Arquivo diário: 16/07/2011

Venham para o Brasil!

O loucate da NBA é pra lá de triste. Tudo bem, eu sei que estaríamos sem jogos da liga americana nesta época de qualquer maneira. Mas a incerteza em relação à próxima temporada incomoda bastante. Incerteza essa que levou alguns jogadores a assinarem com times europeus: o principal deles foi Deron Williams, contratado pelo Besiktas, da Turquia. Isso me leva a sonhar: será possível vermos jogadores atuando por equipes brasileiras enquanto a temporada 2011/2012 não começa?

Granger preocupado com a marcação de Marcelinho Machado

O ala Josh Childress pode ser nosso aliado nessa causa. O jogador, que passou pelo Olympiacos entre sua saída do Atlanta Hawks e sua chegada ao Phoenix Suns, disse que não é uma boa ideia ir para a Europa. Segundo o atleta, lá os técnicos são exigentes demais, e não gostam de lidar com estrelas. Além disso, disse que os esquemas táticos são muito lentos e rigorosos, impedindo o uso de individualidades.

Se jogadores dispostos a ganhar dinheiro durante o locaute aceitarem esses argumentos, porque não vir jogar no Brasil? Claro que é impossível imaginarmos Kobe Bryant, LeBron James ou Tim Duncan atuando em nosso país (pelo menos em jogos oficiais). Mas, se nosso campeonato ainda está engatinhando na parte técnica, nosso mercado é, talvez, o mais atrativo da América Latina – desde que o NBB começou, as equipes brasileiras conseguiram contratar jogadores de destaque que atuavam em países vizinhos.

Os próprios jogadores brasileiros que atuam na NBA poderiam ajudar com a causa. Anderson Varejão já conseguiu trazer Danny Granger para o país. Claro, foi para um jogo festivo, mas será que o ala não gostou da recepção que encontrou? Granger parece um sonho distante, mas será que Drew Gooden, que também participou daquela partida, é um alvo impossível? Para nós, torcedores do San Antonio Spurs, seria bacana até mesmo a presença de Keith Bogans, ala-armador que já atuou pela equipe texana.

A presença de um ou dois jogadores da NBA poderia ser o combustível que o NBB precisa para, enfim, atrair torcida para os ginásios. Eu mesmo, apaixonado por basquete, tenho pouca motivação para assistir a jogos do Paulistano e do Pinheiros aqui na cidade de São Paulo. São clubes de pouco apelo popular, e ainda existe a dificuldade de acesso (não tenho carro, acho que preciso de um aumento aqui no Spurs Brasil). Mas imagine quantos fãs como eu existem por aí, precisando apenas de um pequeno empurrão para que passem a frequentar as quadras da nossa liga nacional. A partir daí, pegar simpatia por uma equipe e virar presença certa nas partidas torna-se viável.

Sonhando alto, a presença de um Danny Granger da vida podia até mesmo fazer com que alguns jogos do NBB fossem transmitidos em rede nacional – quem sabe na Globo, aos domingos de manhã, durante o Esporte Espetacular? Sem dúvidas, seria um incentivo incrível para que o basquete crescesse ainda mais no Brasil.

Spurs Brasil apresenta novidades

Amigos leitores, o blog preferido de vocês (por favor, não me desmintam na caixa de comentários) tem uma novidade na barra lateral direita. Lá no final, estamos atualizando nossos links, com as melhores páginas sobre outras franquias da NBA, os melhores blogs de basquete do Brasil e os melhores sites americanos sobre o Spurs.

Além disso, nessa semana vamos estrear uma parceria com o Pounding the Rock, site situado nos Estados Unidos e especializado no San Antonio Spurs. Durante a offseason, o Spurs Brasil será o fornecedor oficial de notícias sobre o Tiago Splitter. Tudo graças ao sucesso da entrevista que nosso blogueiro Victor Moraes fez com o pivô. Obrigado a nossos leitores por nos ajudarem a conquistar esse espaço!