Pode algo bom vir do Texas?

A resposta para o título do Vestiário Feminino desta semana é: para o San Antonio Silver Stars, sim!

As universidades mais conceituadas no baquete feminino norte-americano são a Universidade de Connecticut, a Universidade do Tennessee, Stanford e Notre Dame. Dessas, o San Antonio Silver Stars tem apenas uma jogadora – e é claro que teria que ser Jayne Appel. Mas, se levarmos em conta que a estrela principal vem de uma faculdade que nem ao menos se encontra no ranking da terceira divisão da categoria na NCAA (Becky Hammon – Colorado State University), precisamos relevar as alternativas do elenco.

Começando pela melhor ranqueada atualmente, a Baylor University, campeã de 2012, levou ao San Antonio Silver Stars ninguém menos do que Sophia Young. Em 2005, a ala liderou as Lady Bears na primeira conquista do campeonato nacional, e em 2006 chegou à liga profissional. Foram sete anos até que Baylor voltasse ao topo do campeonato universitário. Dessa vez, o carro-chefe foi Brittney Griner, garota-sensação desde seus tempos de ensino médio em Chicago, quando já enterrava facilmente.

Outra jogadora formada no estado da estrela solitária que é uma das bases do San Antonio é Jia Perkins. A Texas Tech não está muito bem no ranking oficial do basquete feminino na NCAA, mas pelo menos aparece na primeira divisão e já ganhou um título (1993).

Adams, um dos melhores reforços do Stars

Para provar que as meninas provenientes de universidades texanas ou pouco renomadas realmente encontram a sintonia no San Antonio Silver Stars, como não falar de Danielle Adams? Campeã em 2011 pela Texas A&M e eleita a Most Outstanding Player da NCAA no ano, é a terceira maior pontuadora do Stars na temporada (está logo atrás de Sue Bird no ranking geral), sendo que Becky Hammon e Sophia Young são as que passam em sua frente. Relevante, né?

Além das estatísticas mencionadas, é a segunda jogadora mais eficiente da equipe. No sábado, foi com essa receita que o Seattle Storm foi derrotado pelo San Antonio Silver Stars por 80 a 67.

A maior pontuadora, para variar, foi uma garota formada no Texas, Danielle Adams (13 pontos). Essa vitória selou a terceira posição da equipe no Oeste (3 vitórias e 4 derrotas), mas é válido ressaltar que alguns times estão desfalcados de suas principais jogadoras: Lauren Jackson (Seattle Storm), Penny Taylor e Diana Taurasi (Phoenix Mercury). As outras grandes equipes da conferência estão em primeiro e segundo, respectivamente: o Minnesota Lynx, contra quem o Stars apresentou uma performance surpreendente, mesmo perdendo, e o Los Angeles Sparks, próximo adversário, no sábado (16).

Que as jogadoras que tiveram a base de seu basquete no Texas tragam muita alegria ao San Antonio Silver Stars em 2012!

Até a semana que vem!

Publicado em 10/06/2012, em San Antonio Silver Stars, Vestiário Feminino. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s