San Antonio), e, se perder dois, troca de posto com as texanas – caso elas também façam seu dever de casa.

Espero trazê-los as boas novas na semana que vem!

Até lá!

Anúncios

Spurs avalia pivô francês Alexis Ajinca

De acordo com o site francês BasketActu, o pivô Alexis Ajinca foi avaliado recentemente pela comissão técnica do San Antonio Spurs. A informação foi revelada por Vincent Collet, técnico da seleção local, que ainda afirmou que o jogador também treinou com o Charlotte Bobcats.

Selecionado na 20ª escolha do Draft de 2008, o pivô francês nunca conseguiu se firmar na NBA. Ajinca, que não disputa uma partida na liga americana desde o dia 13 de abril do ano passado, apresenta médias de 3,1 pontos (42% FG, 33,3% 3 PT, 70,2% FT) e 1,6 rebotes em aproximadamente oito minutos por exibição em sua trajetória no basquete dos Estados Unidos.

Ajinca, que passou por Charlotte Bobcats, Dallas Mavericks e Toronto Raptors em sua carreira, disputou a última temporada do campeonato francês pelo SIG Strasbourg, obtendo médias de 14 pontos (55,1% FG, 29,4% 3 PT, 60,7% FT) e 5,6 rebotes em 25 minutos por partida.

E mais…

Treinos da Argentina devem começar no dia 23

Segundo a agência AFP, a seleção argentina de basquete, comandada por Manu Ginobili, deve começar sua preparação para as Olimpíadas no dia 23 de junho. O Brasil já começou os treinos para o torneio, mas Tiago Splitter, liberado para acompanhar o nascimento do filho Benjamin, só se apresenta na segunda (18).

Lorbek é eleito MVP das finais espanholas

Será que ele vem?

O ala-pivô Erazem Lorbek, possível reforço do San Antonio Spurs na próxima temporada, foi eleito o MVP das finais da Liga Endesa, o Campeonato Espanhol de Basquete. O esloveno liderou o Barcelona à vitória por 3 a 2 na série e foi um dos destaques da partida final, quando o Barça derrotou seu principal rival, o Real Madrid, por 73 a 69.

O ala-pivô era dúvida para o duelo derradeiro, pois estava se sentindo mal horas antes do jogo. Em quadra, o esloveno marcou oito dos seus dez pontos no último quarto e também pegou seis rebotes em pouco mais de 27 minutos em quadra.

Erazem Lorbek se tornou um sonho do San Antonio Spurs depois da troca que enviou George Hill ao Indiana Pacers. Além da 15ª escolha de Draft, o Pacers também cedeu os direitos do ala-pivô aos texanos. Lorbek é agente livre no basquete europeu, já que seu contrato com o Barcelona acaba de se encerrar.

Na teoria, tudo indica que ele finalmente decida jogar na NBA, mas é provável que grandes clubes da Europa façam propostas pomposas pelo esloveno.