Arquivo diário: 01/06/2012

Duncan pede mais foco e promete vitória no Jogo 4

A fera está ferida!

O San Antonio Spurs foi derrotado na noite desta quinta-feira (31), perdeu uma invencibilidade que já durava 20 jogos e agora tem um novo cenário pela frente. A equipe volta à quadra neste sábado, novamente em Oklahoma City, para enfrentar o perigoso Thunder no Jogo 4 da série.

Tim Duncan, que ficou devendo nas duas últimas partidas, reconheceu o mérito do rival após o revés por 102 a 82, mas prometeu vitória no quarto duelo da série.

“Eles foram excelentes, começaram o jogo com tudo e conseguiram manter esse ritmo até o final. Além disso, eles movimentaram bem a bola e montaram uma defesa sólida, usando sua altura para nos afetar”, analisou o astro da equipe texana.

“Nós já esperávamos algo assim após a segunda partida e reagimos mal. Muitos de nós tiveram uma noite ruim, eu tive uma noite ruim, mas já colocamos isso no passado e estamos pensando no próximo embate. Precisamos de mais foco e temos de atacar com eficiência. Vamos assistir ao replay e corrigir os erros que cometemos”, completou.

Por fim, Timmy assegurou que o San Antonio Spurs conquistará o triunfo de sábado. “Aí vamos nós. Jogo 4 – estaremos prontos e traremos o triunfo para casa”, pontuou. Duncan parece bem confiante, e vocês, caros leitores?

Duncan ultrapassa Jabbar e bate recorde histórico

Toco nele!!!

O San Antonio Spurs saiu de quadra derrotado na terceira partida da final da Conferência Oeste contra o Oklahoma City Thunder. Apesar do revés, os comandados de Gregg Popovich tiveram um pequeno motivo para comemorar.

Os cinco tocos distribuídos por Tim Duncan ao longo da noite o colocaram no topo da lista dos maiores bloqueadores da história dos playoffs.

O camisa 21 tem agora 478 tocos e é o líder isolado no quesito. Ele ultrapassou o lendário Kareem Abdul-Jabbar, ex-jogador de Milwaukee Bucks e Los Angeles Lakers, que ficou com 476. Confira abaixo os dez primeiros colocados da lista.

1. Tim Duncan – 478
2. Kareem Abdul-Jabbar – 476
3. Hakeem Olajuwon – 472
4. Shaquille O’Neal – 459
5. David Robinson – 312
6. Robert Parish – 309
7. Patrick Ewing – 303
8. Kevin McHale – 281
9. Dikembe Mutombo – 251
10. Ben Wallace – 250

Spurs (2) @ Thunder (1) – Derrota esperada

San Antonio Spurs82X102Oklahoma City Thunder

Acabou a sequência de 20 vitórias consecutivas do San Antonio Spurs. Na noite desta quinta-feira (31), a franquia texana foi derrotada pelo Oklahoma City Thunder por 102 a 82. Vamos aos destaques positivos e negativos da noite.

Fazia tempo que ninguém via uma cena dessas! (Foto: AP)

Revés normal

Vi que muitos ficaram assustados com o ritmo imposto pelo Thunder desde o início da partida, mas essa derrota já era aguardada. Ela me lembrou, inclusive, o San Antonio Spurs dos anos vitoriosos, que ia muito bem em casa e fora de seus domínios perdia um jogo ou outro de lavada. Estamos nos playoffs e esse tipo de coisa acontece, nós que estamos mal acostumados. Bola pra frente!

Ibaka finalmente apareceu e ajudou o Thunder

Hora de corrigir os turnovers!

Os comandados de Gregg Popovich cometeram muitos turnovers nos três duelos da série até aqui. Mérito da defesa adversária, que tem sido sufocante em alguns momentos, mas muitos desses desperdícios têm saído de jogadas que poderiam ser evitadas. Pop é experiente e deve conversar com os atletas. Prevejo uma postura diferente no sábado.

Mito!

Ao menos uma boa notícia para os torcedores. Com cinco tocos no jogo, Tim Duncan passou Kareem Abdul-Jabbar e é o maior bloqueador da história dos playoffs. Timmy tem 478 tocos em pós-temporadas – Jabbar ficou com 476.

Chave para os próximos capítulos…

Uma tática que tem dado certo a favor do San Antonio Spurs é deixar o armador Russell Westbrook fazer seu jogo descerebrado. Por mais que o camisa zero seja talentoso, ele ainda é muito afobado e às vezes prejudica sua equipe.

Nas duas primeiras partidas da série, Westbrook teve liberdade, arremessou à vontade e teve um aproveitamento ruim. No Jogo 3, ele continuou mal ofensivamente, mas o Thunder pôde contar com a ajuda de Serge Ibaka e Thabo Sefolosha, que estavam “sumidos” no ataque.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 16 pontos, quatro assistências e cinco erros

Stephen Jackson – 16 pontos (4-5 3PT) e quatro erros

Tim Duncan – 11 pontos e cinco tocos

DeJuan Blair – Dez pontos e seis rebotes

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 22 pontos, seis rebotes e cinco assistências

Thabo Sefolosha – 19 pontos, seis rebotes e seis roubadas de bola

James Harden – 15 pontos e quatro rebotes

Serge Ibaka – 14 pontos

Russel Westbrook – Dez pontos, nove assistências, sete rebotes e quatro roubadas de bola