Spurs (29-14) @ Mavericks (26-20) – Balde de água fria

99×106

Após uma série de boas notícias, como a contratação de Stephen Jackson, a possível chegada de Patrick Mills e a vitória sobre o Oklahoma City Thunder, a torcida do San Antonio Spurs vivia momento de euforia. Uma vitória sobre o principal rival local poderia aumentar ainda mais essa empolgação. Porém, neste sábado (17), a equipe texana, jogando como visitane, perdeu para o Dallas Mavericks e perdeu a chance de manter a boa fase.

Dessa vez deu Mavs... (Danny Bollinger/NBAE/Getty Images)

Aproveitamento horrível

Em um jogo disputado, é inacreditável que uma equipe talentosa e competente como o Spurs acerte apenas 55,6% (10-18) de seus lances livres. Nem mesmo o Big Three teve aproveitamento razoável: Tim Duncan acertou 60% (3-5), Manu Ginobili 50% (1-2) e Tony Parker, cerca de 42,8% (3-7).

Na temporada, a equipe texana converte 72,1% dos lances livres que tenta – é o quinto pior aproveitamento de toda a liga. É preciso urgentemente treinar este fundamento. Se conseguisse uma porcentagem parecida com a do Mavericks, que acertou 84% de seus tiros, o Spurs teria marcado cinco pontos a mais. Poderia fazer diferença no fim!

Bem que ele tentou... (Danny Bollinger/NBAE/Getty Images)

Faltou fôlego

Na sexta, o Spurs venceu um jogo disputado contra o Thunder, decidido nos minutos finais. O Mavs, por sua vez, não atuava desde quinta, quando venceu o Bobcats em casa – ou seja, nem teve de viajar desde então. Isso fez diferença: em várias posses, os visitantes poderiam empatar ou passar à frente, mas faltou perna. É possível ver a diferença também pelos rebotes, dominados pelo time da casa: 48 a 35 neste fundamento a favor dos Mavs.

O lado bom

Jogando mal, o Spurs não deixou o Mavs abrir mais de 14 pontos de vantagem e levou o jogo até o fim com uma série de cestas de três no final do quarto período. O time de San Antonio, além de ter lampejos de talento, é organizado e tem cada vez mais defensores confiáveis – prêmio de consolação após a derrota.

Ele voltou!

Se Stephen Jackson exibir sempre o desempenho defensivo obtido contra o Mavs, a contratação do Spurs terá sido acertadíssima. O ala, que fez sua reestreia com a camisa preta e prata, foi o melhor marcador de Dirk Nowitzki na partida – dos 27 pontos marcados pelo alemão, a maioria veio quando o ala-pivô encontrou Matt Bonner ou DeJuan Blair pela frente. Kawhi Leonard também fez um bom trabalho, mas ficou menos tempo na cola co camisa 41 adversário do que o Capitão Jackson.

Descanso merecido

Depois de cair na estrada e encarar duas pedreiras seguidas – vencendo o Thunder e perdendo para o Mavericks – o Spurs volta para San Antonio e só entrará em quadra novamente na quarta, quando recebe o Minnesota Timberwolves. A partida é imperdível, pois, durante o jogo, a camisa de Bruce Bowen será imortalizada no AT&T Center.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 17 pontos, quatro rebotes e três tocos

Danny Green – 17 pontos (3-4 3 PT)

Tiago Splitter – 15 pontos e seis rebotes

Tony Parker – 13 pontos e 11 assistências

Dallas Mavericks

Dirk Nowitzki – 27 pontos, seis rebotes e quatro assistências

Jason Terry – 17 pontos (3-4 2 PT) e três rebotes

Rodrigue Beaubois – 16 pontos e oito rebotes

Jason Kidd – 14 pontos (4-5 3 PT), dez assistências e cinco rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 18/03/2012, em Resumo de Jogos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Valeu. Parker estava errando muito hoje.

  2. Pedro Nery

    Como já havio dito há alguns jogos antes .. a questão do lance livre tem que ser avaliado urgentemente!

  3. Ganhamos de vocês sem 2 titulares (Marion e Haywood) e 1 role player (West). Vocês são um lixo. Go Mavs.

  4. Esses torcedores que vem comentar aqui que são de outro time da nojo, eu sou Lakers, mas me refiro a quem vem pra xingar como esse do Mavs. Acompanho o Spurs também…

    • Tranquilo, Thiarles. Torcedores de outros times educados, como você, sempre são bem vindos no blog. Obrigado por acompanhar, espero que seja divertido também para quem não gosta tanto assim do Spurs!

      Nosso amigo acima esquece que, há menos de dois meses, vencemos o Mavs quando estávamos sem o Ginobili. Temporada Regular tem dessas.

  1. Pingback: A volta para casa nas palavras de Stephen Jackson | Spurs Brasil

  2. Pingback: Rapidinhas: Ginobili elogia Stephen Jackson e europeus cada vez mais longe do Spurs | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (30-14) vs Mavericks (27-21) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Primeira rodada dos playoffs chegando | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s