Ajuda o Kawhi, capitão!

Todos sabemos o quanto Kawhi Leonard será importante para o San Antonio Spurs na final da Conferência Oeste contra o Oklahoma City Thunder. O ala será o principal responsável por tentar, ao menos, minar a produção ofensiva de Kevin Durant, um dos melhores pontuadores de perímetro da NBA. Mas, talvez, para obter 100% de sucesso nesta função, o novato pode precisar de um pouco de ajuda. E essa ajuda pode muito bem vir do banco de reservas e atender pelo nome de Stephen Jackson.

Esta cena será comum a partir de domingo

Nas finais do Oeste do ano passado, o Dallas Mavericks deu uma aula de como defender o Thunder. Uma boa estratégia é tentar limitar Durant o máximo possível para que a equipe dependa mais de Russell Westbrook, que, apesar de cada vez mais maduro, tende a cometer muitos erros quando pressionado. E o mais indicado para marcar o ala adversário é Leonard, o melhor defensor de perímetro da equipe texana – até por isso, o novato foi eleito uma das peças-chave da final na prévia feita pela equipe do Spurs Brasil.

A questão é que Durant tem jogado quase 41 minutos por noite nos playoffs. Leonard, por sua vez, tem ficado em quadra apenas por 24,4. E o ideal é que sempre haja alguém descansado, com fôlego para minar o astro adversário com total intensidade a cada posse de bola. E, no banco texano, o Capitão Jackson me parece ser o homem ideal para o papel.

Na temporada regular, o Spurs encontrou sucesso na execução da estratégia que descrevi acima. Antes dos playoffs, Durant apresentou médias de 28 pontos por jogo, acertando 49,6% dos arremessos que tentou. Nas três partidas contra o time texano, no entanto, esses números caíram para 22,7 pontos por exibição, com 46,8% nos tiros de quadra.

Leonard foi, em grande parte, responsável pelo sucesso defensivo sobre Durant. Usando estatísticas avançadas, o astro do Thunder anotou 20,2 pontos a cada 36 minutos, acertando 57% dos arremessos, enquanto o novato estava no banco. Com o jovem ala do Spurs em quadra, o número de pontos sobe para 23,7, mas o aproveitamento nos tiros de quadra cai drasticamente para 43%.

Jackson, por sua vez, chegou ao Spurs no dia 15 de março. Com isso, o ala enfrentou o Thunder apenas pelo Mikwaukee Bucks nesta temporada. E os números do capitão foram o exato contrário dos de Leonard: com ele no banco, Durant fez 36 pontos a cada 36 minutos, acertando 40% dos arremessos. Com o veterano em quadra, o astro do Thunder anotou “apenas” 25,3 pontos a cada 36 minutos, mas o aproveitamento subiu para 58%.

A partir de domingo, esses números serão colocados à prova quando Leonard e Jackson colarem em Durant. Como visto acima, os dois ainda precisam melhorar a marcação em alguns pontos. Se conseguirem se superar na defesa do astro rival, o Spurs estará mais perto da final da NBA.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 26/05/2012, em Na linha dos 3 e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Esperemos que o capitão tenha lido este post!!!

  1. Pingback: Spurs (0) vs Thunder (0) – Final da Conferência Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.