Arquivo diário: 11/09/2011

Argentina conquista a Copa América

Neste domingo (11), a Argentina sagrou-se campeã da Copa América de basquete masculino. Jogando em Mar del Plata (ARG), o time da casa suou para derrotar um valente Brasil por 80 a 75, em grande partida do carrasco Luis Scola, que anotou 32 pontos no jogo. As duas equipes estão classificadas para a Olimpíada de Londres-2012.

Valeu, Brasil!

Armador do San Antonio Spurs, Manu Ginobili foi eleito membro do quinteto ideal do torneio. Porém, no jogo deste domingo, foi bem marcado por Alex e limitado a oito pontos (2-9 FG, 0-3 3 PT, 4-7 FT), quatro rebotes e três assistências em 30 minutos. Seu companheiro na equipe texana, o pivô Tiago Splitter, deixou a quadra com 12 pontos (5-10 FG, 2-6 FT), cinco rebotes e três assistências em 22 minutos.

Além de Brasil e Argentina, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália e Tunísia já estão garantidos nos Jogos de 2012. Restam seis vagas – as duas europeias serão definidas no sábado, enquanto a asiática sai no dia 25. As outras três seleções que irão a Londres serão conhecidas após o Pré-Olímpico Mundial, que acontecerá em julho do ano que vem.

O domingo também foi dia de rodada no Eurobasket. Em partida válida pelo equilibrado grupo E da competição, a França, já classificada, poupou Tony Parker e Joakim Noah e acabou caindo diante da forte Espanha: 96 a 69. Ligado ao Spurs, o armador Nando De Colo veio do banco e atuou por 27 minutos, anotando dez pontos (5-13 FG), quatro rebotes, duas assistências e uma roubada de bola.

A Lituânia, por sua vez, fez a festa da torcida local ao vencer a Alemanha por 84 a 75. Os lituanos contaram com oito pontos (1-3 FG, 6-8 FT) e sete rebotes do pivô Robertas Javtokas, que atuou por 20 minutos no embate. Com o resultado, a equipe se classificou para a próxima fase da competição, se juntou aos franceses e eliminou os alemães.

Anúncios

Suado, sofrido e enfim conquistado

Que Argentina e Brasil eram favoritos às vagas olímpicas todo mundo já sabia. Mas ninguém esperava que a classificação viesse com tanta emoção. A Copa América ainda não acabou, mas o seu principal atrativo, e objetivo buscado por todas as seleções, já foi alcançado. As duas vagas para as Olimpíadas de Londres-2012,já têm dono. Neste sábado (10), Brasil e Argentina bateram República Dominicana e Porto Rico, respectivamente, nas semifinais  e já comemoram. A final será disputada neste domingo (11), as 21h, mas ninguém está realmente preocupado com isso.

Vamos aos jogos. Os primeiros a entrar em quadra foram Brasil e República Dominicana. O jogo começou nervoso, apertado e com poucos pontos. O pivô do San Antonio Spurs Tiago Splitter não jogou bem. Tomou vários tocos logo no começo, fez algumas faltas e logo foi pro banco.

Tiago deu lugar ao novo ídolo Rafael Hettseimer, que fez mais uma partida memorável, se consagrando como um dos heróis da classificação ao anotar 14 pontos e oito rebotes. Mas hoje Rafael não foi o melhor jogador brasileiro a vir do banco. Hoje a noite era de outro. Outro que há anos luta pela seleção e nunca teve a chance de jogar uma Olimpíada. A noite de hoje foi de Marcelinho Machado, o jogador mais velho do time brasileiro. 36 anos e uma mão ainda calibrada. Só de três pontos foram cinco arremessos bem sucedidos. 20 pontos, cestinha da partida, além das quatro assistências distribuídas, fizeram de Machado o nome do jogo.

Não podemos esquecer do grande armador brasileiro, outro Marcelo, que mais uma vez mostrou que um jogador eficiente desta posição pode fazer muitas assistências e também muitos pontos. Os números de Marcelinho Huertas provam isso: 19 pontos e sete assistências em 40 minutos em quadra.

Festa brasileira em Mar del Plata, a vaga é nossa! Foto: AP

O Brasil não conseguiu disparar no placar em nenhum momento. Seguido bem de perto pela República Dominicana, apenas nos segundos finais o time brasileiro teve a certeza da classificação. A comemoração foi de final de campeonato. O Brasil, depois de 16 anos, terá o privilégio de jogar o Jogos Olímpicos. Placar final: 83 a 76.

Todos os jogadores foram importantes nessa vitória e na escalada para a vaga olímpica. Todos são peças de uma mesma máquina, que unidas trouxeram felicidade para os fãs do basquete brasileiro. Os nomes dos 12 heróis são: Huertas, Alex, Marquinhos, Giovannoni, Splitter, Luz, Machado, Hettsheimer, Benite, Luz, Augusto, Nezinho e Caio Torres. Por fim, é claro, o técnico Rubén Magnano, que soube organizar esses guerreiros e formar um time unido e focado.

Depois de toda a comemoração brasileira, os argentinos entraram em quadra. Determinados e com o apoio da torcida, em Mar del Plata, o time de Manu Ginobili tinha tudo para conquistar a vaga com facilidade e festejar em sua terra natal. Mas as coisas não foram tão simples assim. A Argentina bateu de frente com uma seleção porto-riquenha muito determinada. O time de J.J. Barea e Carlos Arroyo estava determinado a roubar a glória dos donos da casa. O jogo foi disputadíssimo e apenas no segundo final soube-se o vencedor. Um arremesso de três pontos, de Barea, encontrou o aro e não entrou. O ginásio Ilhas Malvinas explode. A comemoração não podia ser maior. Nem deve ser caso o time seja campeão amanhã. A emoção da vaga olímpica em casa só pode ser descrita por um argentino. Um dos 12 da seleção, ou um dos outros tantos torcedores. A segunda vaga é da Argentina. Placar final: 81 a 79.

Argentina também conquistou a vaga. Foto: AP

Ginobili foi um dos destaques do jogo, fazendo cestas de três ponto, nos momentos em que sua seleção mais precisou. Seus números finais foram 23 pontos (1-2 FG, 6-9 3 PT) e sete assistências distribuídas. Mas o cestinha da partida foi Luis Scola, que, com 27 pontos (12-17 FG) e três assistências, foi de fundamental importância nessa partida e em toda a competição.

A final de amanhã será apenas um jogo para decidir qual dos campeões levantará a taça. Porque final de verdade foi hoje – aliás duas finais, duas vagas conquistadas, dois campeões. Argentinos e brasileiros podem comemorar, o basquete sul-americano será bem representado em Londres 2012.

O sábado também foi dia de basquete na Europa. Mas não reservou boa sorte para dois jogadores ligados ao San Antonio Spurs. Pela Eslovênia, Erazem Lorbek anotou quatro pontos e quatro rebotes na derrota da Eslovênia por 68 a 59 diante da Macedônia, a sensação da competição. Já na Georgia, Viktor Sanikidze fez boa partida, somando 16 pontos e nove rebotes, mas seu time acabou perdendo por 87 a 73 para a Finlândia.

E mais…

Manu Ginobili pode jogar na Itália

De acordo com o site FOX Sports SouthwestManu Ginobili poderá jogar na Itália. O acordo acontecerá se o locaute da NBA se prolongar. O seu agente recentemente confirmou, para o site MySanAntonio.com,  que o antigo time do ala-armador, o Virtus Bologna, fez uma proposta. Manu ainda não decidiu seu futuro e nem comentou sobre o interesse italiano.