Jogador é burro em qualquer esporte…

Caindo no conceito...

Quem nunca criticou um jogador de futebol por trocar de time, por assinar um contrato ruim ou por criar intriga nos bastidores só para ser negociado? Essa é uma realidade pra lá de comum neste esporte, mas a falta de cérebro também atinge outras modalidades.

Ficamos sabendo na terça-feira de Carnaval que o ala-armador James Anderson, através de seu agente, estaria requisitando uma troca. Anderson foi a 20ª escolha do Draft de 2010 após construir uma boa carreira na Oklahoma State University, mas perdeu boa parte de sua primeira temporada por conta de uma fratura no pé.

Com a chegada do novo ano, esperava-se um novo James Anderson, mas o que estamos vendo é um jogador inconstante e pouco produtivo. O camisa 25 recebeu uma grande chance durante a ausência de Manu Ginobili. Sem o argentino, Gregg Popovich testou o ala-armador como titular antes de qualquer outro atleta – prova de que tinha confiança nele. James, todavia, decepcionou e foi perdendo espaço. Nesse meio tempo, surgiu o polivalente Danny Green, que, ao contrário de seu “rival”, abraçou a oportunidade que lhe foi dada e ganhou a simpatia de todos.

Além do “surgimento” de Danny Green, Anderson ganhou outro concorrente de peso: Gary Neal. O ala-armador, que havia sido operado para retirada do apêndice no final do último ano, reconquistou seus minutos rapidamente. Esse inchaço de alas no elenco colocou Gregg Popovich numa sinuca de bico. Com Green, Neal e Kawhi Leonard jogando bem, ficou difícil encontrar um espacinho para James Anderson.

Nesse meio tempo, a diretoria texana resolveu desistir da aposta feita em 2010. Ao invés de optar por exercer o terceiro ano de contrato do jogador, R.C. Buford e Gregg Popovich simplesmente deixaram ele livre para testar o mercado. Essa odisseia toda culminou com o polêmico – e suposto – pedido de troca anunciado ontem pelo jornalista Buck Harvey.

Anderson tem todo o direito de ir embora e procurar um time onde possa desenvolver seus talentos, mas acho que as coisas vêm caminhando de um jeito pouco inteligente. Primeiro que o San Antonio Spurs estava no meio de uma sequência de 11 vitórias consecutivas quando esse papo de troca surgiu, e segundo porque o atleta ainda tem chances de mostrar que tem potencial – vide a partida de ontem contra o Portland TrailBlazers, quando ele ficou em quadra por 35 minutos e foi muito mal. Se tivesse ido bem e se concentrasse nisso, com certeza colocaria uma pulguinha atrás da orelha do treinador, mas, como digo no título deste post, jogador é burro…

Digo mais: Anderson está num time forte, um dos favoritos ao título da NBA. Se estivesse na pele dele, esperaria até o final da temporada, tentaria dar meu melhor quando fosse chamado e sairia no meio do ano para quem me oferecesse um contrato mais vantajoso. Mas será que isso é difícil? Contra o Utah Jazz, por exemplo, o camisa 25 jogou boa parte do último período e foi muito bem – acertou até uma bola decisiva de três pontos.

Faço toda essa crítica pois fico chateado com esses rumores. Gosto do James Anderson e acho que ele tem futuro na NBA, mas infelizmente ele está tomando um caminho errado nesse começo de carreira. Ah, e prefiro nem entrar no mérito do relacionamento entre agentes e jogadores, pois tenho certeza que esse agente está “fazendo a cabeça” do seu jovem cliente…

Anúncios

Sobre Bruno Pongas

Acompanha o San Antonio Spurs desde 1998, já escreveu para o Spurs Brasil de 2008 a 2012, criou o Destino Riverwalk e agora volta à velha casa para dar seus pitacos sobre o San Antonio Spurs.

Publicado em 22/02/2012, em Na linha dos 3 e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 18 Comentários.

  1. Em certa forma eu acabo discordando. Tudo bem que ele teve oportunidade de mostrar seu arsenal ontem, com muitos minutos e não jogou realmente bem mas acredito que provavelmente o atleta não queira ficar esperando um papel secundário na equipe ou que POR UM MILAGRE nosso querido Pop dê mais minutos para ele mostrar seu jogo aos nossos olhos com tantas opções na equipe.

    Papel Principal:

    Ex: Jeremy Lin mofava no banco do GSW e basicamente não tinha função nenhuma, porém, trocou de equipe e nos Knicks (as estatísticas dizem tudo) se tornou um novo ídolo.

    Papel Secundário:

    Ex: Bruce Bowen tinha basicamente o papel de ser um marcador incansável no Spurs e mandar umas bolas de 3 da zona morta e também se tornou ídolo.

    Papel Nenhum:

    Ex: Kwame Brown é um grandalhão com mais de 2 metros e 10 centímetros de altura, com um físico invejável. Poderia ser muito bem aproveitado por QUALQUER equipe, porém, iria precisar de bons profissionais para melhorar sua técnica e seu jogo em geral. Daí ele ficou vagando de equipe em equipe, sem função nenhuma e provavelmente vai se aposentar sendo lembrado como … não, não vai bem ser lembrado.

    Sua opinião faz sentido, mas chamar de burro é um pouco de exagero.

    • Bruno Pongas

      Evanildo,

      Eu sei que chamar de burro é exagero, mas era esse mesmo meu intuito quando eu escrevi o texto.

      Eu entendi o que você quis dizer, mas só acho burrice o jogador forçar uma troca agora sendo que ele pode ganhar um título. Ele pode sair no final da temporada mais valorizado inclusive. Infelizmente o Anderson nao soube aproveitar as chances que teve, mas ele pode ter mais chances como a de ontem contra o Blazers. E se ele mostrar serviço? Será que mais equipes nao vao se interessar por ele? Sinceramente, pelo que ele mostrou até aqui na NBA fica difícil algum time apostar nele…

  2. Concordo com Evanildo.
    Chamar um jogador de burro eh meio que apelacao. Vc nao esta na pele dele pra saber o que ele esta passando, as dificuldades que encontra e com certeza o cara nao acorda em um belo dia e fala “vou sair de San Antonio”.
    Estar em um time que vc vai ser usado soh pq o time titular esta todo machucado ou cansado d+, eh esperar d+ da sua sorte. E se nenhum jogador que ja esta na rotacao for muito solicitado a partir de agora? Ele vai jogar soh garbage time… e mais nada…
    Eu acho que ele tem toda razao de querer sair do SAS, principalmente considerando que Pop ainda eh tecnico e provavelmente nao vai dar mtas chances pra ele.

    • Bruno Pongas

      Gustavo, as chances aparecem, basta você trabalhar duro. É só olhar o caso do Danny Green. O cara foi de esquecido no banco de reservas a titular em pouco mais de um mês. Ele simplesmente soube aproveitar a chance que lhe foi dada, algo que o James Anderson nao conseguiu quando teve a dele. E lembremos que quando o Manu machucou o Anderson foi o primeiro da fila a ganhar a chance de titular….

      • Ata, vc fala como se ele pudesse falar ” hj vou jogar bem” , ” ah, hj vou jogar de qualquer jeito”!
        Eu acompanho o blog já tem um tempão, e sinceramente, acho q vc foi mt infeliz neste post principalmente pelos termos q utilizou pra avaliar algo q vc provavelmente não vive p saber realmente como eh…

  3. “acho burrice o jogador forçar uma troca agora sendo que ele pode ganhar um título. Ele pode sair no final da temporada mais valorizado inclusive”

    Como já disse, respeito seu ponto de vista. Mas não ficaria todo orgulhoso de ser campeão em um time onde não trabalhei realmente em um papel que fez alguma diferença.

    Em relação em continuar para ser valorizado, tenho minhas sérias dúvidas. Todo jogador tem seu nível atual e seu potencial, porém, precisa de profissionais competentes que identifiquem o talento e saiba trabalhar com o mesmo. Só desejo que ele encontre uma equipe que de fato utilize seus serviços e possa atingir os objetivos de ambas as partes.

    • Bruno Pongas

      Claro, mas no fundo você sabe que tem seu suor naquilo. Você pode nao ser titular e tampouco um reserva muito utilizado, mas o jogador vai além disso, pois ajuda muito os companheiros nos treinos do dia-a-dia. Como eu disse na resposta acima para o Gustavo, o Danny Green soube esperar a chance dele e virou titular do dia pra noite. O James, lembremos, tinha total confiança de todos (foi o primeiro a ser titular quando Ginobili se machucou), mas infelizmente foi muito mal quando foi requisitado….

  4. Bem,creio que ele indica ser burro, não que ja seja um.Concordo quanto ao Danny Green, oportunidades dadas e conquistadas.So queria fzer um comparativo, muito apelativo por assim dizer,com Lebron,que,na minha opinião,tornou-se o caso mais burro dos ultimos anos na liga

  5. Bruno Pongas

    Gente, me desculpem, mas vocês estao se ofendendo por muito pouco. Se chamar alguém de “burro” é um xingamento imperdoável vocês precisam rever seus conceitos. Sem falar que é modo de dizer, é o meu ponto de vista. Acho que o cara está fazendo as coisas do jeito errado, mas isso é no meu modo de ver. Vocês têm todo o direito de enxergar o caso de outra maneira…

  6. Bruno Pongas

    Gustavo…

    Só para complementar. Você realmente nao escolhe se vai jogar bem ou vai jogar mal, mas você pode estar lá todas as noites jogando duro que uma hora sua oportunidade vai aparecer. Aconteceu com o Danny Green, como aconteceu um dia com o JJ Barea no Mavs e mais recentemente com o Jeremy Lin no New York Knicks. Volto a dizer: se o James Anderson quer ir para uma equipe onde possa ser titular ele tem todo o direito disso, mas no meu ponto de vista isso é burrice, já que ele pode ganhar um título agora e sair ao final da temporada bem mais valorizado. Isso sem falar que ele com certeza vai ter mais chances como a de Portland. Se ele for aproveitando as chances que têm as equipes vao ficar de olho nele. Nao quero que ele fique no Spurs pro resto da vida e que fique amargando o garbage time, mas acho que seria inteligente esperar mais um pouco. E outra, você duvida que os agentes façam a cabeça dos jogadores assim como os empresários fazem a cabeça dos atletas de futebol?

  7. Eu concordo com o texto e acho que está havendo um pouco de exagero nesses comentários. Qual é o problema de chamar o jogador de burro? Vai dizer que ninguém nunca chamou um jogador de burro na vida? Sei lá, não estou na cabeça do autor e peço que o mesmo me corrija se eu estiver errado, mas esse texto me pareceu mais em tom de desabafo do que qualquer outra coisa. Partilho da opinião dos colegas que acham que o James Anderson deva procurar o melhor para a sua carreira, mas ao mesmo tempo concordo que ele poderia ficar pelo menos até o final da temporada. A gente nunca sabe quando as oportunidades vão aparecer. Como bem citado, Danny Green teve sua oportunidade, com um pouco de sorte, claro, mas conseguiu se manter no time – isso porque ele veio da D-League, hein! Mas é isso pessoal. Acho que os ânimos se exaltaram à toa por aqui hehehe

  8. Só foram opiniões e análises diferentes e não vi o “burro” como forma de ofender. Desculpem qualquer coisa e vamos desejar que nosso Red Rocket esteja calibrado esta noite.

    Amém.

  9. Francisco Neto

    Eu já dei minha opinião sobre o James Anderson aqui

    O problema com ele já começou logo depois de ser draftado. Pra quem não sabe, o agente dele é o Andy Miller (mesmo agente de Garnett, Lowry, Billups. Kenyon Martin, etc). Enfim, é um agente com nome. Ele não ficou nada satisfeito quando San Antonio relutou em dar ao Anderson 120% do rookie contract dele, o que é dado a praticamente a todo rookie.

    Digamos que FO de San Antonio foi um pouco mesquinha com ele. A gota d’agua pra ele foi San Antonio declinar a opção de 3o ano do Anderson. É bem óbvio que o agente do Anderson não quer mais vê-lo em San Antonio e obviamente o Anderson não está contente lá também.

    Pra um jogador que foi “BIG 12 player of the year”, o desapontamento é grande de não vê-lo sequer jogando a 3a temporada com San Antonio. Eu nunca achei que ele tinha potencial de star (ball-handling dele é bem pobre pra um SG, ele só consegue criar o arremesso dele através de screens e não é muito explosivo/rápido). Achava sim que seria um bom jogador de rotação, desde que lhe dessem o papel certo, no time certo.

    E não dá pra reclamar que não teve chance. Alguém lembra o que aconteceu quando Manu se machucou ? Pop deu a titularidade pro Anderson num jogo contra GSW, logo no começo da temporada. Ele fez uma partida pífia e logo na outra partida o Danny Green começou a mostrar que tava em melhor forma que o Anderson. O resto é história.

    A única coisa que me deixa frustrado é o fato da front-office não conseguir sequer uma pick (nem que seja de 2o round) ou um jovem prospecto que não é usado em outro time (ex: Larry Sanders do Bucks, Craig Brackins do 76ers ou até mesmo um vet como o Tolliver que praticamante não tem espaço em Minny).

    Enfim, nem sempre as coisas saem como a gente prevê. No final das costas, só espero que a FO de San Antonio consiga trocá-lo antes da deadline de março.

    OBS: tempestade num copa d’água em relação à palavra “burro”. Acho que o Pongas só manifestou a enorme insatisfação com o Anderson. E sinceramente, eu to tão frustrado quanto ele em relação ao James Anderson

    abraço a todos

    • Bruno Pongas

      Francisco, fico grato pela compreensao. Pelo menos alguém entendeu o intuito do post =)

      Você colocou um ponto interessante. Eu nem lembrava desse negócio do contrato – e acho que o Spurs errou nesse ponto. Se draftou o cara em 20º poderia dar logo de cara o que geralmente se dá aos rookies, mas isso é história pra outro post – menos polêmico, eu espero hahaha

  10. Humberto Júnior

    Mudando completamente de assunto… Quando o T.J. Ford volta a jogar pelo Spurs? Tem algum tipo de previsão nesse sentido?
    Porque desde que ele se machucou não houve nenhum acompanhamento aqui no blog sobre quando ele iria voltar, se estava se recuperando, etc.

    • Bruno Pongas

      Olha Humberto. Essa é uma boa pergunta, porque nem na imprensa de San Antonio eu tenho lido sobre o T.J. Ford. Pelo jeito a contusao dele foi mais séria do que imaginávamos, mas espero que ele volte depois do ASG. Assim que vermos alguma novidade colocaremos aqui no blog :)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s