Arquivo diário: 13/04/2012

“Ele foi fenomenal, um monstro”, diz Popovich sobre Duncan

Timmy é raça nos rebotes!

Depois da péssima partida contra o Los Angeles Lakers na quarta-feira (11), o San Antonio Spurs voltou à quadra no dia seguinte para enfrentar o forte Memphis Grizzlies. O jogo tinha cheiro de crise, já que o time do Tennessee foi o algoz texano na última temporada e tem dois jogadores que sempre incomodam – e muito – os comandados de Gregg Popovich: Marc Gasol e Zach Randolph. Quem pensou que o Spurs perderia a batalha dos rebotes e o duelo, no entanto, se enganou.

A equipe entrou em quadra mais focada e brigou de igual para igual pelos ressaltos (41 a 41). Além disso, San Antonio contou com um Tim Duncan inspirado. Timmy anotou 28 pontos e pegou 12 rebotes – até parecia um flashback da década passada.

“Ele vem tendo um ano muito bom e tem sido bastante consistente”, avaliou o técnico Gregg Popovich. “Nesta noite, ele conseguiu se superar e alcançou outro nível. Timmy foi fenomenal, um monstro”, completou o treinador.

Eis a principal arma do "Novo Duncan"...

O camisa 21 foi elogiado ainda por Manu Ginobili, que destacou suas habilidades ofensivas. “Ele tem sido ótimo. É claro que é impossível jogar todas as partidas assim, mas Tim vem sendo muito útil atacando a cesta e passando a bola. Gostamos dele assim”, afirmou Manu.

Duncan também falou após o jogo e negou ter “pagado geral” com os colegas após o revés diante do Lakers. “Ninguém precisou falar nada. Todos ficamos decepcionados. Só retomamos o foco para a partida de hoje. Esse é o tipo de pessoas que temos aqui”, explicou.

Segundo ele, a chave para o triunfo foi passar bem a bola no ataque. “Sabíamos que o jogo seria físico”, analisou. “Eles foram duros nos rebotes defensivos e ofensivos. Nós tínhamos que contestar isso de alguma maneira. Acho que jogamos melhor hoje e movimentamos a bola com muito mais competência”, finalizou.

Vale lembrar que essa foi a quarta vitória do San Antonio Spurs sobre o Memphis Grizzlies nesta temporada. Já dá para dizer que o fantasma dos últimos playoffs foram exterminados ou é melhor esperar a pós-temporada deste ano? Bem, enquanto vocês pensam, fiquem com os 28 pontos do mito Duncan durante o triunfo de ontem.

Anúncios

Spurs (41-16) vs Grizzlies (34-24) – Sem crise…

https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/sas.gif107×97https://i0.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/1/80x60/mem2.gif

O San Antonio Spurs espantou uma possível crise nesta quinta-feira (12) ao bater, em casa, o Memphis Grizzlies por 107 a 97. Algoz nos últimos playoffs, a equipe da terra de Elvis Presley foi varrida pelos texanos nesta temporada regular, saindo derrotada em todos os quatro confrontos realizados. O fantasma foi embora de vez?

Tim Duncan ano 2003/modelo 2012. Desta vez, ninguém parou a lenda texana (AP Photo)

Fonte da juventude

Já destacamos isso aqui no blog em outras oportunidades, mas nunca nos cansamos de falar. Como está jogando Tim Duncan! Prestes a completar 36 anos – ele faz aniversário no dia 25 de abril -, o veterano ala-pivô parece ter voltado no tempo e vem atuando como há alguns anos não se via. Desta vez, Timmy não tomou conhecimento de Marc Gasol e anotou 28 pontos e 12 rebotes.

"Catimba" argentina e mais uma vitória no bolso... (AP Photo)

Deixa comigo!

Manu Ginobili pode não fazer uma temporada genial, mas uma coisa ele sabe fazer bem: fechar partidas. Com a vantagem em quatro pontos no minuto final, o argentino chamou o jogo e cavou faltas. Nos lances livres, foi impecável. De um em um, Manu anotou os últimos seis pontos do jogo e terminou com 100% no fundamento (11-11).

Segundo quarto para esquecer

Estamos acostumados a ver o Spurs “apagar” no terceiro período e desperdiçar  boas vantagens. Desta vez, a equipe deu bobeira no segundo quarto – depois de vencer o primeiro por 27 a 21, chegou a estar vencendo por 36 a 31 restando 8:14 para o intervalo. Depois disso o time parou, ficou quase seis minutos sem pontuar e viu o adversário anotar 13 pontos consecutivos.

Vai decolar quando?

Apesar de talentoso, Boris Diaw ainda não conseguiu boas apresentações em San Antonio. Contratado no dia 23 de março, já atuou em 11 partidas com o Spurs, mas ainda parece um pouco fora de sintonia. Diante do Grizzlies, foram 14 minutos em quadra com a razoável marca de cinco pontos e cinco rebotes, mas com dois desperdícios de bola e três faltas. Se adaptar ao rígido esquema de Gregg Popovich não é nada fácil, mas melhorar a forma física pode ajudar… O francês ainda pode ser muito útil nos playoffs.

O freguês vem aí

Os torcedores do Suns que me perdoem pela brincadeira, mas é impossível falar da equipe de Phoenix e não lembrar das seguidas eliminações sofridas para o Spurs na década passada. E este será o próximo adversário dos texanos, que descansam um dia e recebem os rivais no sábado, no AT&T Center.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 28 pontos, 12 rebotes e dois tocos

Manu Ginobili – 20 pontos, seis rebotes e quatro assistências

Tony Parker – 13 pontos e nove assistências

Danny Green – Dez pontos e quatro rebotes

Memphis Grizzlies

Rudy Gay – 19 pontos, cinco rebotes e quatro assistências

O.J. Mayo – 16 pontos

Marreese Speights – 15 pontos e sete rebotes

Marc Gasol – 14 pontos e dez rebotes