Arquivo diário: 28/03/2012

Curtas: Mills sem problemas para se adaptar e Diaw é elogiado

Mills promete muitas bolas de 3...

Conforme adiantado ontem aqui no Spurs Brasil, o armador Patrick Mills fez sua estreia com a camisa do San Antonio Spurs na noite desta terça-feira (28). Foram apenas quatro minutos em quadra na vitória sobre o Phoenix Suns, tempo suficiente para o australiano retomar o ritmo de jogo.

“Foi uma longa espera, mas acho que valerá a pena”, disse Mills, que só pôde entrar em quadra após ter seu visto de trabalho confirmado pelo governo norte-americano. “Qualquer que seja o meu papel, tentarei fazê-lo da melhor maneira possível. Sendo o armador, tenho que distribuir a bola e manter o ritmo do time”, completou.

E quem pensa que o jogador precisará de um longo tempo para se adaptar se engana, já que ele foi treinado pelo também australiano Brett Brown, assistente técnico de Gregg Popovich, no selecionado de seu país. No equipe australiana, Brown utiliza muitas coisas que vê no dia-a-dia do Spurs, o que torna o aprendizado de Mills mais tranquilo.

E mais…

Diaw volta a ser bastante elogiado

Reforço de peso (literalmente)

O francês Boris Diaw mal chegou em San Antonio e já vem recebendo elogios de todos os lados. Após ser muito bem falado por Doug Collins, técnico do Philadelphia 76ers, o ala-pivô também foi elogiado por Alvin Gentry, treinador do Phoenix Suns.

Gentry era assistente técnico de Mike D’Antoni naquele Suns que travou batalhas épicas com o Spurs, portanto lembra muito bem do francês.

“Acho ele um jogador ótimo. É um cara habilidoso, um facilitador”, opinou Gentry. “Diaw é muito esperto. Acho que ele atenderá às expectativas em San Antonio”, pontuou o treinador.

Gregg Popovich também teceu comentários sobre o novo comandado, mas, como sempre, os elogios foram mais comedidos. “Todos nós conhecemos as qualidades e as fraquezas de Boris, da mesma forma que todos nós temos pontos fortes e fracos”, filosofou. “Estamos felizes em ter outro atleta. Tivemos apenas quatro pivôs durante o ano todo. Precisávamos de mais um para o elenco”, finalizou.

Na noite de ontem, Diaw fez sua melhor partida desde que chegou a San Antonio. Em 18 minutos em quadra, ele anotou seis pontos, distribuiu quatro assistências e roubou duas bolas contra o Suns.

Spurs (34-14) @ Kings (17-32) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Sacramento Kings – Temporada Regular

Data: 28/03/2012

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: Power Balance Pavilion

Depois de uma boa vitória sobre o Phoenix Suns, o San Antonio Spurs cai na estrada novamente. O adversário desta noite será o Sacramento Kings, que já nos venceu uma vez nesta temporada. O brasileiro Tiago Splitter, com dores nas costas, continua listado como dúvida. Outros desfalques podem aparecer ao longo do dia, já que o técnico Gregg Popovich provavelmente poupará alguma, ou algumas, de suas estrelas. Stephen Jackson, que descansou contra o Suns, estará de volta logo mais.

Confrontos na temporada (0-1)

20/01/2012 – Spurs 86 vs 88 Kings

Em um jogo horrível, o Kings levou a melhor em pleno AT&T Center. Foi a primeira derrota em casa do Spurs na temporada. Parker foi o cestinha do jogo com 24 pontos, mas Tyreke Evans foi o grande destaque e beirou o triple-double, com 23 pontos, 11 rebotes e sete asssistências.

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginóbili

SF – Kawhi Leonard

PF – DeJuan Blair

C –Tim Duncan

Fique de Olho – Tim Duncan pode entrar na lista de poupados por Popovich e ainda é dúvida para a partida, mas travará um duelo interessante com o jovem e explosivo DeMarcus Cousins caso entre em quadra.

PG – Isaiah Thomas

SG – Tyreke Evans

SF – Marcus Thornton

PF – Donte Greene

C – DeMarcus Cousins

Fique de Olho – O camisa 22 foi selecionado em 60º no último Draft, mas tem mostrado muito serviço. O calouro, que ganhou o posto de titular durante a temporada, tem médias de 10,1 pontos e 3,5 assistências por embate.

Spurs (34-14) @ Suns (25-25) – Duncan e Parker lideram vitória

https://i0.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/sas.gif107×100

Na noite desta terça-feira (27), o San Antonio Spurs encarou o Phoenix Suns e garantiu mais uma vitória, completando cinco jogos sem derrotas. O Spurs obteve seu 14º triunfo fora de casa (14-10), o 34º no total, mantendo-se firme na segunda colocação da Conferência Oeste. Na quarta-feira, o time texano encara o Sacramento Kings fora de casa.

Tim Duncan, Manu e o estreante Patrick Mills comemoram mais um ponto|Foto: The Associated Press|

Tim Duncan, Manu e o estreante Patrick Mills comemoram mais um ponto (Foto: The Associated Press)

Duelos

Esse jogo proporcionou duelos interessantes. Tim Duncan e Marcin Gortat fizeram uma boa disputa. Timmy começou absurdamente bem, com 17 pontos e oito rebotes só no primeiro tempo. Gortat não ficou muito atrás. Com direito a cestas de ponte aérea, o pivô marcou 14 pontos e coletou seis rebotes na primeira metade. Tony Parker e Steve Nash também travaram uma disputa interessante na armação. Parker superou Nash em pontos, 24 a 16. Já nas assistências, Nash venceu por pouco, oito a sete.

Parker fez mais uma grande partida na temporada (Foto: The Associated Press)

Duplo-duplo

Tim Duncan fez mais uma partida incrível. No segundo tempo, quando passou boa parte no banco, Timmy chegou a ter 24 pontos em 24 minutos. No total, o Big Fundamental marcou 26 pontos, acertou 11 dos 16 arremessos que tentou e ainda coletou 11 rebotes.

Novatos

Boris Diaw ganhou mais tempo de quadra e fez uma apresentação razoável: seis pontos, quatro assistências e dois rebotes em 18 minutos. O ala-pivô está se soltando e ganhando espaço. Já Patrick Mills fez seu debute pelo Spurs. Em quatro minutos, Mills mostrou uma marcação enérgica em Nash, mas passou em branco no ataque.

Defesa

O primeiro tempo foi uma festa de pontos para os dois times. As defesas estavam desatentas e lentas. O segundo quarto acabou com o Spurs na frente por 62 a 57. Porém, o time texano começou a sentir que isso seria um problema no início do terceiro quarto, quando viu o Suns passar à frente no placar e abrir cinco pontos. No último quarto, o Spurs só permitiu 17 pontos do adversário, dez a menos que os 27  sofridos no segundo período. Shannon Brown, com 32 pontos, conseguiu sua maior pontuação na carreira.

Blecaute ofensivo

No quarto derradeiro, San Antonio chegou a abrir 12 pontos e ficou com a vitória na mão. Faltando quatro minutos e dezoito segundos para o fim do jogo, Tim Duncan fez o que seria o último ponto de quadra do Spurs. Uma sequência de erros ofensivos e pontos do Suns chegaram a assustar e colocar em dúvida o triunfo texano. A vitória só foi garantida quando Tony Parker acertou quatro lances livres nos segundos finais.

 Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 26 pontos e 11 rebotes

Tony Parker – 24 pontos e sete assistências

Kawhi Leonard – 14 pontos e sete rebotes

Manu Ginobili – 13 pontos, cinco assistências e cinco rebotes

Matt Bonner – Dez pontos e cinco rebotes

Phoenix Suns

Shannon Brown – 32 pontos e três assistências

Marcin Gortat – 21 pontos e 14 rebotes

Steve Nash – 16 pontos e oito assistências

Sebastian Telfair – 11 pontos