Arquivo diário: 02/12/2010

Spurs (15-3) @ Clippers (4-15) – Derrota inesperada

85X90

Após vencer o Golden State Warriors na terça-feira, o San Antonio Spurs teve dificuldades para lidar com o back-to-back como visitante e, na madrugada de quarta para quinta-feira, acabou derrotado pelo Los Angeles Clippers no Staples Center.

George Hill foi o cestinha do Spurs (Noah Graham/NBAE/Getty Images)

Gregg Popovich mandou à quadra o mesmo quinteto inicial de toda a temporada: Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, DeJuan Blair e Tim Duncan. Já o Clippers, sem poder contar com o pivô Chris Kaman, machucado, iniciou o jogo com DeAndre Jordan de titular no garrafão ao lado do novato Blake Griffin.

A partida começou muito equilibrada – e assim foi até o final. No primeiro período, as equipes alternavam-se na liderança do placar, mas sem conseguir abrir vantagem. Com isso, a parcial encerrou-se com o time de Los Angeles à frente por um ponto: 25 a 24. Foi apenas no segundo quarto que houve um certo desequilíbrio de forças, em favor da equipe angelina, que desceu para os vestiários vencendo por 48 a 40.

Ginobili lutou, mas não foi o bastante (Noah Graham/NBAE/Getty Images)

No terceiro período, assim como aconteceu contra Minnesota Timberwolves e New Orleans Hornets, os titulares do Spurs ficaram em quadra por bastante tempo para conseguir mais uma virada. Parecia que podia funcionar, já que o Spurs recuperou um pouco de terreno e entrou na parcial derradeira apenas cinco pontos atrás: 73 a 68 para o Clippers. Porém, no último quarto, o time angelino, comandado por Eric Gordon e Blake Griffin, mostrou surpreendente frieza para minar qualquer tentativa de reação e vencer por 90 a 85.

A derrota derrubou dois tabus: o Clippers não vencia o Spurs há 18 jogos – a última vitória fora em 2006 – e o time texano, que estava invicto jogando fora de casa, não ostenta mais este status. Para tentar voltar a vencer, o ainda líder da Conferência Oeste recebe o Minnesota Timberwolves na sexta-feira para dar início a uma série de seis jogos atuando no AT&T Center.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

George Hill – 17 pontos e três roubadas de bola

Manu Ginobili – 15 pontos, seis assistências e seis rebotes

Richard Jefferson – 13 pontos e nove rebotes

Gary Neal – 12 pontos e cinco rebotes

Tiago Splitter – Quatro pontos (1-3 da quadra, 2-4 nos lances livres), um rebote, uma assistência e três faltas em 7:27 minutos

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 31 pontos, 13 rebotes, quatro assistências e duas roubadas de bola

Eric Gordon – 21 pontos e seis rebotes

Popovich é o técnico do mês no Oeste

O treinador do San Antonio Spurs, Gregg Popovich, foi eleito o técnico do mês de novembro da Conferência Oeste da NBA. Pelo Leste, o escolhido foi Doc Rivers, do Boston Celtics. Os dois premiados comandam as equipes que lideram suas conferências na liga.

Popovich não se conteve de tanta alegria

Popovich lidera o San Antonio Spurs a seu melhor início de temporada na história da franquia e, em novembro, chegou a alcançar 12 vitórias consecutivas. Até agora, os texanos somam oito vitórias como visitantes, sendo a única equipe invicta fora de casa em toda a NBA.

Esta foi a 11ª vez que Pop foi eleito o técnico do mês pela NBA. Com isso, ele se igualou a Phil Jackson como o treinador em atividade com o maior número de conquistas deste tipo.

Popovich venceu, em uma oportunidade, o prêmio de técnico do ano (COY). Foi na temporada 2002/2003, ano no qual comandou o Spurs à melhor campanha da liga na temporada regular, com 60 vitórias e 22 derrotas.