Arquivo diário: 20/12/2010

Parker é o jogador da semana no Oeste

O armador Tony Parker foi eleito nesta segunda-feira o melhor jogador da semana na Conferência Oeste. O francês liderou o San Antonio Spurs a três vitórias em três jogos com médias de 25,7 pontos, 8,7 assistências e 2,3 rebotes por duelo.

Na partida diante do Memphis Grizzlies, realizada no último sábado, TP obteve sua melhor marca da temporada: 37 pontos e nove assistências. Vale lembrar que San Antonio tem hoje a melhor campanha da NBA (23-3) e está invicto há oito combates.

Pelo lado Leste, o melhor jogador da semana foi Paul Pierce, do Boston Celtics. Assim como Parker, Pierce liderou a franquia de Massachusetts a três triunfos em três contendas. Suas médias foram de 21,7 pontos, 8,7 assistências e 8,3 rebotes por noite. O Celtics tem a segunda melhor campanha da liga e mantém a maior sequência de vitórias entre todos os competidores: o time está sem perder há 13 jogos.

Anúncios

Spurs (23-3) vs Suns (13-13) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Phoenix Suns – Temporada Regular

Data: 20/12/2010

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Dono da melhor campanha desta temporada da NBA, o San Antonio Spurs vem quebrando um recorde atrás do outro: com três derrotas em 26 jogos disputados, a equipe texana teve a terceira melhor campanha nos primeiros 25 jogos da história da liga. Porém, os últimos três triunfos vieram no sufoco: contra Bucks e Nuggets, Ginobili decidiu nos instantes finais, e diante do Grizzlies o Spurs só conseguiu vencer na prorrogação. Hoje, além do novato James Anderson, com uma fratura por stress, o time da casa terá um desfalque importante: George Hill, com o pé direito machucado. Já o Suns vem de uma reconstrução e dificilmente terá seus reforços à disposição hoje; porém, mesmo desfalcado, venceu ontem o Oklahoma City Thunder, jogando fora de casa.

Confrontos na temporada (1-0)

03/11/2010 – Spurs 112 @ 110 Suns

As quatro bolas de três pontos que Richard Jefferson converteu no quarto quarto foram fundamentais para a vitória do Spurs. O ala terminou a partida com 28 pontos, e foi o cestinha daquele duelo. Do lado do Suns, destaque para Jason Richardson, que não está mais em Phoenix – naquela oportunidade, o ala-armador anotou 21 pontos.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker/Chris Quinn

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de Olho Sem Hill, Quinn tem a oportunidade de participar ativamente da rotação da equipe texana e provar que não é apenas um atleta de garbage time. Contra o Grizzlies, o armador foi bem: foram dez pontos, um rebote e um toco em pouco menos de 12 minutos de jogo. Na temporada, suas médias são de 2,1 pontos e 0,8 assistências em 5,5 minutos por partida.

Foto em nba.com

 

 

PG – Steve Nash

SG – Jared Dudley

SF – Grant Hill

PF – Channing Frye

C – Robin Lopez

Fique de OlhoSem Richardson e ainda sem Vince Carter, Hill ficou com a resonsabilidade de pontuar do perímetro contra o Suns e corresnpondeu: além de marcar Kevin Durant, terminou o embate com 30 pontos e 11 rebotes. Suas médias na temporada são de 14,8 pontos e cinco rebotes em 29,8 minutos por partida.

George Hill ficará fora nos próximos jogos

O armador George Hill perderá alguns jogos por conta de um problema no dedo grande do pé direito. Segundo o técnico Gregg Popovich, Hill vem lidando com o incômodo desde a partida contra o Portland Trail Blazers, realizada no último dia 12 de dezembro.

“Ele vinha tentando ser um herói”, brincou o treinador. “Hill está sendo tratado e está fora das atividades para ver como reage aos medicamentos”, completou.

Segundo Popovich, o problema parece mais simples do que o sofrido pelo ala James Anderson, que está afastado desde novembro e só deverá retornar às quadras em janeiro. “Eu não acho que é grave, mas vamos esperar para ter certeza de que ele estará bem”, pontuou o treinador.

Sem George Hill, Chris Quinn e Gary Neal devem ganhar mais tempo para jogar. “É uma pena que o George esteja fora”, lamentou o novato Neal. “Ele é grande parte do nosso sucesso, mas ao mesmo tempo atletas como eu e o Chris (Quinn) teremos mais minutos”, finalizou.