Arquivo diário: 04/02/2011

Spurs (41-8) @ Kings (12-34) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Sacramento Kings – Temporada Regular

Data: 04/02/2011

Horário: 01:00 (Horário de Brasília)

Local: Arco Arena

A Rodeo Trip começou mal para o San Antonio Spurs: derrota para o Portland TrailBlazers na terça-feira. Porém, nesta quinta, a equipe texana se recuperou com uma emocionante vitória sobre o Los Angeles Lakers, e chega motivada para o confronto de hoje. O líder da Conferência Oeste enfrenta a frágil equipe do Sacramento Kings, mas se engana quem acha que a vitória é certa: das oito derrotas do Spurs até aqui na temporada, quatro vieram na segunda de uma série de duas partidas seguidas. Por isso, todo cuidado é pouco. Do lado dos visitantes, Matt Bonner segue como dúvida, enquanto que, pelo time de Sacramento, Francisco Garcia e Hassan Whiteside desfalcam o time com certeza, e Darnell Jackson e Jason Thompson também podem acabar de fora.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair/Antonio McDyess

C – Tim Duncan

Fique de Olho Sempre muito criticado, Dice foi um dos responsáveis pela vitória do Spurs sobre o Lakers: além de ajudar a limitar Pau Gasol a 19 pontos e sete rebotes, o ala-pivô faz a cesta que garantiu a vitória. Por se tratar de um back-to-back, Duncan deve descansar bastante hoje, e McDyess deve ficar um bom tempo em quadra.

Foto em nba.com

PG – Beno Udrih

SG – Tyreke Evans

SF – Omri Casspi

PF – DeMarcus Cousins

C – Samuel Dalembert

Fique de OlhoPolêmico e cheio de caras e bocas em quadra, o jovem pivô melhorou muito nas últimas semanas, e deve dar trabalho para os gigantes do Spurs. Na temporada, ele tem médias de 13,7 pontos e 7,7 rebotes por noite.

Anúncios

Spurs (41-8) @ Lakers (34-16) – No tapinha

89×88

Em um final de partida emocionante digno do grande confronto, o San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Lakers com um tapinha de Antonio McDyess faltando dois milésimos de segundo.

Mais uma grande vitória (Foto por AP Photo)

O Spurs começou a partida com a o mesmo time titular de toda a temporada: Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e DeJuan Blair. Os times começaram errando muito, com Kobe Bryant anotando os dois primeiros pontos do jogo após dois minutos de bola quicando. Os visitantes conseguiram abrir uma certa vantagem, mas o Lakers apertou a defesa e se aproximou no placar, mas a equipe texana fechou à frente o primeiro quarto, com dez pontos de Jefferson e com uma cesta espetacular de Gary Neal no segundo final: 22 a 18.

"Obrigado Dice por estar no lugar certo na hora certa! Que vitória!" disse Manu em seu twitter (Foto por Harry How/Getty Images)

O pivô brasileiro Tiago Splitter entrou em quadra no início do segundo período, permanecendo por quatro minutos. Os angelinos conseguiram virar o jogo embalados pela entrada de seus reservas Lamar Odom e Shannon Brown. Mas o San Antonio emplacou uma corrida no final e empatou para ir ao intervalo empatado em 42 a 42.

Parker retornou arrasando para a partida: depois de passar o primeiro quarto em branco, anotou 14 pontos no terceiro, enquanto a dupla Duncan e McDyess estava mal no ataque, tendo acertado juntos apenas 3 em 17 arremessos. O Lakers freiou a ofensiva texana e foi para a última parte do jogo perdendo por apenas 66 a 63.

Os donos da casa começaram o período final de forma agressiva, alcançando a dianteira no placar. Contudo, o Lakers começou a vacilar novamente na defesa e o Spurs passou à frente, chegando a estar com oito pontos de vantagem. Nos dois minutos finais, os visitantes não conseguiram marcar mais nenhum ponto, e os angelinos reagiram. Odom acertou uma cesta de três a um minuto do fim e incendiou o ginásio.  Faltando 22 segundos, Pau Gasol pôs o time à frente com dois lances livres. Manu arremessou sozinho dos três pontos, Parker infiltrou e fez sua característica largadinha e Duncan chutou  marcado por Gasol. O trio de San Antonio errou suas tentativas, mas após a última de Duncan, McDyess conseguiu dar um toquinho na bola faltando 0.2 segundos para vencer o confronto em 89 a 88.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 21 pontos

Richard Jefferson – 18 pontos e 58,3% (7-12) nos arremessos de quadra

Manu Ginobili – 14 pontos, oito assistências e cinco rebotes

Antonio McDyess – Oito rebotes e cinco assistências

Tiago Splitter – Dois rebotes e uma falta em quatro minutos

Los Angeles Lakers

Pau Gasol – 19 pontos, sete rebotes e 80% (8-10) nos arremessos de quadra

Kobe Bryant – 16 pontos, dez assistências e nove rebotes

Lamar Odom – 16 pontos

Ron Artest – 13 pontos

Andrew Bynum – Dez pontos, dez rebotes, seis assistências e três bloqueios

MCDYESS!

E foi ele, o criticado Antonio McDyess, quem acabou de derrotar o Lakers em pleno Staples Center. San Antonio bateu o time angelino por 89 a 88 e, no calor da partida, posto aqui o vídeo da cesta final. Vale a pena assistir!

Vale dar uma conferida também nessa fantástica bola do novato Gary Neal. Sensacional!

NBA chama Ginobili e Duncan para o All-Star Game

Tim Duncan e Manu Ginobili foram convidados para representar o San Antonio Spurs no All-Star Game 2011. Depois de definidos os titulares do evento, a NBA anunciou, nesta quinta-feira, os reservas escolhidos para a partida.

Sorria, você está no All-Star Game

Esta é a 13ª vez que Tim Duncan foi convocado para o All-Star Game. Desde que chegou à NBA, na temporada 1997/98, o ala/pivô participou em todos os anos do Jogo das Estrelas, menos em 99, quando a temporada ficou prejudicada por conta de uma greve de jogadores que paralisou a liga.

Já Manu Ginobili foi convocado pela segunda vez para o evento. Ele já havia feito parte da festa em 2005.

Tim Duncan vibra com sua 13ª ida para o All-Star Game

No Oeste, além de Manu Ginobili e Tim Duncan, foram chamados os armadores Deron Williams (Utah Jazz) e Russel Westbrook (Oklahoma City Thunder) e os alas-pivôs Dirk Nowitzki (Dallas Mavericks), Blake Griffin (Los Angeles Clippers) e Pau Gasol (Los Angeles Lakers).

A equipe, que terá como comandante Gregg Popovich, terá como titulares Chris Paul (New Orleans Hornets), Kobe Bryant (Los Angeles Lakers), Kevin Durant (Oklahoma City Thunder) e Carmelo Anthony (Denver Nuggets). O pivô Yao Ming (Houston Rockets) também foi eleito, mas está lesionado durante todo o restante da temporada e disputará a partida. Seu substituto ainda será escolhido pela NBA.

No Leste, os reservas anunciados foram o armador Rajon Rondo (Boston Celtics), os ala-armadores Ray Allen (Boston Celtics) e Joe Johnson (Atlanta Hawks), o ala Paul Pierce (Boston Celtics), os alas-pivôs Chris Bosh (Miami Heat) e Kevin Garnett (Boston Celtics) e o pivô Al Horford (Atlanta Hawks).

O técnico da equipe será Doc Rivers, do Boston Celtics. Os titulares eleitos por voto popular foram Derrick Rose (Chicago Bulls), Dwyane Wade (Miami Heat), LeBron James (Miami Heat), Amar’e Stoudemire (New York Knicks) e Dwight Howard (Orlando Magic).

O All-Star Game será realizado no dia 20 de fevereiro, na cidade de Los Angeles, na Califórnia. Os dias 18 e 19 também estão reservados para os demais eventos do All-Star Weekend, que incluem os consagrados Desafio de Habilidades, Torneio de 3 pontos e Torneio de Enterradas.