Arquivo diário: 31/01/2012

Rapidinhas: Ginobili já treina com bola, Malone quase foi do Spurs e Carlisle rasga elogios a Popovich

Manu deverá voltar durante a Rodeo Trip

Manu Ginobili está sumido dos noticiários. Pouco se fala do argentino desde que ele se machucou no último dia 2 de janeiro. Sorrateiro, o camisa 20 vem se recuperando rapidamente e já treina com bola.

“Ele já está tentando alguns arremessos de média distância com a esquerda”, disse o técnico Gregg Popovich na segunda-feira. “Manu será liberado para treinos de um contra um em cerca de uma semana”, completou o treinador.

De acordo com os médicos e com o próprio Popovich, Ginobili deverá voltar em algum dos jogos da Rodeo Trip (entenda neste artigo do Victor Moraes o que é a Rodeo Trip) – série de nove partidas consecutivas fora de casa que o San Antonio Spurs fará em fevereiro.

E mais…

Karl Malone quase foi jogador do Spurs

O ala-pivô Karl Malone saiu do Utah Jazz babando por um título. Na busca incessante pelo primeiro anel, o ex-jogador decidiu escolher o Los Angeles Lakers, mas confessa que gostaria de ter ido para o San Antonio Spurs. Malone, que na época (2003) estava em dúvida entre Lakers e Spurs, acabou preferindo o time californiano por um único motivo: San Antonio acabara de ganhar mais um título. Pois é! Malone escolheu Los Angeles com medo de ficar estigmatizado como o cara que deixou o Jazz para jogar na equipe que havia conquistado o anel no ano anterior. “Eu estava no Arkansas (em 2003) e tinha decidido ir para quem perdesse o campeonato. Torci para o Spurs perder, assim poderia me juntar a eles, mas eles ganharam”, explicou o ex-atleta em entrevista recente.

Vendo esse lance, acham que Malone daria certo no Spurs?

Carlisle acredita que Pop é o melhor técnico da NBA

Carlisle aplaude Pop de pé

O técnico do Dallas Mavericks, Rick Carlisle, rasgou elogios a Gregg Popovich após a partida entre Spurs e Mavs, no domingo. Carlisle ficou impressionado com a reviravolta do rival, que perdia por 18 pontos no terceiro período e acabou levando a partida para o tempo-extra – isso tudo com o time reserva. “Eu acho que ele é o melhor treinador que tem porque todos os atletas funcionam em seu sistema em alto nível”, elogiou, antes de afirmar que Pop é mestre em extrair o máximo de seus jogadores.

Malcolm Thomas vai para o Austin Toros

O ala-pivô Malcolm Thomas foi enviado para o Austin Toros, equipe filiada ao San Antonio Spurs na D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA). Thomas entrou em quadra em três oportunidades com a camisa do Spurs e poderá ganhar novas chances futuramente caso se destaque na NBDL.

Anúncios

Spurs (13-9) @ Grizzlies (10-10) – Como nos velhos tempos

San Antonio Spurs83X73Memphis Grizzlies

O San Antonio Spurs viajou até Memphis e tirou uma grande vitória da cartola. Com destaque para o novato Kawhi Leonard e para o sempre criticado Matt Bonner, os comandados de Gregg Popovich venceram por 83 a 73. Vamos aos destaques da noite.

Foto do Bonner no resumo para todos ficarem felizes

Defesa como nos velhos tempos

Lembram da época em que o Spurs tinha a melhor defesa da NBA? Saudades, certo? Ontem, diante do Grizzlies, emplacamos uma defesa que em muito lembrou os gloriosos tempos de Bruce Bowen e companhia. Destaco aqui o novato Kawhi Leonard, que trouxe uma grande energia para quadra e foi implacável contra Rudy Gay. O ala adversário, que tem média de quase 18 pontos por jogo, foi simplesmente anulado pelo jovem Leonard. Em quase 35 minutos, o astro rival anotou apenas um ponto (0-7). Kawhi, de quebra, deixou a quadra com mais um double-double: 12 pontos e dez rebotes.

Bem que podia ser sempre assim

Matt Bonner é um jogador interessante (que o Lucas Pastore me perdoe), mas peca – e muito – por sua inconstância. Bonner é capaz de fazer 20 pontos numa partida e zerar na outra – fato que faz com que muitos torcedores o odeiem. Ontem, o Red Rocket teve uma de suas noites inspiradas. O ruivo mais querido do Texas fez 15 pontos (5-9 de longa distância) e foi fundamental para o triunfo.

Gasol e companhia tiveram dificuldade para pontuar

O rei do primeiro quarto e o nosso melhor reserva

“O DeJuan Blair está bem hoje”. Essa foi a frase de um dos participantes do boteco virtual do Spurs Brasil no Facebook durante o primeiro quarto. Alguém já reparou que o Blair sempre joga muito no primeiro período? Queria entender isso, sinceramente. Se ele fizesse sempre o que faz nos primeiros quartos, Gregg Popovich teria um pivô titular por anos e anos. Infelizmente a realidade é outra. Por outro lado, gostaria de elogiar novamente o ala Danny Green. Desde que ganhou a confiança do treinador, Green vem fazendo um trabalho impecável – tanto na defesa quanto no ataque. Na defesa ele ainda mostra algumas deficiências, mas no geral é bem eficiente. No ataque, por sua vez, Danny vem mostrando ser muito criativo e até decisivo. Ontem, ele esteve em quadra por quase 31 minutos e fez 11 pontos, quatro rebotes e quatro roubos de bola.

Próxima parada

Depois dessa sequência complicada, o San Antonio Spurs volta para casa e recebe o Houston Rockets. Será o quarto encontro entre as equipes na temporada e o sexto se levarmos em conta a pré-temporada. No retrospecto total, vantagem para os nossos rivais texanos, que venceram três dos cinco duelos disputados até aqui.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Matt Bonner – 15 pontos e três rebotes

Tim Duncan – 14 pontos, seis rebotes e quatro assistências

Kawhi Leonard – 12 pontos e dez rebotes

Danny Green – 11 pontos, quatro rebotes e quatro roubos de bola

Memphis Grizzlies

O.J. Mayo – 17 pontos e três rebotes

Mike Conley – 15 pontos e três assistências