Arquivo diário: 05/06/2012

De Colo desmente acordo com o Spurs

Será que vem mesmo?

No último final de semana, o site espanhol Encestando publicou uma matéria dizendo que o armador Nando de Colo, do Valência, já teria sua ida para San Antonio, franquia que detém seus direitos na NBA, acertada há alguns dias.

Em entrevista recente ao jornal L’Equipe, no entanto, o francês negou que já tenha um acordo com os texanos.

“O Spurs tem me acompanhado, tem vindo me assistir, conversado comigo”, disse o jogador. “Mas, por agora, nada foi feito e nenhum acordo foi selado”, completou.

Na última temporada, jogando com a camisa do Valência, De Colo registrou médias de 13,5 pontos, 2,9 assistências e 1,5 roubo de bola por partida, além de um aproveitamento de 46,2% nos tiros de quadra e 36% nos arremessos de três pontos.

E mais…

Neal fora do Jogo 6?

Gary Neal - San Antonio SpursO ala-armador Gary Neal ficou de fora do voo que levou o San Antonio Spurs para Oklahoma City nesta terça. De acordo com Gregg Popovich, o camisa 14 se sentiu mal, por isso ficou em solo texano. Coincidentemente, Neal foi um dos destaques negativos do revés sofrido no Jogo 5. Em 15 minutos, ele anotou apenas dois pontos e errou os seis arremessos que tentou.

Anúncios

Jogadores do Spurs seguem confiantes após revés no Jogo 5

Jogadores precisam erguer a cabeça para se manterem vivos na série!

O San Antonio Spurs está com a corda no pescoço após perder o Jogo 5 da final da Conferência Oeste para o Oklahoma City Thunder. Agora, os comandados de Gregg Popovich têm de vencer uma partida fora de casa para empatar a série.

Apesar da adversidade, os atletas texanos acreditam que é possível sair de OKC com um triunfo na bagagem.

“Você tem de vencer na estrada se quiser ganhar um campeonato”, afirmou o armador Tony Parker. “Temos um grande desafio pela frente, será difícil, mas sabemos que nosso time é capaz”, completou.

O ponto de vista do francês é compartilhado pelo ala Stephen Jackson, que vem sendo um dos poucos destaques do Spurs ao longo desta série. “Eu definitivamente acredito (que San Antonio pode chegar à grande final). Nós vamos vencer esse jogo, temos de fazer isso. Se eles podem, também podemos”, disse o Captain Jack.

Por fim, o ala-pivô Tim Duncan também demonstrou confiança. “Com certeza nós podemos vencer fora de casa”, disse. “Acho que executamos o plano de jogo correto ontem, só precisamos manter esse ritmo por mais tempo”, concluiu o astro.

Spurs (2) @ Thunder (3) – E agora?

 https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/sas.gif103×108

Complicou a vida do San Antonio Spurs. Após de abrir 2 a 0 frente ao Oklahoma City Thunder, o Spurs deixou a equipe de Oklahoma empatar a série nos últimos dois confrontos jogando fora de casa, e, finalmente, na noite desta segunda-feira (4), permitiu a virada mesmo diante de sua torcida.

Agora ficou complicado

Irreconhecível

Os texanos até que começaram bem a partida, mas bastaram alguns minutos para que o Thunder buscasse a vantagem. A partir daí, o Spurs ficou irreconhecível, com um ataque lento, que hesitava muito antes de passar ou arremessar e cometia erros de infantis. Definitivamente não era o mesmo time que ganhou 20 partidas seguidas e que vinha apresentando um basquete coletivo e envolvente.

Parker, cadê você meu filho?

Tony Parker cresceu nos momentos finais do jogo, e a produtividade da equipe toda também. Mas o armador iniciou a partida muito mal, com visíveis dificuldades para sair da marcação de Thabo Sefolosha e sem encontrar espaços para o seu mortal arremesso de média distância. Se o francês não voltar a fazer apresentações dignas de MVP como vinha fazendo, as chances de vencer esta série se reduzem a quase zero.

Ginobili, Durant e Harden

Esses caras têm dado trabalho

Esses caras têm dado trabalho

Mesmo com a derrota do Spurs, temos de convir que esta série está um espetáculo a parte, com um basquete jogado em alto nível e personagens que abrilhantam o show com suas apresentações. Quando a vantagem do Thunder passava dois dígitos, apareceu toda a genialidade de Manu Ginobili, com cestas de três pontos espíritas e infiltradas impossíveis. Mas, para o nosso azar, a equipe adversária também tem gênios.Um destes é Kevin Durant. Modesto nos três primeiros quartos o ala, chamou a responsabilidade nos momentos finais, adicionando nove pontos no último período.

Além deste, havia James Harden. Faltam 28 segundos para o fim da partida, com o Spurs perdendo por dois pontos, o barbudo converteu uma cesta de três pontos, apesar da marcação sufocante de Kawhi Leonard. A derrota passa pela irrospansibilidade da equipe texana, mas acima de tudo pela genialidade da rival.

Win or Go Home

A coisa complicou. Restam mais dois jogos na série, e o Spurs precisa ganhar os dois para chegar à grande final da NBA. A próxima partida é na casa do Oklahoma, nesta quarta (6). Uma derrota implica no fim do sonho de conquistar o quinto anel nesta temporada.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 34 pontos e sete assistências

Tony Parker – 20 pontos e quatro assistências

Tim Duncan – 18 pontos e doze rebotes

Stephen Jackson – 13 pontos

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 27 pontos e cinco rebotes

Russel Westbrook – 23 pontos, 12 assistências e quatro roubos de bola

James Harden – 20 pontos e três assistências