Spurs (1) vs Clippers (0) – Imparável!

San Antonio Spurs108X92Los Angeles Clippers

O San Antonio Spurs bateu o Los Angeles Clippers por 108 a 92 na noite desta terça-feira (15) e começou a semifinal da Conferência Oeste com o pé direito. Esse foi o 15º triunfo consecutivo dos comandados de Gregg Popovich desde o final da temporada regular. Vamos aos destaques!

Manu for 3! (Photo by Justin Edmonds/Getty Images)

Protagonistas apagados

Quem esperava uma noite brilhosa de Tony Parker e Chris Paul se enganou. O francês acertou apenas um em nove arremessos e terminou a partida com somente sete pontos. Paul, por sua vez, acertou três tiros em 13 tentativas e marcou seis pontos. Parker, no entanto, foi um pouco melhor nas assistências: 11, contra dez do CP3.

Raça! (AP Photo/Eric Gay)

Duncan eterno!

Dá gosto de ver o camisa 21 jogando nesse nível. Nenhum defensor do Los Angeles Clippers foi capaz de conter o ímpeto de Tim Duncan, que anotou 26 pontos, acertando 12 dos 20 arremessos de quadra que tentou, e pegou dez rebotes. Vale lembrar que Timmy distribuiu mais dois tocos nesta noite e agora está a apenas 15 de se tornar o maior bloqueador da história dos playoffs.

Pontaria calibrada

Podemos dizer que o San Antonio Spurs ganhou a primeira partida da semifinal por conta de sua excelente pontaria.

A equipe tentou 25 arremessos de longa distância e acertou 13 (52%). Danny Green, Kawhi Leonard e Manu Ginobili acertaram três bolas cada um e foram os destaques nesse quesito.

Outro ponto fundamental 

Além dos tiros afiados, Tim Duncan e companhia lideraram a briga pelos rebotes. No placar final, foram 47 ressaltos para o Spurs e apenas 34 para o Clippers. Os principais reboteiros texanos foram Boris Diaw (12), Tim Duncan (10), Kawhi Leonard (6) e Danny Green (6).

Sixth Man

Manu Ginobili voltou a jogar bem após uma série apagada contra o Utah Jazz. Como Tony Parker teve dificuldades para encontrar espaço no ataque, coube ao argentino desafogar a ofensiva texana. Em quase 27 minutos em quadra, Manu fez 22 pontos, pegou três rebotes e deu três assistências.

Só coloquei essa porque ficou engraçada!

Coadjuvantes de luxo

E o que falar do trio Boris Diaw, Kawhi Leonard e Danny Green? Bem, Diaw fez um trabalho excelente sobre Blake Griffin, limitando o astro do Clippers a apenas 15 pontos (7-17). O ala-pivô ainda foi um verdadeiro guerreiro nos rebotes, conseguindo 12 ressaltos. O francês também contribuiu com cinco assistências e três roubos de bola.

Leonard voltou a impressionar pela sua tranquilidade. Apesar de cometer alguns erros bobos no início da noite, o novato jogou como um veterano e foi importantíssimo na tábua ofensiva, com 16 pontos.

Green, por fim, fechou a trinca de coadjuvantes com chave de ouro: 15 pontos e seis rebotes. Já repararam que o camisa 4 dificilmente erra uma bola de longa distância? Só para se ter uma ideia, no mês de abril o jogador teve um aproveitamento de 56,1% nos tiros de três pontos – uma marca bastante expressiva.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 26 pontos e dez rebotes

Manu Ginobili – 22 pontos, três assistências e três rebotes

Kawhi Leonard – 16 pontos e seis rebotes

Danny Green – 15 pontos e seis rebotes

Los Angeles Clippers

Eric Bledsoe – 23 pontos, cinco rebotes e quatro assistências

Blake Griffin – 15 pontos, nove rebotes e quatro assistências

Caron Butler – 15 pontos

Nick Young – 13 pontos

Anúncios

Sobre Bruno Pongas

Acompanha o San Antonio Spurs desde 1998, já escreveu para o Spurs Brasil de 2008 a 2012, criou o Destino Riverwalk e agora volta à velha casa para dar seus pitacos sobre o San Antonio Spurs.

Publicado em 16/05/2012, em Playoffs 2012, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Vitória muito boa sobre os Clippers. Gostei demais da atuação do Tim Duncan. Pode-se esperar um bom futuro em relação ao Kawhi Leonard e Danny Green.

  2. Jogão, me agradou!

  3. Fernando rascado

    Alguem sabe me dizer pq o Blair só entrou quando o jogo já estava definido e o bonner só jogou 8min?

  4. Bom jogo pra gente, imaginava mesmo que as atenções estariam voltadas a Parker e que Ginobili poderia ser decisivo. Sobre Duncan não tem nem o que comentar, alguém viu aquela cesta que ele fez quase de costas? Green só erra bolas de 3 quando precisa forçar demais o chute, está jogando muito. Diaw foi incrível, principalmente nos primeiros quartos, já Leonard toma uns tocos meio bobos mesmo, mais joga demais, a aplicação defensiva e a luta pelos rebotes salta aos olhos.

    Achei que Captain Jackson não foi bem, escolheu mau as jogadas durante todo o jogo. Mas a pior parte é ver um talento como Blair ir se desfazendo com o passar dos anos.

  5. Fernando Rascado

    Victor Moraes
    Pergunto isso pq o Blair tem médias de 10 pontos por jogo em 21 min acho estranho o cara com esses numeros simplesmente ficar esquecido no banco.

    • Bruno Lorscheiter Alves

      Defensivamente Blair é fraquíssimo, ele perdeu muito espaço depois de ser engolido pelo garrafão do Lakers no confronto em q Bynum pegou 30 rebotes. Mesmo com boas médias, ele é um cara bem inconstante, e nos playoffs onde muitos jogos são decididos no garrafão, achei correta a atitude de Pop em tirar os minutos dele. E outra, ele é um cara que, pelo que parece, não se aplica muitos nos treinos e não se preocupa com a forma física

  1. Pingback: Diaw ganha elogios após bom desempenho contra o Clippers | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (3) @ Clippers (0) – Semifinal da Conferência Oeste | Spurs Brasil

Deixe uma resposta para Victor Moraes Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s