Arquivo diário: 18/05/2012

Clippers tenta fazer ajustes para se manter vivo na série

Hora de fazer ajustes em LA!

A vida dos Los Angeles Clippers está mais difícil após a derrota por 105 a 88 na segunda partida da série contra o San Antonio Spurs. Os jogadores, no entanto, acreditam que esse quadro negativo pode ser revertido nos dois próximos embates, que acontecem sábado (19) e domingo (20), em Los Angeles.

“Eles (Spurs) fizeram o que tinha de ser feito – venceram os dois jogos em casa”, disse o ala Caron Butler. “Agora temos de fazer a nossa parte. Vamos assistir à reprise das primeiras partidas na volta para Los Angeles e depois faremos os ajustes necessários”, completou.

Como utilizar Blake “baleado”?

Butler está certo, mas como será que o Clippers pretende reagir com suas principais estrelas, Chris Paul e Blake Griffin, parcialmente lesionadas?

“Tenho apenas de ser mais agressivo e pegar no tranco um pouco mais cedo”, analisou o armador Chris Paul. “Preciso me ajustar à tática deles”.

Para o técnico Vinny Del Negro, o San Antonio Spurs tem um elenco cheio de alternativas. Na entrevista coletiva após o Jogo 2, o treinador teceu muitos elogios a Tony Parker e a Boris Diaw.

“Tony vem tendo um ano fantástico. É muito difícil pará-lo, principalmente se ele tiver espaço”, avaliou o treinador da equipe angelina.

“Boris sabe como jogar. Ele passa a bola com facilidade e dá outro tom à equipe com seus arremessos de três pontos. Além disso, Diaw é mais um com capacidade de marcar Blake (Griffin). Ele pode ter um ótimo aproveitamento, como foi o caso nesta noite. Temos de ‘achá-lo’ um pouco mais cedo. Parece simples, mas o Spurs tem muitas armas”, finalizou.

Quem diria: Parker foi o destaque defensivo do Jogo 2

Parker dominou CP3 na segunda vitória do Spurs (Photo by Justin Edmonds/Getty Images)

Que Tony Parker é uma joia ofensiva todos nós sabemos. Na segunda partida da série contra o Los Angeles Clippers, o francês voltou a se destacar no ataque, anotando 22 pontos e cinco assistências.

Mas e se eu disser que o armador também vem se sobressaindo na defesa? Parece difícil de acreditar, mas o camisa 9 tem feito um trabalho soberbo sobre Chris Paul. Na vitória de quinta-feira (17) por 105 a 88, Parker limitou o astro angelino a dez pontos e ajudou a forçá-lo a cometer oito (!) turnovers.

O bom desempenho rendeu elogios por parte do técnico Gregg Popovich. “Tony fez um trabalho espetacular em cima de Chris (Paul)”, disse o treinador. “Ele ditou o nosso ritmo defensivo e, no ataque, foi muito agressivo. Parker estava focado, sabia que levaria algumas pancadas e que seria bem marcado. Ele soube lidar bem com isso”, completou.

TP também foi questionado sobre o assunto durante a entrevista coletiva. “Só estou tentando fazer o meu melhor e tentando atrapalhar seus arremessos”, explicou o francês. “É claro que Tim Duncan, Boris Diaw e Tiago Splitter têm me ajudado bastante. É um trabalho em equipe. Todo mundo está focado em Chris Paul”, pontuou.

Falando em Tim Duncan, o grande líder do San Antonio Spurs também teceu seus comentários. “Ele (Parker) foi ótimo em ambos os lados da quadra. Tony foi inacreditável nesta noite”, finalizou.

Spurs (2) vs Clippers (0) – Clippers na lona!

San Antonio Spurs105X88Los Angeles Clippers

O San Antonio Spurs acertou mais um golpe em cheio no time do Los Angeles Clippers e abriu dois a zero na semifinal da Conferência Oeste. Nesta quinta-feira (17), os comandados de Gregg Popovich venceram o time angelino por 105 a 88 e, de quebra, aumentaram sua sequência de vitórias para 16 jogos – a equipe está invicta desde o final da temporada regular. Vamos aos destaques!

Festa em San Antonio!

Jogo sujo!

Tudo bem que estamos nos playoffs, as coisas esquentam um pouco mais, os jogadores ficam mais empolgados e algumas faltas tendem a ser mais duras. Na partida de hoje, no entanto, achei que o Clippers foi violento em alguns momentos. A arbitragem, no meu ponto de vista, tem de ficar de olho nesse tipo de lance. Apenas uma falta flagrante foi assinalada pelos juízes ao longo da noite, quando Blake Griffin deu uma bela de uma martelada em Tony Parker.

Parker voltou a ser bem marcado, mas se livrou dos defensores

Franceses em alta…

Falando em Tony Parker, o armador finalmente conseguiu dobrar a defesa angelina. O francês ditou o ritmo do ataque texano e anotou 22 pontos, além de cinco assistências e cinco rebotes. Além disso, o camisa 9 fez um bom trabalho defensivo sobre Chris Paul. Tony também completou 30 anos na noite de ontem.

Boris Diaw, por sua vez, mostrou que merece ter seu contrato estendido ao final da temporada. O outro francês do Spurs voltou a superar Blake Griffin e foi impecável na tábua ofensiva. Diaw acertou os sete arremessos que tentou e saiu de quadra com 16 pontos, quatro rebotes e quatro assistências.

… e Chris Paul em baixa

Enquanto Tony Parker “desencantou” na série, Chris Paul fez mais uma péssima partida. O astro do Los Angeles Clippers marcou apenas dez pontos e cometeu oito turnovers. Tudo bem que o CP3 vem jogando machucado, mas Parker, que está longe de ser um bom marcador, tem sido impecável na defesa. Tomara que continue assim!

Vantagem, dormida e Danny Green!

Os comandados de Gregg Popovich começaram o jogo com tudo e abriram mais de dez pontos de vantagem logo de cara. Aos poucos, todavia, Blake Griffin e companhia foram cortando a diferença e encostaram no marcador. Mérito para os reservas do Clippers, que pressionaram o adversário com bastante vontade. O duelo foi para o intervalo com 46 a 42 a favor dos donos da casa.

Na volta do descanso, quem se destacou foi Danny Green. Em um curto espaço de tempo, o ala anotou três bolas de longa distância e recuperou parte da vantagem que havia sido construída no começo da partida. Green fechou a noite com 13 pontos (4-6 3FG) e dois roubos de bola.

A coisa tá feia pros californianos…

Back-to-back

San Antonio Spurs e Los Angeles Clippers têm uma sequência árdua pela frente. As duas equipes voltam a medir forças no sábado e no domingo. Jogos em dias consecutivos, os famosos back-to-back, raramente ocorrem nos playoffs, mas como há dois times de Los Angeles nas semifinais da Conferência Oeste, o calendário do Staples Center (ginásio do Clippers e do Lakers) está um pouco apertado.

Destaques da Partida

 San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos, cinco assistências e cinco rebotes

Tim Duncan – 18 pontos e cinco rebotes

Boris Diaw – 16 pontos, quatro rebotes e quatro assistências

Danny Green  – 13 pontos

Manu Ginobili – Dez pontos e cinco assistências

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 20 pontos

Randy Foye – 11 pontos

Chris Paul – Dez pontos e cinco assistências