Spurs (48-10) vs Nets (17-41) – Estragando a estreia

106×96https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/njn.gif

Na estreia de Deron Williams pelo New Jersey Nets, quem roubou a cena no AT&T Center foi Manu Ginobili. Com 26 pontos, seis rebotes e cinco assistências, o argentino comandou a vitória do San Antonio Spurs por 106 a 96.

Fica para a próxima, garoto! (AP Photo)

Enquanto todas as cameras no AT&T Center estavam voltadas para o ex-armador do Utah Jazz, quem começou com tudo foi DeJuan Blair. O ala-pivô anotou 13 pontos no primeiro quarto e logo o Spurs já estava comandando o placar.

A pequena vantagem ia se mantendo até os minutos finais do primeito tempo, quando Deron Williams começou a se soltar e acionar seus companheiros, que mostraram pontaria afiada, principalmente de média distância. O New Jersey Nets foi para o intervalo à frente por um ponto, 54 a 53.

Manu Ginobili é o nome da fera! (AP Photo)

Mas bastou o terceiro quarto começar para que a equipe texana recuperasse a dianteira e demontrasse força, ampliando a vantagem para dígitos duplos. Vencendo o período por 35 a 18, o San Antonio Spurs foi para os últimos 12 minutos com relativa tranquilidade no marcador.

Sem ser ameaçado no período final, coube ao Spurs apenas administrar o resultado. A qualquer sinal de reviravolta do adversário, lá estava Manu Ginobili sofrendo falta e convertendo os lances livres, que garantiam a 48ª vitória texana na temporada.

A estreia de Deron

Peço licença aos nosso leitores para deixar aqui minha análise sobre a estreia de Deron Williams pelo New Jersey Nets. É impossível esconder que este era o principal destaque da partida de ontem, e o armador até que se saiu bem para uma primeira vez ao lado dos novos companheiros.

Deron buscou o tempo todo acionar seus colegas, mas que nem sempre estavam nos lugares certos. Claramente a falta de entrosamento pesou, mas com seu talento Deron conseguiu compensar um pouco, encontrando os companheiros livres em diversos momentos.

Mas pareceu pouco à vontade para pontuar. Acostumado ao sistema de pick and rolls do Utah Jazz, o armador tentou usar da mesma arma em sua nova equipe, mas os pivôs Kris Humpries e Brook Lopez pareciam meio perdidos. Sem o espaço gerado pelos pick and rolls, Deron teve dificuldades em conseguir infiltrar e também em achar arremessos sem ser marcado.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 26 pontos, seis rebotes e cinco assistências

Geroge Hill – 19 pontos e sete rebotes

DeJuan Blair – 17 pontos e seis rebotes

Tim Duncan – 17 pontos e seis rebotes

Tony Parker – 13 pontos e dez assistências

New Jersey Nets

Anthony Morrow – 25 pontos e cinco rebotes

Deron Williams – 14 pontos e 12 assistências

Brook Lopez – 13 pontos e oito rebotes

Anúncios

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, passou pela redação do Diário Lance!, trabalhou na Liga Nacional de Basquete e no extinto Basketeria. Se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação em 2007.

Publicado em 26/02/2011, em Resumo de Jogos e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Bom que Ginobili volto a acertar os arremeços, soh que de 3 ponto ainda foi ruim(1-4).O time fez simplesmente +29 quando TD tava em quadra, seria méritos do TD ou deméritos de Dice e Bonner? :S . Tomara que Neal volte logo, ja que perdeu esse jogo porque teve essa concussão, se fosse no Brasil falariam que ele teria vendido o jogo…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s