Spurs (57-13) vs Warriors (30-41) – Era bom demais pra ser verdade

https://i0.wp.com/i689.photobucket.com/albums/vv251/peskinha/barras/glauber-resumo.jpg

111X96https://i2.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/1/80x60/gsw2.gif

O San Antonio Spurs garantiu nesta segunda uma tranquila vitória sobre o Golden State Warriors, aumentando a sequência de triunfos em casa sobre o time californiano para 26 – no geral, é a vitória 12ª consecutiva sobre a equipe de Oakland. Mas a noite ficou marcada pela entorse de Tim Duncan.

Hum, isso deve ter doido (Foto por Eric Gay/AP Photo)

Gregg Popovich colocou em quadra sua provável equipe titular dos playoffs, com Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Duncan e Antonio McDyess. Logo no início aconteceu o pior. Com quatro minutos, Duncan subiu para um arremesso e, quando aterrisou, acabou fazendo-o sobre o pé do pivô Ekpe Udoh, torcendo seu calcanhar esquerdo. Sem DeJuan Blair, também machucado, o brasileiro Tiago Splitter ganhou sua chance e anotou oito pontos no primeiro quarto. Com mais 12 de Ginobili, o Spurs ficou à frente: 32 a 21.

Jefferson ficou emocionado coma habilidade de Spliter (Foto por D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

No segundo período, os donos da casa continuavam a dominar a partida. Steve Novak entrou em quadra e novamente foi muito bem nos arremessos de três pontos. Tendo sua dupla de armadores limitada, o Warriors foi em desvantagem para o intervalo: 54 a 45.

No retorno ao jogo, o San Antonio ampliou sua vantagem para os dois dígitos, mantendo a escrita dos confrontos anteriores na temporada. Já no terceiro quarto, Splitter alcançou seu primeiro duplo-duplo na NBA. Assim o time texano foi pra última parte à frente: 86 a 69.

No período final, o Golden State esboçou uma reviravolta, que foi logo contida graças ao grande desempenho do ala-armador Ginobili. Parker igualou sua melhor marca na carreira, com 15 assistências. Mesmo com pouco tempo de quadra, Duncan igualou a marca de Dennis Rodman, com 11.954 rebotes na carreira, se tornando o 21º maior da história da NBA no fundamento. Assim o Spurs chegou a mais uma vitória, com o placar de 111 a 96.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 28 pontos e três roubos de bola

Tony Parker – 17 pontos e 15 assistências

Steve Novak – 13 pontos

Richard Jefferson – 12 pontos

Tiago Splitter – Dez pontos, 14 rebotes (quatro ofensivos,) duas assistências, um erro de ataque, três roubos de bola, três faltas, 62,5% (5-8) nos arremessos de quadra e 0% (0-2) nos lances livres em 26:34 minutos

Golden State Warriors

Ekpe Udoh – 15 pontos e sete rebotes

Dorell Wright – 14 pontos

Acie Law – 14 pontos

David Lee – 13 pontos e nove rebotes

Sobre Glauber da Rocha

Estudante de Direito e torcedor do San Antonio Spurs desde 2007

Publicado em 22/03/2011, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. essa lesao é muto grave?
    ele vai conseguir voltar antes dos offs?

  2. felipe Junqueira

    tambem gostaria de saber da gravidade da lesao do Duncan…
    Mais li no site do spurs.com que e exame de raio-x deu negativo, que ja e bom sinal pelo tempo que ele ficou caido no chao com as duas maos no pé

  3. Nossa.. q foda meu.. logo o Timmy.. eh complicado… conforme a idade vai chegando da a impressão de q todas as lesoes dele vao serão complicadas.. =/

  4. Timmy teve uma torção e não se tem prognóstico ainda de quando volta. Mas é certo que não viaja para os 3 jogos fora.

  5. Ou seja.. Splitter titular…

  6. Vitinho Nunes

    melhoras para o Timmy, tomara que se recupere totalmente até os playoffs

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s