Spurs (1) vs Thunder (0) – Time de velhinhos sim, senhor!

101×98

O San Antonio Spurs saiu na frente na decisão da Conferência Oeste! Neste domingo (27), jogando em casa, a equipe texana contou com grande atuação de seus veteranos para vencer o Oklahoma City Thunder por 101 a 98 e abrir 1 a 0 na série. Os dois times voltam a se encontrar na terça-feira, novamente no AT&T Center.

Mitos! (Tom Pennington/Getty Images)

Show dos “velhinhos”

Titulares ao longo da temporada e nos playoffs, os jovens Danny Green e Kawhi Leonard ajudaram o Spurs a se livrar um pouco do rótulo de time envelhecido. Mas, neste domingo, foram os veteranos que comandaram o triunfo. O principal deles foi Manu Ginobili, que deixou a quadra com 26 pontos, cinco rebotes e três assistências e foi o cestinha do time.

Tim Duncan, com 16 pontos e 11 rebotes, e Gary Neal – que enfim foi aproveitado como ala-armador, sua posição de origem -, com 12 pontos, também brilharam no ataque. Na defesa, o show foi de Stephen Jackson, que ajudou a limitar Kevin Durant. O ala do Thunder foi o principal pontuador do jogo, com 27 tentos, mas acertou somente 8 dos 19 arremessos de quadra que tentou.

Duncan foi bem dos dois lados da quadra (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

O apagão voltou!

Estavam com saudades daquela época em que o Spurs sempre jogava mal no início do terceiro quarto? Pois é, eu também não. Mas isso voltou a acontecer neste domingo. A equipe texana marcou somente 16 pontos na parcial e permitiu que o Thunder anotasse 24. Com isso, o time da casa chegou a estar perdendo por nove, o que assustou a torcida local.

A péssima atuação no terceiro período foi compensada com frieza e experiência no último quarto. Primeiro com Tiago Splitter, que se recuperou após um airball em um lance livre e anotou os cinco primeiros pontos do Spurs na parcial. Depois, Manu assumiu o contole e guiou o triunfo da equipe texana, que chegou a estar vencendo por dez. No fim, o Thunder ainda acertou três bolas de longe e diminuiu o prejuízo.

Bem nos rebotes, mal nos arremessos

Quem achou que o garrafão formado por Serge Ibaka e Kendrick Perkins poderia complicar o Spurs se enganou – pelo menos neste Jogo 1. A equipe texana somou 50 rebotes, contra 43 do Thunder. Por outro lado, uma arma do time da casa não funcionou na partida.

O Spurs acertou somente oito dos 24 tiros de três pontos que tentou durante o duelo. Danny Green (0-5) e Matt Bonner (0-2), dois dos principais nomes do time no fundamento durante a temporada, decepcionaram. Por sorte, Ginobili (3-5) e Neal (2-4) estavam calibrados. Mas vale destacar ainda o péssimo aproveitamento do time texano na linha dos lances livres: 68%, contra 82,6% do Thunder, por exemplo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 26 pontos, cinco rebotes e três assistências

Tony Parker – 18 pontos, oito rebotes, seis assistências e duas roubadas de bola

Tim Duncan – 16 pontos e 11 rebotes

Gary Neal – 12 pontos

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 27 pontos, dez rebotes, quatro assistências e três tocos

James Harden – 19 pontos, seis rebotes e duas roubadas de bola

Russell Westbrook – 17 pontos, cinco assistências, cinco rebotes e dois tocos

Derek Fisher – 13 pontos (6-8 FG)

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 28/05/2012, em Playoffs 2012, Resumo de Jogos e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 15 Comentários.

  1. Humberto Júnior

    Grande vitória do Spurs. Mas o time não pode deixar o Oklahoma se desgrudar tanto no marcador como aconteceu no jogo de hoje. Sinceramente, achei que o Spurs não teria forças para conseguir um comeback, mas felizmente estava errado. Essa vitória do Spurs no 1° jogo foi muito importante pela forma como foi, mas também por colocar pressão do lado adversário. Mesmo o Thunder, apesar de ser um time jovem, ter mostrado ser frio nos momentos decisivos, é possível ainda se aproveitar dessa fraqueza, prova foi a quantidade de ofensive fouls que conseguimos cavar. Go Spurs!

  2. Hoje tivemos mais sorte do que juízo. Spurs fez uma partida horrível, forçando demais parecia ancioso demais. Marcação praticamente foi inexistente.
    Não podemos cometer novamente tantos erros, pois a equipe do thunder não vai bobear novamente, sentiram na veia o veneno do time de velhinhos.

    Pra mim o nome do jogo foi Splitter, no inicio do 4/4 senti no semblante dos jogadores e do Pop que o jogo já tinha ido pro espaço,ai splitter salvou e devolveu a esperança.

    jackson mais uma vez jogou muito abaixo do que eu, particularmente, esperava que ele fosse jogar.

    Tb achei estranho o pop (que tem bom retrospeco contra o thunder) não ter jogado.

  3. Acho que o Green não esteve bem e o Gary Neal sempre mete muitas bolas,acho que o Neal pode sair de titular,o que melhoraria o ataque sensivelmente.

  4. Splitter teria sido brilhante não fosse seu péssimo desempenho nos lances livres… Ficou pouco minutos em quadra, mas a deixou com excelentes números (com exceção dos malfadados lances livres)…

    Destaco o trabalho de Jackson no último quarto – que trabalho defensivo (sem querer discordar do Giu)! Só pelo que ele fez com o Durant já valeu sua contratação! Na hora dos playoffs a experiência conta bastante…

  5. João Rafael Loduca

    ontem Manu Ginobili foi genial !! A equipe do spurs errava mto, acho q eles tinham q tem mais calma e trocar mais passes, alem de calibrar a mao arremessos de 3….mas nos momentos mais cruciais o argentino segurava a bola e ditava o ritmo,ele nao so marcava pontos como abria caminho com suas assistencias, Manu Ginobili e o jogador de basquete mais inteligente q ja vi junto com ele o nosso brasileiro tbm teve uma boa participaçao, captain Jack ajudou mto na marcaçao , e Duncan fez uma partida mto boa tbm…o Spurs nao jogou aquele basquete cheio e confiança e tranquilidade das outras etapas das playoffs…mas vencer é vencer e o Spurs fez o dever de casa vencendo no at&t center ……

    • João Rafael Loduca

      ontem Manu Ginobili foi genial !! A equipe do spurs errava mto, acho q eles tinham q tem mais calma e trocar mais passes, alem de calibrar a mao arremessos de 3….mas nos momentos mais cruciais o argentino segurava a bola e ditava o ritmo,ele nao so marcava pontos como abria caminho com suas assistencias, Manu Ginobili e o jogador de basquete mais inteligente q ja vi junto com ele o nosso brasileiro tbm teve uma boa participaçao, captain Jack ajudou mto na marcaçao , e Duncan fez uma partida mto boa tbm…o Spurs nao jogou aquele basquete cheio e confiança e tranquilidade das outras etapas das playoffs…mas vencer é vencer e o Spurs fez o dever de casa vencendo no at&t center ……

  1. Pingback: Popovich cobrou e jogadores atenderam. Nós agradecemos! | Spurs Brasil

  2. Pingback: Destaque do primeiro jogo, Ginobili ressalta força defensiva | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (1) vs Thunder (0) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (2) @ Thunder (0) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (2) @ Thunder (1) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

  6. Pingback: Spurs (2) vs Thunder (2) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

  7. Pingback: Spurs (2) @ Thunder (3) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

  8. Pingback: Spurs (3) @ Grizzlies (2) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe uma resposta para João Rafael Loduca Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s