Arquivo diário: 25/01/2012

Bruce Bowen fala sobre a honra de ter número aposentado

A notícia de que Bruce Bowen teria o número 12 aposentado pegou todos de surpresa em San Antonio. Lisonjeado, o ex-jogador falou pela primeira vez sobre o fato ao site oficial do San Antonio Spurs. Confira abaixo as melhores frases.

Spurs – Qual é o significado de ter seu número aposentado junto a outros grandes nomes?

Bruce Bowen – Só de ser mencionado e de estar ao lado desses caras já é uma honra para mim. Quando falamos de criar um legado as pessoas dizem: “você deveria ter o número aposentado”. Acontece que eu nunca joguei esse jogo para ter meu número eternizado. Tenho sorte de ter tido essa oportunidade por causa do Tim (Duncan), d0 Tony (Parker) e do Manu (Ginobili) – esses caras e obviamente por Pop (Gregg Popovich) e Peter Holt (dono do Spurs). Pop por enxergar longe e dar uma chance a um jovem atleta como eu naquela época. Holt por me dar a oportunidade de me sentir especial ou importante como qualquer outro jogador que já tivemos.

Spurs – Você pensou que algum dia teria sua camisa aposentada?

Bruce Bowen – Nunca pensei sobre e isso e também nunca almejei algo desse tipo. Na verdade eu aprecio mais a camaradagem e o relacionamento que desenvolvi com as pessoas daqui ao longo dos anos. Tive todas essas pessoas especiais em minha vida por causa do Spurs. Pop, Tim, Tony, Manu, Brett Brown, Mike Budenholzer, Don Newman – todos eles tem um lugar especial aqui dentro porque estiveram comigo desde o início.

Spurs – Ter seu número aposentado é um tributo a você, ao seu jogo e ao seu envolvimento com a comunidade. De que forma você acredita que isso está conectado aos torcedores?

Bruce Bowen – Sempre disse que todos nós temos algum talento. Você é quem decide o que fazer com essas habilidades, pois pode maximizá-los ou simplesmente se acomodar. Quase ninguém tem a velocidade do Tony, quase ninguém é criativo como o Manu e aí temos o Tim, que é o pivô mais talentoso com quem já joguei e é um futuro membro do Hall da Fama. Tendo dito isso, pra mim o grande lance foi extrair o máximo do talento que me foi dado. Fui bom na defesa e consegui maximizar isso. Na parte defensiva, sobretudo, o desejo é muito importante. Você pode estar longe de ser um Tony Parker, um Manu Ginobili ou um Tim Duncan, mas você pode ser um Bruce Bowen se conseguir se manter focado. Acho que por isso que as pessoas tinham um relacionamento próximo a mim, viram alguém que apenas deu tudo de si quando estava dentro de quadra. Sempre dei muito valor ao fato de poder estar em quadra todas as noites. Acho que por conta desse meu apreço que as pessoas me viram jogar no nível que joguei.

Anúncios

Spurs (11-7) vs Hawks (13-5) – Temporada Regular

Robson Kobayashi

San Antonio Spurs vs Atlanta Hawks – Temporada Regular

Data: 25/01/2012

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Após sofrer para derrotar a equipe de New Orleans Hornets na segunda-feira (23), os texanos voltam para casa para receber o forte time do Atlanta Hawks nesta quarta (25).

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG Richard Jefferson

SF – Kawhi Leonard

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de olho – O veterano mostrou na última partida que a experiência vale mais nos momentos decisivos. Duncan tem médias de 13,5 pontos e 7,3 rebotes na temporada.

Golden State Warriors

PG – Jeff Teague

SG – Joe Johnson

SF – Marvin Williams

PF – Josh Smith

C – Zaza Pachulia

Fique de olho – Parar o embalado Hawks será complicado. Os visitantes têm sido liderados por Joe Johnson, que tem média de 19,1 pontos e é a principal arma ofensiva da equipe.