Arquivo diário: 24/09/2011

Locaute: Chance para expandirmos os horizontes

Pois é amigos… o que desde cedo parecida inevitável aconteceu: o locaute oficialmente atrapalhou a temporada 2011/2012 da NBA. A liga anunciou o adiamento dos campos de treinamento e o cancelamento dos jogos de pré-temporada que aconteceriam entre 9 e 15 de outubro – neste período, o San Antonio Spurs jogaria duas vezes contra o Sacramento Kings e uma contra o New Orleans Hornets. Parece que o problema não terá uma solução tão cedo. E nessa história, como ficam nós, fãs da liga americana de basquete?

Sem NBA, que tal o NBB?

Para mim, a princípio, me parece uma boa oportunidade para expandirmos nossos horizontes no esporte. Recentemente, a Copa América e o Eurobasket mostraram que há, sim, basquete de altíssimo nível fora dos Estados Unidos. Jogadores como Bo McCalebb e Jack Martínez provaram que existe vida inteligente fora da NBA. Quem sabe essa não seja uma boa oportunidade para nos identificarmos com novos jogadores e, em seguida, passarmos a acompanhar novos times e ligas? Foi assim que eu passei a seguir o Spurs mais de perto, depois de me encantar com as exibições de Manu Ginobili durante a Olimpíada de Atenas-2004.

Outro exemplo de bom jogador que atua fora da NBA é Rafael Hettsheimer, o novo herói nacional. Isso porque o basquete brasileiro vive um grande momento, sem dúvidas o melhor desde que comecei a acompanhar a modalidade. E, para nossa alegria, teremos a sorte de acompanhar a Seleção Brasileira em breve novamente. Rubén Magnano anunciou nesta semana os convocados para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011 e sete atletas que fizeram parte da histórica campanha do Brasil na Copa América estão na lista. Os jogos de basquete acontecerão entre 26 e 30 de outubro e, por isso, Hettsheimer não poderá estar presente, já que os campeonatos na Europa já estarão em andamento. Mas Tiago Splitter está entre os convocados e, se o locaute durar até lá, deverá ser presença certa nas quadras mexicanas.

Por falar nisso, essa parece ser uma boa oportunidade para nos aproximarmos do basquete doméstico. É verdade que o NBB ainda dá seus primeiros passos em termos de qualidade, mas passos que parecem ser largos. Nomes cada vez mais importantes estão sendo contratados pelas equipes brasileiras – vale lembrar que, dos 12 jogadores que garantiram a classificação da Seleção para a Olimpíada de Londres-2012, sete começarão a temporada no país: Nezinho, Alex e Guilherme Giovannoni, do Brasília; Vitor Benite, do Limeira; Marquinhos, do Pinheiros; e Marcelinho Machado e Caio Torres, do Flamengo. O rubro-negro carioca conta ainda com Federico Kammerichs, que foi titular da Argentina enquanto Andres Nocioni esteve indisponível na Copa América.

A primeira boa oportunidade para vermos as equipes da casa em ação será a Liga Sul-Americana. O grupo A da competição será disputado no EC Pinheiros, em São Paulo – é o único que terá jogos no Brasil. Além do time paulistano, Arrieros de Medelin (COL), Biguá (URU) e Obras Sanitárias (ARG) estão no grupo. Será um bom teste para a experiência que Marquinhos adquiriu em Mar del Plata.

Anúncios