Spurs (2) vs Grizzlies (3) – Ainda vivos

https://i0.wp.com/i689.photobucket.com/albums/vv251/peskinha/barras/glauber-resumo.jpg

110×103

Um final emocionante, digno de uma grande partida, com cesta de três no estouro do cronômetro de Gary Neal. Essa foi a tônica da vitória San Antonio Spurs, que escapou de ser eliminado ao vencer o Memphis Grizzlies no tempo-extra.

NEAL FOR THREE, YES, YES!!! (Foto por Eric Gay/AP Photo)

Com a necessidade da vitória, o Spurs iniciou a partida com Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e Antonio McDyess. Os donos da casa faziam um grande trabalho defensivo e Duncan abusava de seu asenal de jogadas ofensivas, anotando 11 pontos no primeiro período. Limitando o arremesso dos Grizzlies em 30% de aproveitamento, o San Antonio conseguiu fechar o quarto na dianteira: 20 a 14.

Manu foi o grande nome da noite (Foto por Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

O jogo continuou bem ofensivamente e defensivamente para o Spurs, e a equipe texana chegou a aumentar a vantagem para 15 pontos. O Memphis conseguiu encostar, mas estava longe de ser o mesmo das últimas partidas. Com 15 pontos de Ginobili, no período os texanos foram para o intervalo a frente por 50 a 42.

Assim como no Jogo 4, o Spurs voltou irreconhecível após o intervalo, permitindo que os visitantes virassem a partida e começassem a acreditar que finalizariam a série. Mesmo assim, o time conseguiu se manter próximo no placar e foi para o último quarto vencendo por 65 a 68.

O San Antonio foi para o período final na iminência de ser eliminado, e demonstrava em quadra esse nervosismo. Os donos da casa empatavam, mas sem conseguir ultrapassar. Faltando 13.8 segundos para o fim da partida, Zach Randolph acertou um arremesso no estouro dos 24 segundos, abrindo 93 a 90. Manu conseguiu anotar dois pontos numa jogada rápida, e Randolph acertou dois lances livres depois de receber falta, continuando à frente por 95 a 92, faltando 9.4 segundos.

Na sequência, o Spurs tentou uma jogada com o ala-armador argentino, que perdeu a posse de bola, mas a recuperou em seguida. Gino se livrou dos marcadores, e, desequilibrado, arremessou, acertando a tentativa que poderia empatar o jogo. No entanto, após reverem a jogada, os juízes viram que ele pisou na linha no momento do arremesso, e o time texano continuou um ponto atrás no placar. Após mais uma falta em Randolph, que converteu os dois lances livres, o San Antonio estava perdendo por 97 a 94 com 1.7 segundos no cronômetro. Com uma jogada desenhada para ele, Gary Neal ficou livre para o arremesso, driblou e converteu a bola de três que levou a partida ao overtime em 97 a 97.

No tempo-extra, o confronto continiuou parelho, mas o bom momento após o empate milagroso do Spurs prevaleceu e o Grizzlies, pressionado, começou a cometer erros e acabou perdendo a chance de fechar logo a série. Com seis pontos de Parker, o San Antonio fugiu do revés, forçando o Jogo 6 em Memphis vencendo por 110 a 103.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 33 pontos, seis assistências, seis rebotes, quatro roubadas de bola de bola e seis erros de ataque

Tony Parker – 24 pontos e nove assistências

Tim Duncan – 13 pontos e 12 rebotes

Tiago Splitter – Seis pontos, três rebotes, uma assistência, um roubo de bola, um bloqueio, 100% (3-3) nos arremessos de quadra e 0% (0-2) nos lances livres em 15 minutos de quadra

Memphis Grizzlies

Zach Randolph – 26 pontos, 11 rebotes, seis asssistências

Mike Conley – 20 pontos e cinco assistências

Sam Young – 18 pontos

Marc Gasol – 11 pontos e 17 rebotes

Tony Allen – Quatro roubos de bola

Sobre Glauber da Rocha

Estudante de Direito e torcedor do San Antonio Spurs desde 2007

Publicado em 28/04/2011, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Vamos virar a serie para 4×3 GO GO SPURS!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. 2 arremessos espiritas num jogo só
    Ginobili esta praticamente nos carregando nas costas
    Vamo la rumo ao 4 a 3
    GO SPURS GO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Legal, vitória épica, milagrosa, chamem como quiserem. Mas uma coisa me intriga muito: A falta de vibração dos jogadores. É como se o time estivesse pouco ligando se seriam eliminados ou não. Parece que falta um pouco de vontade em San Antonio. Talvez esse fator explique o péssimo desempenho da equipe como um todo nessa série.

  4. Dionicio F. C. Filho

    Putzzz esse foi de arrepiar a espinha + sexta vai ser mais difícil ainda porque o jogo vai ser lá com a torcida deles eufórika o spurs vai ter que jogar com o koração na Mão pra levar na RAÇA essa vaga!!!!!!!!!!!!!!

  5. Eu ñ acredito oq tá acontecendo com o spurs, é lamentável. Ñ adiAnta dizer por ai q é a média de idade do time porra nenhuma! sl qq deu to mto revoltado com essa série de merda q eu achei q ia da uns 4-2 SAS, mas já vi q vai ser foda! SAS 4-3 VAMO VIRA ESSA MERDA! Zach Randolph #@@$!!$@!#$ DUM MER@#!A! TU VAI ENGOLI ESSE TEU DEDO! GO SPURS!!!!!!!!!!!!! \O

  6. AHH!!!! THE KING MANU!!!! O CARA SEMPRE FOI O MOSNTRO DO TRIO!!!!! JOGA MTOOOOOOOOO!!!!!

  7. agóra sim .. rumo ao 4 a 3 … Zack randolph vai engoli aquele dedo, pode ter certeza disso meu caro ! hahaha’ mas confesso que queria ele no Spurs, joga muito ( fato ) .

    Go Spurs Goo

  1. Pingback: Spurs (2) vs. Grizzlies (3) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil – O seu site de notícias em português sobre o San Antonio Spurs

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s