Spurs (37-14) @ Cavaliers (17-34) – A vingança de Green

125×90

Danny Green chegou ao San Antonio Spurs após ser dispensado pelo Cleveland Cavaliers. E, pelo jeito, o ala-armador estava disposto a provar que era capaz de ter ficado na franquia de Ohio. Nesta terça-feira (3), o camisa #4, que voltou a ser titular, foi um dos destaques da fácil vitória do San Antonio Spurs por 125 a 90, mesmo jogando longe do Texas.

Parker fez mais uma grande partida (David Liam Kyle/NBAE/Getty Images)

Danny Green para presidente!

Nenhum jogador do Spurs demonstrou mais fome na partida desta terça do que Danny Green. O ala-armador correu, brigou por todos os rebotes e foi um dos protagonistas da boa marcação individual que limitou Kyrie Irving a apenas 13 pontos – o armador do Cavs acertou somente cinco dos 15 arremessos que tentou. Se não bastasse, Green ainda deixou a quadra com 19 pontos (7-11 FG, 4-6 3 PT).

Green levou a melhor no duelo (David Liam Kyle/NBAE/Getty Images)

Prazer, Patrick Mills

Após alguns jogos de adaptação, Patrick Mills mostrou a que veio. Com energia na defesa – o australiano ajudou a marcar Irving -, o armador se destacou nos arremessos de três. Mortal da zona morta, Mills acertou quatro dos cinco tiros de longe que tentou e deixou a quadra com 20 pontos, sendo o cestinha do jogo. É mais uma peça confiável para vir do banco.

Tony Parker MVP?

Tudo bem que o Cavs não é parâmetro, mas Tony Parker mais uma vez mostrou boa forma. Às vezes, o armador infiltra e finaliza tão facilmente que parece que não há defesa do outro lado. No ranking da NBA, o francês aparece em nono entre os candidatos a MVP da temporada. Exagero? Em Cleveland, o camisa #9 deixou a quadra com 19 pontos (9-12 FG) e cinco assistências em 22 minutos.

Titulares devidamente poupados

Não foi só Parker que jogou pouco: graças à facilidade do embate, Tim Duncan atuou por 23 minutos, Manu Ginobili por 18 e Stephen Jackson por oito. Os veteranos serão importantes nesta quarta-feira, quando o Spurs volta à quadra, novamente fora de casa, para enfrentrar o Boston Celtics. Pedreira!

Noite de festa para o blog

A terça-feira foi um dia especial para o Spurs Brasil. Com uma Twitcam de aquecimento para o jogo contra o Cavs, o blog comemorou o recorde alcançado em março, que se tornou o mês mais movimentado da história do site. Além disso, depois da Twitcam ainda teve o Boteco Virtual, que foi bem agitado. Obrigado aos que participaram!

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patrick Mills – 20 pontos (8-11 FG, 4-5 3 PT)

Tony Parker – 19 pontos, cinco assistências e três rebotes

Danny Green – 19 pontos, três rebotes e duas roubadas de bola

Tiago Splitter – 11 pontos, cinco rebotes e três assistências

Gary Neal – 11 pontos (4-8 FG, 1-2 3 PT)

DeJuan Blair – Dez pontos e três rebotes

Cleveland Cavaliers

Antawn Jamison – 15 pontos e quatro rebotes

Kyrie Irving – 13 pontos e cinco assistências

Lester Hudson – 12 pontos, três rebotes e duas roubadas de bola

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 04/04/2012, em Resumo de Jogos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Humberto Júnior

    Membros do blog, uma pergunta causal. Porque o Gláuber há muito não posta aqui? Ele não faz mais parte dos integrantes do blog?

    • Victor Moraes

      Humberto, devido a outros compromissos pessoais, o Glauber precisou se afastar do blog, já que, como ele mesmo disse, não teria tempo o sufciente para se dedicar como deveria ao Spurs Brasil. Ele ainda nos ajuda em algumas questões de estrutura do blog, mas postar, pelo menos por enquanto, ele não posta mais.

      Quem sabe dentro de algum tempo ele possa retornar…

  2. Francisco Neto

    Foi uma partida relativamente fácil. Irving é bom, mas deu pra ver que o Parker está em outro nível ainda. E eles realmente sentem faltam do Varejao. A front-court deles com Jamison/Tristan Thompson é terrível defensivamente.

    Ontem foi bem divertido. Foi bem legal a twitcam antes do jogo.

    abraço a todos

  3. Humberto Júnior

    Valeu pela resposta, Victor.

  4. Eu acho que no minimo o TP deveria estar na frente do Howard

  1. Pingback: Spurs (37-14) @ Celtics (30-22) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Quando a persistência dá resultado… | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (46-16) vs Cavaliers (21-41) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s