Arquivo diário: 03/03/2011

Para Nowitzki, Lakers é o time a ser batido no Oeste

Doce memória, ein Dirk?

O San Antonio Spurs tem a melhor campanha da NBA e já venceu o Los Angeles Lakers por duas vezes. Mesmo assim, os jogadores do Dallas Mavericks acreditam que o conjunto californiano ainda é o time a ser batido na Conferência Oeste.

“O Lakers, pra mim, continua como grande favorito no Oeste”, opinou o astro Dirk Nowitzki. “Depois há um grupo meio que embolado. Eles (Lakers) ganharam dois títulos seguidos, têm os mesmos atletas e o melhor jogador do mundo”, completou, fazendo referência a Kobe Bryant.

Jason Terry, outro que adora dar uma alfinetada no rival texano, também opinou. “Sem dúvidas, o Lakers sempre é favorito porque detém o título. Mas San Antonio também tem feito por merecer. Estamos perseguindo ambos e vamos deixar de lado esse papel de zebra”.

Anúncios

Spurs (50-11) @ Cavs (11-49) – Assim é que se faz!

109X99

O San Antonio Spurs superou o Cleveland Cavaliers, fora de casa, por 109 a 99 e se recuperou da derrota sofrida para o Memphis Grizzlies. O armador George Hill também deu a volta por cima depois do péssimo desempenho na última partida, e foi o destaque da equipe com 22 pontos.

Dessa vez foi moleza (AP Photo)

Sem Tony Parker, que deve ficar fora de duas a quatro semanas com um problema no tornozelo, Gregg Popovich lançou a quadra George Hill ao lado de Manu Ginobili, Richard Jefferson, DeJuan Blair e Tim Duncan no quinteto inicial.

Neal teve mais uma sólida noite (AP Photo)

Com a tarefa de substituir o armador francês, Hill havia se saído mal diante do Memphis Grizzlies, mas a “bronca” de Gregg Popovich parece ter surtido efeito. Mais agressivo e consistente, o jogador puxou o ritmo da equipe no primeiro tempo.

Os texanos, depois de sofrerem um pouco no primeiro quarto e terminarem atrás, 25 a 24, melhoraram no segundo período e rapidamente tomaram a frente, indo para o intervalo vencendo por 57 a 52.

No terceiro período, o Spurs entrou disposto a decidir a partida. Com o desgaste de atuar pela segunda noite seguida, Gregg Popovich começou a pôr em quadra os reservas logo que viu a vantagem se esticar.

No último quarto, restou apenas administrar a boa vantagem. Houve tempo para ver o pivô Tiago Splitter por nove minutos em quadra, mas o brasileiro foi discreto, anotando dois pontos, pegando dois rebotes e dando um toco.

San Antonio Spurs

George Hill – 22 pontos, cinco assistências e cinco rebotes

Tim Duncan – 16 pontos e seis rebotes

DeJuan Blair – 14 pontos e dez rebotes

Gary Neal – 14 pontos

Cleveland Cavaliers

Samardo Samuels – 23 pontos e dez rebotes

Alonzo Gee – 18 pontos e sete rebotes

Ramon Sessions – 14 pontos e sete assistências