Letônia cai diante do Brasil

Em uma noite muito boa para os brasileiros, a Letônia perdeu pela segunda vez seguida no Mundial sub-19 de basquete. O ala Davis Bertans fez uma partida com altos e baixos, e não conseguiu ajudar seu time a segurar a ofensiva brasileira nesta segunda-feira.

FIBA Archive

A Letônia começou jogando melhor, e chegou a terminar o primeiro quarto com um ponto de vantagem. Mas até o final da primeira etapa, o Brasil já havia tomado a frente com jogadas rápidas, contra-ataques objetivos e bolas de três pontos. Com apenas alguns minutos, os sul-americanos abriram a vantagem no placar que não perderiam até o fim da partida. Davis terminou o primeiro tempo com apenas seis pontos.

Depois de voltar do vestiário, o Brasil continuou esmagador e chegou a abrir 21 pontos. Os jovens letões não demonstravam qualquer tipo de reação. Contudo, no fim do terceiro quarto, Bertans fez sete pontos seguidosna tentativa de colocar a Letônia de volta na partida.

A esperança de reação dos donos da casa acabou quando, mais uma vez, Davis se complicou com o excesso de faltas. Com quatro, o jovem foi para o banco e pouco contribuiu no último quarto. Seus números finais foram 15 pontos, quatro rebotes e duas assistências (43% FG, 20% 3PT, 100% FT). O time brasileiro apenas fez sua parte, com um ataque sólido e efetivo, e garantiu a vitória por 88 x 73.

No lado brasileiro o armador Raulzinho fez mais uma ótima partida no Mundial. Seus 19 pontos em apenas 18 minutos, o garantiu como  cestinha da seleção brasileira. O ala Bruno Irigoyen com três bolas de 3 pontos e 17 pontos no total também se destacou na vitória.

Sobre Juliano Medeiros

Jornalista em formação, estagiário do Caderno Jogada, do Diário do Nordeste, fã do San Antonio Spurs e apaixonado por basquete.

Publicado em 04/07/2011, em Mundial Sub-19 2011, Notícias. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. parece que o Brasil tem um bom futuro pela frente no basquete.Só que a mídia aki não ajuda,é sempre futebol,futebol e mais futebol

  2. O Bertans tem que melhorar o posicionamento dele, e ser mais agressivo. É muito bobão em quadra. Mas o arremesso dele é realmente muito bom.

  3. Victor Moraes

    Assistindo o jogo de hoje, deu pra perceber que nessa seleção ele está jogando completamente fora de posição. Pelo menos em relação àquilo que se falava dele na época do draft. Ele foi escolhido como um SF alto e arremessador, mas na Letônia vem atuando como pivô ou ala/pivô, continua arremessando de longe, mas vem sendo forçado a brigar lá em baixo, principalmente na defesa, o que não parece ser muito a dele.

    O lado bom é que isso pode fazer dele um cara mais completo. Sendo forçado a jogar mais embaixo, ele pode estar apredendo um pouco mais do que só arremessando de três.

    Quanto ao Brasil, é um time muito, mas muito bom. Podemos brigar deigual pra igual com as principais seleções do mundo na categoria. Com um pouco de sorte e pinta uma medalha.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s