Arquivo diário: 20/05/2011

Spurs inicia testes para o Draft

*Com Glauber da Rocha

Justin Harper (de vermelho) parece ser uma das principais apostas do Spurs no draft

Com a queda na primeira rodada dos Playoffs diante do Memphis Grizzlies, o San Antonio Spurs já começou a pensar na próxima temporada. De acordo com os sites Project Spurs e Pounding The Rock, o corpo técnico da equipe texana fará testes com os prospectos do próximo draft, que acontecerá no dia 23 de junho.

Para o perímetro, o primeiro observado foi o armador Andrew Goudelock. Em seu quarto atuando pelo Charleston Cougars, o jogador disputou 37 jogos e anotou em média 23,7 pontos (45,5% FG, 40,7% 3 PT, 82,1% FT), 4,2 assistências e 3,9 rebotes em 35,2 minutos por partida. Assim como George Hill, Goudelock é de uma universidade pouco expressiva, mas vem impressionando os olheiros com sua habilidade nos arremessos.

Mas é debaixo da cesta que se concentram as principais apostas do Spurs até aqui. A primeira delas é Jamie Skeen. Em sua última temporada no basquete universitário – disputada no Virginia Commonwealth Rams – o ala-pivô, em 39 embates, apresentou médias de 15,7 pontos (52% FG, 41,9% 3 PT, 71,9% FT), 7,3 rebotes, 1,6 assistências e um toco em 31,9 minutos por partida.

Também ala-pivô, Justin Harper acaba de concluir seu quarto ano no basquete universitário – atuando pelo Richmond Spiders. Disputou 37 partidas na temporada, e anotou, em média, 17,9 pontos (53,4% FG, 44,8% 3 PT, 79,7% FT), 6,9 rebotes, 1,2 assistências e 1,2 tocos em 31,8 minutos por partida. O jogador tem no arremesso seu ponto forte, e especialistas em draft dizem que seu estilo de jogo é parecido com o de Channyng Frye e Vladimir Radmanovic.

Por fim, mais um ala-pivô veterano: Matt Howard, que acaba de encerrar sua última temporada por Butler. Em 37 partidas, o big man anotou em média 16,4 pontos (47,1% FG, 39,8% 3 PT, 79,2% FT), 7,7 rebotes e 1,4 assistências em 31 minutos por jogo.

E mais…

Pop é o quinto técnico mais bem pago dos Estados Unidos

De acordo com levantamento da revista Forbes, Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, é o quinto treinador mais bem pago das principais ligas de esporte dos Estados Unidos. Pop ganha US$ 6 mi por temporada, mesmo salário de Mike D’Antoni, do New York Knicks, e Lovie Smith, do Chicago Bears. À frente do trio, aparecem Bill Belichick, do New England Patriots, que recebe US$ 7,5 mi por ano, e Doc Rivers, do Boston Celtics, Mike Shanahan, do Washington Redskins, e Pete Carroll, do Seattle Seahawks, todos com salário de US$ 7 mi por temporada.

Anúncios