Arquivo diário: 25/12/2010

Pedreiras, pedreiras…

25 vitórias e apenas quatro derrotas em 29 partidas. É impossível não estar empolgado com o começo de temporada do San Antonio Spurs, hoje o time de melhor recorde na NBA. Porém, a derrota no meio da semana para o Orlando Magic evidenciou que a equipe texana tem, sim, problemas para serem corrigidos ao longo dos próximos meses. Por favor, não encarem minha coluna de hoje como o texto de um corneta, e sim como um alerta para, em caso de derrotas nas próximas semanas, ninguém fique muito assustado.

Ainda veremos a fera neste ano

Vamos ser sinceros: o Spurs teve um calendário bastante tranquilo neste começo de temporada. Isso pode ter ocultado algumas dificuldades do time, e a principal delas, na minha opinião, é conseguir limitar os principais pontuadores adversários. Surpreendentemente, a equipe texana tem sido quase perfeita no ataque, mas na defesa tem deixado a desejar. Vou tentar ilustrar isso lembrando, a seguir, as poucas pedreiras que o time de San Antonio teve até aqui na temporada:

14/11/2010 – Spurs 117 @ 104 Thunder

Jogando fora de casa diante de um Thunder que teve dificuldades no começo da temporada, o Spurs conseguiu grande vitória, mas teve problemas em parar Kevin Durant (23 pontos e sete rebotes) e Russell Westbrook (19 pontos e oito assistências).

17/11/2010 – Spurs 103 vs 94 Bulls

Contra um Bulls que ainda não contava com Carlos Boozer, o Spurs obteve nova vitória, apesar da grande atuação de Derrick Rose (33 pontos, acertando 15 dos 27 arremessos de quadra que tentou naquela oportunidade).

19/11/2010 – Spurs 94 @ 82 Jazz

O time texano terminou sua sequência de três pedreiras com uma das mais significativas vitórias dessa temporada, ao menos na minha opinião. Mas vale lembrar que naquela noite Deron Williams conseguiu 23 pontos e cinco assistências.

23/11/2010 – Spurs 106 vs 97 Magic

Outra grande vitória do Spurs, que na opórtunidade alcançou seu 11º triunfo consecutivo. Mas, como sempre, o Superman Dwight Howard fez grande partida contra a equipe texana: 26 pontos, 18 rebotes e dois tocos.

26/11/2010 – Spurs 94 vs 103 Mavericks

Segunda derrota do time texano na temporada – a primeira aconteceu na segunda rodada, contra o New Orleans Hornets, também no AT&T Center. Naquela noite, o destaque foi Dirk Nowitzki, com 26 pontos.

16/12/2010 – Spurs 113 @ 112 Nuggets

Talvez a maior vitória do Spurs até aqui, decidida somente nos instantes finais graças à frieza e a genialidade de Manu Ginobili. Mas o time visitante não teve resposta para Carmelo Anthony, que anotou 31 pontos e nove rebotes na ocasião.

22/12/2010 – Spurs 109 x 103 Nuggets

O Nuggets jogou sem Carmelo, e mesmo assim o Spurs teve dificuldades para parar os pontuadores adversários, como Chauncey Billups (20 pontos e sete assistências), Ty Lawson (22 pontos, 8-12 da quadra) e J. R. Smith (22 pontos e sete rebotes).

23/12/2010 – Spurs 101 @ Magic 123

Os 29 pontos e 14 rebotes de Dwight Howard foram fundamentais para interromper mais uma série de vitórias do San Antonio Spurs. O time texano também teve dificuldades com as bolas de três pontos do time adversário.

A resposta para enfrentar este problema pode ter aparecido no segundo jogo contra o Denver Nuggets, disputado na última quarta-feira. Com dificuldades para parar os pontuadores adversários, Gregg Popovich implantou uma defesa por zona no último quarto, o que limitou os visitantes a apenas 14 pontos. Este tipo de defesa tem sido utilizada com sucesso pelo Mavericks na temporada, e minimiza os defeitos  defensivos dos jogadores, pois permite que um ajude o outro e que dobras sejam mais facilmente feitas.

Quem sabe esta “novidade” pode ser testada ainda neste ano, já que ainda temos pedreiras pela frente: após enfrentarmos o Wizards amanhã, fechamos 2010 medindo forças com Lakers e Mavericks. Nada de moleza para a defesa texana…

Anúncios