Os europeus do Spurs

O San Antonio Spurs é famoso por achar bons jogadores atuando na Europa. Só no elenco atual, temos Tony Parker, Manu Ginobili e Tiago Splitter, trazidos do Velho Continente via Draft, e Gary Neal, encontrado pela equipe texana enquanto jogava na Itália. Para quem não sabe, a franquia possui os direitos de mais sete jogadores que atuam do outro lado do oceano. E, nesta semana, surgiu uma notícia que mostra que talvez um deles possa se tornar o primeiro reforço para a próxima temporada: Olheiros foram enviados para a Europa para ficarem de olho em Viktor Sanikidze.

Eis o menino Sanikidze

Selecionado na 42ª segunda escolha do Draft de 2004 pelo Atlanta Hawks, Sanikidze foi trocado logo na sequência para o Spurs. Oito anos depois, parecia que o jogador ficaria esquecido na Europa e não viria para a NBA. Mas a movimentação da franquia texana parece demonstrar, mesmo que minimamente, algum interesse em contar com o georgiano. Vale lembrar que, apesar de ter sido draftado faz tempo, o atleta tem somente 25 anos e ainda tem muita lenha para queimar no basquete.

Sanikidze pode atuar nas posições 3 e 4. Na Europa, é conhecido por ter uma boa defesa e, principalmente, por sua boa impulsão e sua capacidade de pegar rebotes. Parecem ser predicados que o fariam se encaixar bem no time de Gregg Popovich. Nesta temporada, jogando na primeira divisão do Campeonato Italiano pelo Bologna, o georgiano tem médias de 13,2 pontos (48,9% FG, 32,5% 3 PT, 67,1% FT) e 10,7 rebotes em 31,8 minutos por exibição. Parece pronto para ajudar na encurtada rotação do garrafão texano.

Mas Sanikidze não é o único preparado para vir ajudar. Vale lembrar que, na troca que enviou George Hill ao Indiana Pacers, o Spurs adquiriu os direitos de Erazem Lorbek. Titular do Barcelona – uma das melhores equipes da Europa – o ala-pivô tem médias de 11,2 pontos (42,2% FG, 31,7% 3 PT, 87,5% FT) e 4,3 rebotes em 25 minutos por exibição. Prestes a completar 28 anos de idade, me parece que é agora ou nunca para o big man – se não for contratado na próxima offseason, tende a ficar esquecido na Espanha.

Também atuando na Espanha, Nando De Colo parece ter atingido um nível razoável de maturidade em sua carreira. Atuando pelo Valencia, o jogador, que pode atuar nas posições 1 e 2, tem 24 anos de idade e costuma ser figurinha carimbada nas convocações da França, quando atua ao lado de Parker. Nesta temporada, na Liga ACB, o armador tem médias de 12,8 pontos (45,4% FG, 41,2% 3 PT, 90% FT), 3,1 assistências e três rebotes para exibição. Só não aposto em sua contratação imediata porque, hoje, o Spurs não tem lugar na rotação para encaixá-lo.

Situação inversa à de De Colo vive Ryan Richards. Aos 20 anos de idade, o ala-pivô britânico ainda não é um jogador maduro – sequer atua em alto nível na Europa, já que joga pelo Lugano Tigers, da Suíça. Mas a falta de jogadores de garrafão do Spurs pode acabar acelerando a chegada do grandalhão, que, nesta temporada, apresenta médias de 11,2 pontos e 6,7 rebotes em 25,1 minutos por exibição.

Atualização: Bruno Pongas, blogueiro e canalha, informa que Ryan Richards deixou o Lugano Tigers por motivos pessoais. O ala-pivô britânico ainda está sem time.

O Spurs conta também com algumas apostas. São jogadores que ainda devem ficar um certo tempo na Europa para ver se desenvolvem um nível aceitável para a NBA. É o caso de Adam Hanga. Selecionado no Draft do ano passado, o ala-armador de 22 anos, que aposta no atleticismo e nas infiltrações como pontos fortes, está, pela primeira vez na carreira, atuando em uma liga de alto nível, a espanhola. Com o Assignia Manresa, tem médias de 7,2 pontos (33,8% FG, 16,7% 3 PT, 66,7% 3 PT) e 3,6 rebotes por jogo.

Mais aposta ainda é Davis Bertans, ala de apenas 19 anos que, aos poucos, vai aumentando o nível das competições que joga – acaba de ser contratado pelo Partizan, da Sérvia. O letão, que aposta nos arremessos de longa distância como ponto forte, começou a temporada no Union Olimpija, da Eslovênia, e, somando suas atuações pelas duas equipes, tem médias de 3,7 pontos (38,1% FG, 32,5% 3 PT, 66,7% FT) e 1,4 rebotes em pouco mais de 15 minutos por exibição na forte Liga Adriática. Aos poucos, tem ganho mais tempo de quadra em seu novo time.

O pivô lituano Robertas Javtokas completa a lista de Europeus ligados ao San Antonio Spurs. Conhecido por sua presença de garrafão e por sua defesa, o jogador, que atua pelo Zalgiris, da Lituânia, tem médias de 6,5 pontos (51,2% FG, 41,2% FT) e 5,1 rebotes em cerca de 23,5 minutos por embate na Euroliga. Mas o lituano está prestes a completar 32 anos e dificilmente será aproveitado pela franquia texana.

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 19/02/2012, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Bruno Pongas

    Peskover, só um adendo. Eu acho que o Richards saiu desse time da Suíça…

  2. Putz, verdade! Boa! Acrescentei uma atualização

Deixe uma resposta para Bruno Pongas Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s