Arquivo diário: 12/04/2012

Curtas: Pop vê superioridade do Lakers e Manu bate recorde

Quem aposta que Popovich pagou geral e o time vai jogar melhor hoje?

O San Antonio Spurs fez uma de suas piores partidas da temporada na quarta-feira (11) contra o Los Angeles Lakers. Após o jogo, o técnico Gregg Popovich reconheceu a superioridade do rival – que ainda teve o importante desfalque do astro Kobe Bryant.

“O Lakers fez uma excelente partida e foi superior do começo ao fim”, disse o treinador, sobre o revés por 98 a 84. “Geralmente jogamos melhor do que isso, mas eles foram soberanos na defesa e no ataque”, completou.

Sobre os 30 rebotes do pivô Andrew Bynum e o amplo domínio dos californianos nesse quesito (60 a 33 ao final do embate), Popovich evitou um tom mais crítico e preferiu dar os créditos ao adversário. “Eles merecem todas as honras. Os jogadores arremessaram bem e pegaram muitos rebotes. Foi um desempenho pobre de nossa parte”, finalizou.

O armador Tony Parker, que anotou apenas quatro pontos, se disse desapontado com a derrota. “Foi uma noite decepcionante para nós. Temos que dar todo o crédito ao Lakers. Ele acertaram tudo, enquanto nós jogamos muito mal. Eu particularmente estive péssimo”, analisou o armador francês.

Tim Duncan foi outro que destacou a supremacia angelina após o duelo. “Jogamos mal embaixo da cesta. Eles arremessaram melhor, pegaram mais rebotes e tiveram mais segundas chances – Bynum teve papel fundamental nisso. Resumindo, eles foram apenas superiores a nós”, disse o camisa 21.

E mais…

Noite de recordes

Manu Ginobili - San Antonio SpursAlém de Matt Bonner, que passou Michael Finley e se tornou o quarto jogador da história do Spurs com mais bolas de três feitas, Manu Ginobili também atingiu uma marca histórica na quarta. Os nove pontos feitos contra o Lakers deixam Manu como o sexto da franquia a atingir 10 mil pontos. Ele está atrás de James Silas, Tony Parker, David Robinson, Tim Duncan e George Gervin.

Anúncios

Spurs (40-16) vs Grizzlies (34-23) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Memphis Grizzlies – Temporada Regular

Data: 12/02/2012

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Depois da sequência de 11 vitórias consecutivas, o Spurs agora acumula duas derrotas seguidas com o revés de ontem contra o Los Angeles Lakers, em casa. Para evitar que a sequência negativa aumente, a equipe não terá descanso e nesta quinta recebe o Memphis Grizzlies, novamente no AT&T Center. Para nossa sorte, nossos rivais também estão em um back-to-back (partidas em dois dias seguidos), mas vêm de uma vitória sobre o Phoenix Suns e acumulam quatro vitórias seguidas.

Confrontos na Temporada (3-0)

26/12/2011 – Spurs 95 vs 82 Grizzlies

Na estreia do San Antonio Spurs na temporada, a equipe texana, jogando em casa, contou com Manu Ginobili (24 pontos, cinco rebotes e quatro assistências) e Tony Parker (15 pontos, sete assistências e quatro rebotes) para espantar o fantasma dos últimos playoffs.

30/01/2012 – Spurs 83 @ 73 Grizzlies

Com um jogo coletivo, o Spurs contou com bom desempenho da dupla Matt Bonner (15 pontos e três rebotes) e Tim Duncan (14 pontos, seis rebotes e quatro assistências) para triunfar em Memphis.

06/02/2012 – Spurs 89 @ 84 Grizzlies

Na abertura da Rodeo Road Trip, o San Antonio Spurs foi até Memphis e arrancou a vitória fora de casa diante do Grizzlies. A noite foi de festa para Tim Duncan, que, com os 17 rebotes coletados na partida se tornou o 20º maior reboteiro da história da NBA.

Tiago Splitter

https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/sas.gif

PG – Tonny Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – DeJuan Blair/Tiago Splitter

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Depois de sofrer com Andrew Bynum na última partida, o Spurs pode precisar de um “reforço” que garanta alguns centímetros a mais na luta pelos rebotes. Usar Tiago Splitter ao lado de Tim Duncan por mais tempo é uma das alternativas que Gregg Popovich pode utilizar.

https://i0.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/1/80x60/mem2.gif

PG – Mike Conley

SG – Quincy Pondexter

SF – Rudy Gay

PF – Marreese Speights/Zach Randolph

C –Marc Gasol

Fique de Olho – Só de lembrar do nome de Zach Randolph já me dá alguns calafrios… Impossível esquecer a traumática derrota nos playoffs da última temproada após conquistar o primeiro lugar do Oeste. Na oportunidade, Zach Randolph foi o grande nome do Grizzlies e deitou e rolou sobre nós. Sempre é bom redobrar as atenções com ele.

Spurs (40-16) vs Lakers (37-22) – Grande derrota ou azar?

San Antonio Spurs84X98Los Angeles Lakers

San Antonio Spurs e Los Angeles Lakers mediram forças na quarta-feira (11) pela primeira vez nesta temporada. No primeiro encontro, melhor para o time californiano, que, mesmo sem o astro Kobe Bryant, arrancou uma surpreendente vitória do Spurs em pleno AT&T Center pelo placar de 98 a 84. Será que esse revés preocupa os texanos ou foi apenas uma obra do acaso? Vamos conferir!

Até perdi a conta de quantas vezes vi essa cena ontem...

Fator Black Mamba

Por incrível que pareça, a ausência de Kobe Bryant pode ter sido benéfica para o Lakers. Sem ele, Mike Brown concentrou suas jogadas em Pau Gasol e Andrew Bynum e explorou o Calcanhar de Aquiles texano – a péssima defesa embaixo da cesta. Bynum foi dominante e conseguiu impressionantes 30 rebotes (além de 16 pontos). O espanhol, por sua vez, anotou 21 pontos e pegou 11 rebotes. Quem também se beneficiou com a “folga” do camisa 24 foi o ala Metta World Peace (Ron Artest), cestinha do jogo com 26 tentos (10-15).

Pegar rebotes às vezes é bom…

Como já pudemos perceber, o Los Angeles Lakers dominou a partida do começo ao fim. Essa dominância toda pôde ser observada pelo placar dos rebotes. O time de Mike Brown coletou 60 ressaltos, enquanto o Spurs ficou com apenas 33. Ou seja, Bynum sozinho pegou praticamente o mesmo número de rebotes que toda a equipe texana. Para se ter uma ideia, nenhum jogador do Spurs coletou mais do que cinco ressaltos. Tá ruim? Sim, mas pode piorar. Kawhi Leonard e Stephen Jackson foram os atletas que conquistaram cinco rebotes. No mais, nenhum pivô conseguiu sequer igualar essa marca. Vergonhoso, né!?

Preocupa ou foi só um duelo atípico?

Bem, essa é uma pergunta que eu fiquei me fazendo durante boa parte da noite. O Los Angeles Lakers expôs as fraquezas do nosso time mais uma vez. DeJuan Blair, Matt Bonner, Boris Diaw e Tiago Splitter foram incapazes de incomodar os pivôs angelinos. Ao mesmo tempo, San Antonio fez uma partida atípica ofensivamente (apenas 40,7% de aproveitamento nos tiros de quadra). O trio de estrelas do Spurs foi muito mal. Juntos, somaram apenas 27 pontos. Vamos ter uma ideia melhor de como será um hipotético confronto contra os californianos na pós-temporada na semana que vem, quando as duas equipes se enfrentam mais duas vezes – provavelmente com Kobe Bryant em quadra.

Ficar no banco, que coisa triste...

Mais um teste

O San Antonio Spurs tem uma nova pedreira pela frente nesta quinta. O adversário da vez será o Memphis Grizzlies – nosso algoz da última temporada. Será que conseguiremos lidar com Zach Randolph e Marc Gasol ou seremos novamente “engolidos” nos rebotes?

Orange Mamba

Para a nossa alegria, o ala-pivô Matt Bonner, o Red Rocket, entrou para a história do San Antonio Spurs. Com três bolas de longa distância convertidas na noite, ele se tornou o quarto jogador que mais cestas de três pontos converteu com a camisa do Spurs (492), ultrapassando Michael Finley.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 22 pontos e três rebotes

Tim Duncan – 14 pontos

Matt Bonner – Nove pontos

Los Angeles Lakers

Metta World Peace – 26 pontos e quatro rebotes

Pau Gasol – 21 pontos e 11 rebotes

Andrew Bynum – 16 pontos e 30 rebotes