Arquivo diário: 18/02/2011

James Anderson update

Enquanto o San Antonio Spurs se mantém no topo da NBA, o novato James Anderson vem recuperando a forma física no Austin Toros, equipe filiada ao Spurs na D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA).

Anderson fez quatro partidas até aqui nessa sua segunda passagem pelo Toros. A melhor delas aconteceu na quarta-feira, na vitória sobre o Rio Grande Valley Vipers por 111 a 99. Na oportunidade, o ala anotou 23 pontos (11-22), pegou seis rebotes e distribuiu quatro assistências.

Confira abaixo os outros jogos de James Anderson na D-Legue!

14/02/2010 Austin Toros 93 @ 99 Utah Flash

Anderson: 14 pontos (6-14), quatro rebotes, duas assistências e duas roubadas.

12/02/2010 Austin Toros 105 Vs 99 Rio Grande Valley Vipers

Anderson: 15 pontos (7-16), cinco rebotes, quatro assistências e dois tocos.

10/02/2010 Austin Toros 97 Vs 117 Rio Grande Valley Vipers

Anderson: 12 pontos (4-11), três rebotes e uma assistência.

Médias em seis jogos pelo Austin Toros (levando em conta a primeira passagem)

Pontos: 15.5
Rebotes: 3.7
Assistências: 2.0
Roubos: 0.8
Tocos: 0.5
Aproveitamento FG: 46.9%
Aproveitamento 3FG: 36.8%
Desperdícios: 3.0
Faltas: 2.17

Anúncios

Spurs (46-10) @ Bulls (38-16) – Só deu Derrick Rose!

99X109

A Rodeo Road Trip começou mal para o San Antonio Spurs: derrota para o Portland Trail Blazers. Oito jogos depois, os comandados de Gregg Popovich venceram seis vezes e perderam duas. A viagem, que havia começado com derrota, terminou da mesma maneira: revés diante do Chicago Bulls no United Center.

Na noite do aniversário de Michael Jordan, maior ídolo da história da franquia, quem brilhou foi o melhor jogador do Bulls desde que o lendário camisa 23 se aposentou: Derrick Rose. O armador fez de tudo: arremessou, passou, pegou rebote, infiltrou… um verdadeiro tormento para a defesa texana. No final das contas, o craque terminou a partida com sua melhor marca da carreira em número de pontos: 42, além de oito assistências e cinco rebotes.

A cara de Gregg Popovich diz tudo (AP Photo/Charles Rex Arbogast)

Na noite de ontem, todo o time do Bulls jogou bem, até mesmo Keith Bogans (quem diria!), que fez um ótimo trabalho defensivo no argentino Manu Ginobili e ainda por cima acertou duas bolas de três pontos em quatro tentativas. Luol Deng, 19 pontos, e Carlos Boozer, 15 pontos, também chegaram aos dígitos duplos. No banco de reservas, destaque para Taj Gibson, que trouxe muita energia ao grupo: seis pontos, seis rebotes e dois tocos para ele.

Dentro de quadra, destaque para a forte defesa do Chicago Bulls, que deu pouquíssimas chances ao adversário. Manu Ginobili, craque do Spurs na temporada, teve noite apagada. Apesar dos 16 pontos, El Narigón deixou a cancha com seis arremessos convertidos em 18 tentativas. Nem mesmo o esforço de Tim Duncan (14 pontos e nove rebotes) e Tony Parker (26 pontos e quatro assistências) foi suficiente para cortar a incômoda vantagem de cinco pontos que insistiu em se arrastar através da partida.

Com a décima derrota na bagagem, o San Antonio Spurs tem agora um longo período de folga por conta do All-Star Weekend, que ocorre neste final de semana na cidade de Los Angeles. Segundo o técnico do Oeste, Gregg Popovich, Tim Duncan será titular na vaga do lesionado Yao Ming. O Spurs volta à quadra na próxima quarta-feira. De volta ao AT&T Center, o adversário da vez será o Oklahoma City Thunder.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 26 pontos e quatro assistências

Manu Ginobili – 16 pontos e três assistências

Gary Neal – 16 pontos e dois rebotes

Tim Duncan – 14 pontos e nove rebotes

Richard Jefferson – 12 pontos e três rebotes

Chicago Bulls

Derrick Rose – 42 pontos, cinco rebotes e oito assistências

Luol Deng – 19 pontos, sete rebotes e cinco assistências

Carlos Boozer – 15 pontos e seis rebotes