Spurs (57-15) @ Blazers (42-30) – Melhor campanha ameaçada

96×98https://i2.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/por.gif

Em sua segunda partida consecutiva sem contar com Tim Duncan, o San Antonio Spurs foi derrotado mais uma vez. Nesta sexta-fera, o revés aconteceu em Portland, diante do TrailBlazers, e veio somente no segundo final da partida.

No último lance... (Sam Forencich/NBAE/Getty Images)

Tiago Splitter começou novamente a partida no lugar de Duncan, e Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson e Antonio McDyess completaram o quinteto titular. O brasileiro começou bem, dominando os rebotes na defesa e ajudando com pick-and-rolls no ataque. Mas quem ditou o ritmo no período inicial foi Parker, que anotou 11 pontos e ajudou os visitantes a abrirem dígitos duplos no placar. Porém, no final da parcial o Blazers reagiu, e conseguiu cortar a diferença para apenas quatro pontos: Spurs 28 x 24.

Manu foi cestinha, mas pecou no final (Sam Forencich/NBAE/Getty Images)

No segundo quarto, a partida continuou equilibrada e as defesas levaram vantagem sobre os ataques, o que é comum em duelos entre Spurs e Blazers. Os texanos iriam para os vestiários com uma pequena vantagem no placar, 49 a 47.

No terceiro período, Parker teve mais dificuldades para pontuar, e o Spurs não conseguia penetrar na forte defesa dos mandantes. Resultado: os donos da casa conseguiram assumir a liderança do placar, e entrariam na parcial derradeira vencendo por 73 a 70.

No quarto período, o Spurs conseguiu se manter no jogo até os instantes finais, mesmo com todo o ânimo do time e da torcida locais. Faltando menos de dez segundos,  com o Spurs vencendo por 96 a 94, Wesley Matthews roubou a bola de Manu Ginobili mas errou a bandeja. No rebote, Nicolas Batum sofreu falta, converteu os dois lances livres e empatou o jogo em 96 pontos faltando 0,9 segundos para o fim da partida. Depois disso, Steve Novak bateu o lateral diretamente pra fora, deixando o Blazers com o tempo para jogar. O time de Portland apostou na ponte aérea de Miller para Batum, que deu certo e definiu a partida à favor dos mandantes.

De positivo, fica a defesa de do Spurs, que conseguiu limitar LaMarcus Aldridge a 14 pontos (5-12 FG) e oito rebotes. Por outro lado, podemos considerar agora o Chicago Bulls uma real ameaça ao posto de melhor campanha da NBA. A equipe de Derrick Rose está somente quatro derrotas atrás dos texanos. Parker, Ginobili e companhia ainda têm dez partidas pela frente, e só uma contra o time com menos de 50% de aproveitamento.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 21 pontos, sete assistências e três rebotes

Tony Parker – 15 pontos, quatro assistências, quatro rebotes e duas roubadas de bola

Tiago Splitter – 11 pontos (5-5 FG, 1-2 FT), sete rebotes (um ofensivo), uma assistência, uma roubada de bola e duas faltas em 22:55 minutos

Richard Jefferson – 11 pontos (3-4 3PT) e seis rebotes

Portland TrailBlazers

Andre Miller – 21 pontos, oito assistências, seis rebotes e quatro roubadas de bola

Nicolas Batum – 21 pontos, quatro rebotes e duas roubadas de bola

Wesley Matthews – 15 pontos e duas roubadas de bola

Gerald Wallace – 14 pontos, dez rebotes e três roubadas de bola

LaMarcus Aldridge – 14 pontos e oito assistências

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 26/03/2011, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Gabriel Fonseca

    Splitter jogando mto bem, mas o problema foi no final, 8 pontos consecutivos, quase todos de TO ..

  2. palhaçada o final do jogo, erro atras de erro, e que idéia ridicula aquela de coloca o Nowak pra repor a bola? Parker e Manu erraram antes, Pop completo a cagada… Duas derrotas sem TD que por muito pouco não foram vitórias…

  3. Cassete erros infantis e muita merda nos ultimos momentos em quadra parecia um bando de novatos e o Manu vamos fazer o favor de ficar acordado o jogo todo assim a gente agradece ! Tiago jogou bem assim como no outro jogo e melhor de tudo é que parou de cometer faltas bobas !Força Tiago !

  1. Pingback: Blazers (42-31) @ Spurs (57-16) – Temporada Regular | Spurs Brasil – O seu site de notícias em português sobre o San Antonio Spurs

Deixe uma resposta para lone Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s