Arquivo diário: 24/04/2012

Parker elege rivais prediletos e Toros vai à final da D-League

Parker X Lakers: uma história de amor!

Se depender do armador Tony Parker, o San Antonio Spurs já tem seu caminho traçado nos playoffs desta temporada. Após o triunfo de segunda-feira (23) sobre o Portland TrailBlazers, o francês elegeu Los Angeles Lakers e Dallas Mavericks como seus adversários favoritos.

“As partidas ficam mais intensas nos playoffs. Você precisa comer e descansar para ser o mais competitivo possível dentro de quadra”, disse o camisa 9. “Eu adoro enfrentar o Lakers. Desde meu primeiro dia em San Antonio, o objetivo sempre foi vencê-los. Também gosto de jogar contra o Mavericks; somos realmente detestados em Dallas”, completou.

E para vocês, caros leitores: quem é seu adversário favorito?

E mais…

Toros disputa final da D-League pela primeira vez em sua história

Número sugestivo...

A temporada da D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA) está chegando ao fim. A final terá início nesta terça-feira (24) e o torcedor do Spurs tem bons motivos para acompanhar de perto a disputa. Isso porque uma das equipes envolvidas no embate é o Austin Toros – franquia filiada ao time texano.

Será a primeira final do Toros em sua história. O time contará com peças conhecidas – e importantíssimas – para tentar derrotar o Los Angeles D-Fenders na melhor de três jogos: Cory Joseph e Justin Dentmon.

O jovem Joseph, que é armador, foi recrutado pelo San Antonio Spurs no último Draft, mas, por ser muito cru, acabou sendo enviado para a D-League para ganhar experiência e amadurecer seus fundamentos. Em 14 partidas em Austin, Cory tem médias de 13,8 pontos, 5,1 assistências e 5,1 rebotes por noite.

O outro motivo para vermos essa final, que pode ser acompanha gratuitamente através do Futurecast, é o também armador Justin Dentmon, que recentemente ganhou um contrato de dez dias com o Spurs. Dentmon foi eleito o MVP da NBDL e vem com moral para a disputa derradeira. Na pós-temporada, contudo, ele vem jogando abaixo do esperado, com médias de 14,0 pontos e 3,8 assistências.

MVP! MVP! MVP!

Spurs forte na briga por Nicolas Batum

O assunto do momento em San Antonio é o primeiro lugar garantido da Conferência Oeste após a vitória sobre o Portland TrailBlazers e a iminência dos playoffs. Apesar disso, os dirigentes da franquia já pensam na próxima temporada. De acordo com Chris Haynes, jornalista da CSN, o ala francês Nicolas Batum, de 23 anos e jogador do Portland TrailBlazers, é um dos principais alvos da equipe na offseason.

Batum, Parker e Diaw: juntos também em San Antonio?

Ao fim da temporada, Nicolas Batum será agente livre restrito, ou seja, o Portland tem prioridade na renovação. De acordo com Haynes, as propostas para Batum girariam em torno de salgados 10/11 milhões por ano, o que poderia dificultar sua vinda para San Antonio. Vale lembrar que Tim Duncan também é agente livre ao fim da temporada e o Spurs ainda tem as remotas possibilidades de o jogador se aposentar ou reassinar pelo mínimo para veteranos – o que liberaria algum espaço na folha salarial.

Pesaria na decisão o fato de Batum gostar do estilo de jogo organizado de Greg Popovich e ser amigo pessoal de Tony Parker e Boris Diaw. No Draft de 2008, era esperado que o jogador fosse selecionado pelo Spurs com a 26ª escolha, mas ele foi recrutado pelo Houston Rockets na 25ª, o que surpreendeu e frustrou tanto Spurs como Batum, que já possuíam uma espécie de acordo verbal.

Apesar de já estar bem servido na posição 3, com nomes como Kawhi Leonard, Stephen Jackson e até Danny Green, que pode exercer essa função, Nicolas Batum é um excelente jogador, que tem como principais características o arremesso de três pontos e a forte defesa, e, no meu ponto de vista, seria uma excelente adição à equipe texana.

E aí, o francês é bem vindo em San Antonio?

Raio-x de Gary Neal dá negativo após pancada no ombro

Foi só um susto...

No seu resumo da partida de segunda-feira (23), contra o Portland TrailBlazers, o blogueiro Bruno Alves se mostrou preocupado com o ala-armador Gary Neal, que deixou a partida com um aparente problema no ombro esquerdo.

Após o jogo, no entanto, o técnico Gregg Popovich tratou de tranquilizar a todos. “Aparentemente foi só uma pancada”, explicou o treinador. “Fizemos um raio-x e deu negativo”, completou o comandante do Spurs.

Vale lembrar que o San Antonio Spurs assegurou o primeiro lugar da Conferência Oeste com o triunfo sobre o Blazers. Na primeira rodada dos playoffs, a franquia texana deverá enfrentar Utah Jazz ou Phoenix Suns. Falando nisso, esses dois postulantes ao oitavo lugar do Oeste medem forças na noite desta terça-feira. Imperdível!

Spurs (48-16) @ Blazers (28-37) – GREENSANITY!

San Antonio Spurs124X89Portland Trail Blazers

Liderança do Oeste sacramentada, massacre em cima do Portland Trail Blazers, excelente desempenho de toda a equipe e uma atuação mitológica de Danny Green. Essa foi a noite desta segunda-feira (23) para o San Antonio Spurs. Em sua antepenúltima partida na temporada regular, a equipe, jogando em seus domínios, conquistou mais uma vitória – a oitava consecutiva.

Na onda do Greensanity, Danny Green tenta imitar Jeremy Lin com seu olho esquerdo

GREENSANITY!

18 pontos em apenas 14 minutos, um tocaço em Craig Smith, 100% de aproveitamento nos arremessos. Danny Green defende, se entrega dentro e fora de quadra, tem um arremesso de três pontos afiado, sabe atacar, faz jogadas bonitas e cresce nos momentos decisivos. Ele tem a cara do San Antonio Spurs, e anotem: vai jogar muito nos playoffs! Vocês ainda ouvirão falar da Greensanity!

Time é tudo

Mais uma excelente partida coletiva do Spurs. Foram 33 assistências – maior marca da equipe na temporada – e seis jogadores com mais de dez pontos (até James Anderson!!!). E ainda sobrou tempo para todo mundo descansar, já que, além de Tim Duncan, que havia sido poupado na última partida, contra o Cavs, ninguém jogou mais de 25 minutos.

Abram o olho: Spurs vem aí

O Oeste é nosso!

Com a vitória, o Spurs garantiu a primeira colocação no Oeste e o mando de quadra no jogo sete em todos os duelos dos playoffs da conferência. A equipe também igualou a campanha do Chicago Bull, e torce para um tropeço do líder do Leste para garantir a melhor campanha geral da NBA.

Preocupante…

Gary Neal saiu de quadra com um aparente problema no ombro esquerdo. Até o momento, ninguém informou se a lesão foi grave e se o jogador vai perder alguma partida por conta dela. Torçamos para que não seja nada preocupante e que possamos ver Neal e seu arremesso certeiro na pós-temporada.

The end

A temporada regular está chegando ao fim (ouvi um amém?). Nos dois jogos restantes, o Spurs vai enfrentar fora de seus domínios o Phoenix Suns, que ainda briga por uma vaguinha nos playoffs, na quarta-feira (25), e o Golden State Warriors, na quinta (26) – último dia da temporada regular. É torcer para que consigamos a melhor campanha geral e, mais importante, para que ninguém se lesione!

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 18 pontos (100% FG) em 14 minutos jogados

Tim Duncan – 18 pontos, oito rebotes e quatro tocos

Tony Parker – 13 pontos, sete rebotes e seis assistências

Stephen Jackson – 12 pontos e cinco roubadas de bola

Portland Trail Blazers

Wesley Matheus – 24 pontos e seis rebotes

J. J. Hickson – 14 pontos e dez rebotes

Raymond Felton – 13 pontos e sete assistências