Draft 2011 – Palpites

Hoje, dia do Draft, chega ao fim a série especial de posts Na Linha dos 3 que o Spurs Brasil preparou sobre o recrutamento de calouros. Depois de falar sobre os armadores, os jogadores da posição 3 e os atletas de garrafão que a comissão técnica do San Antonio Spurs avaliou nas últimas semanas, vamos agora a uma série de palpites sobre o evento, que acontece na noite desta quinta-feira (23).

O pivô Jeremy Tyler, que joga no Japão, é o principal favorito dos sites especializados em Draft para ser escolhido pelo Spurs na primeira rodada hoje à noite

Primeiramente, veja a seguir quem os principais sites americanos especializados em NBA dizem que o Spurs vai selecionar no Draft*:

  29ª escolha 59ª escolha
DraftExpress Nikola Mirotic, PF Cory Joseph, PG/SG
NBADraft.net Kyle Singler, SF Michael Dunigan, PF
Draft Insider Jeremy Tyler, C Chandler Parsons, SF
Hoops World Justin Harper, PF Xavier Silas, SG
Hoops Report Davis Bertans, SF Lavoy Allen, PF
NBA.com 1 Jeremy Tyler, C
NBA.com 2 JaJuan Johnson, PF
SI.com Jeremy Tyler, C
Inside Hoops Shelvin Mack, PG/SG
SB Nation JaJuan Johnson, PF

* Informações colhidas no último domingo

Como vocês podem ver, a grande maioria de especialistas acredita que o Spurs usará sua escolha de primeira rodada – a 29ª do próximo Draft – para selecionar um jogador de garrafão. E o favorito é o pivô Jeremy Tyler, que na última temporada defendeu o Tokyo Apache, do Japão. Outro que apareceu mais de uma vez foi o ala-pivô JaJuan Johnson, que acaba de encerrar sua quarta e última temporada no basquete universitário jogando por Purdue. Você pode ver o perfil dos dois na terceira parte deste especial.

Dentre aqueles que ampliam seus Mock Drafts para a segunda rodada, a maioria acredita que o Spurs vai usar sua segunda escolha – a 59ª do recrutamento – para selecionar um jogador de perímetro. Porém, nenhum nome se repetiu. Poucas conclusões podem ser tiradas desta análise comparativa neste ponto.

Particularmente, vejo um só caminho para o Spurs hoje: draftar um ala e um jogador de garrafão. É bem verdade que a comissão técnica da equipe texana trabalhou com muitos atletas das posições 1 e 2 nas últimas semanas, mas acho que o objetivo era apenas não deixar um jovem talentoso passar despercebido. Por isso, salvo qualquer novidade de última hora – como uma possível troca ou, como falei, um “achado” dos olheiros da equipe, como foi George Hill – um homem para a posição 3 e um big man devem ser os escolhidos hoje. Resta sabem em qual ordem.

Particularmente, creio que um ala-pivô ou pivô deve ser prioridade. No perímetro, bem ou mal a equipe consegue se virar com Richard Jefferson, Danny Green e, talvez, James Anderson e Da’Sean Butler, apostando também na improvisação de George Hill, Gary Neal e Manu Ginobili quando Gregg Popovich resolver usar formações mais baixas. No garrafão a situação é mais grave: o setor já era uma carência do elenco, e deve ficar ainda mais enfraquecido com a aposentadoria de Antonio McDyess. Restariam apenas Tim Duncan, Tiago Splitter, DeJuan Blair e Matt Bonner no plantel.

Se essa for também a linha de raciocínio da franquia, creio que o pivô montenegrino Nikola Vucevic, se chegar até a 29ª escolha, pode ser a aposta do Spurs. Caso contrário, Jordan Williams pode ser uma opção, assim como Tyler e Johnson, “favoritos” nos Mock Drafts. Na segunda rodada, o único ala apontado por especialistas foi Chandler Parsons, mas acredito que DeAndre Liggins, se chegar até a 59ª escolha, e David Lighty sejam os favoritos.

Porém, rumores dizem que o Spurs prometeu draftar Davis Bertans na primeira rodada. Se o perímetro for prioridade, então Kyle Singler se transforma na principal atlernativa para o citado jogador letão. Jimmy Butler pode ser opção se os dois primeiros não chegarem até a 29ª escolha. Deste modo, o ala-pivô Lavoy Allen, citado em um dos Mock Drafts, passa a ser uma alternativa para a segunda rodada, assim como o também big man Malcolm Thomas.

Vale lembrar que também existe a possibilidade de o Spurs fazer trocas para conseguir escolhas mais altas. Deste modo, o comportamento da franquia texana no recrutamento de hoje passaria a ser imprevisível.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 23/06/2011, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.