Arquivo diário: 14/01/2011

Um pouco sobre Larry Owens

Como adiantei ontem, o San Antonio Spurs pode fechar um contrato de dez dias com o ala Larry Owens, do Tulsa 66ers. Owens está em Tulsa há duas temporadas e acumula médias de 15.0 pontos, 5.7 rebotes e 3.2 assistências em 72 partidas. O jogador, inclusive, foi peça fundamental no vice-campeonato do 66ers na última temporada da NBDL (Liga de Desenvolvimento da NBA).

Tendo em vista o provável reforço, procurei um jogo de Tulsa (o League Pass da D-League é grátis) para observar o tal de Larry Owens mais de perto. Assisti à partida do último dia 14 de dezembro, entre 66ers e Texas Legends. Na oportunidade, o camisa 23 anotou 18 pontos (7-10), pegou cinco rebotes e distribuiu cinco assistências na vitória por 130 a 116: um bom desempenho.

Apesar da boa partida, Owens tem alguns defeitos em seu jogo, sobretudo na parte defensiva. Mesmo sendo bem forte e ágil, ele me pareceu um pouco perdido na defesa e comprometeu o time em algumas jogadas. É claro que a análise feita com base num único jogo fica comprometida, mas é interessante trazer à tona o pouco que vi.

Sua principal qualidade me pareceu a versatilidade. Por ter um físico privilegiado (2m01 e quase 96 quilos), Owens pode jogar tanto de ala quanto de ala-pivô. Além disso, ele possui um arremesso de longa distância consistente e tem boa velocidade para um ala. No meu ponto de vista, Larry pode ganhar um contrato garantido se mostrar serviço na defesa. Caso contrário, creio que RC Buford irá procurar outras alternativas no mercado.

Contraponto

Contrapondo minha análise, o jornalista Rob Mahoney, do Pro Basketball Talk, acredita que, caso contratado, Owens terá um bom impacto. “Larry deverá cair bem em San Antonio, sobretudo para os arremessos da zona morta. Ele tem 37,7% de aproveitamento de três pontos em duas temporadas na D-League e expressivos 46,4% de longa distância nos últimos playoffs. Além disso, Owens é um reboteiro sólido e um bom defensor, o que faz dele um ótimo complemento para o Spurs. Certamente ele jogará pouco, mas será muito útil caso a equipe lide com problemas físicos”, avaliou Mahoney.

Spurs (33-6) vs Mavericks (26-11) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Dallas Mavericks – Temporada Regular

Data: 14/01/2011

Horário: 23:00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Transmissão: ESPN Brasil

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs fará nesta noite o terceiro confronto da temporada contra o Dallas Mavericks. A equipe mandante perdeu três das cinco últimas partidas que fez no AT&T Center contra o rival texano, mas vem de uma boa sequência de quatro vitórias e tentará aumentar a vantagem na tabela para seis jogos. O Spurs conta com a força que vem emergindo do banco para alcançar mais uma conquista, tendo como único desfalque o ala-armador James Anderson, que só retornará no final do mês. O Mavericks, por sua vez, vem tendo dificuldades com a ausência de Dirk Nowitzki, perdendo os três últimos jogos. O técnico Rick Carlisle, no entanto, evita justificar os reveses pela ausência de Nowitzki.

Confrontos na temporada (1-1)

26/11/2010 Spurs 94 vs 103 Mavericks

Nesta partida, o Spurs jogou em casa e teve sua sequência de 12 vitórias quebrada pelo rival texano. O grande problema nesta partida foi a área pintada. Dirk Nowitzki, Tyson Chandler e Shawn Marion, juntos, somaram 64 pontos.

31/12/2010 Spurs 99 @ 93 Mavericks

No segundo encontro do clássico texano, o Spurs dominou os donos da casa, que estavam sem Nowitzki pela primeira vez. O destaque foi o reserva Gary Neal, que anotou 21 pontos, acertando cinco de oito tentativas de três pontos.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginóbili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan/Matt Bonner

C DeJuan Blair

Fique de olho – Um dos grandes diferenciais no ótimo início de temporada, o banco do Spurs vem mostrando sua força em diversas partidas, e Bonner é uma dessas peças fundamentais na reserva. Com média de 49,6% nos arremessos de três pontos, o ala-pivô marcou 17 pontos no último jogo contra o Milwaukee Bucks, acertando três em cinco do perímetro.

Foto em nba.com

PG – Jason Kidd

SG – DeShawn Stevenson

SF – Shawn Marion

PF – Alexis Ajinca/Brian Cardinal

C – Tyson Chandler

Fique de olho – Sem Caron Butler, fora da temporada, e Nowitzki, lesionado nos últimos oito jogos, Marion tem um papel essencial para manter o Mavericks no caminho aos playoffs. Nas cinco últimas partidas, mesmo inconsistente, ele tem médias de 17 pontos e 6,4 rebotes.