Arquivo diário: 29/11/2010

Spurs (14-2) @ Hornets (12-4) – Mantendo o bom momento

109X95

Após um primeiro tempo ruim, o San Antonio Spurs conseguiu se recuperar e venceu o New Orleans Hornets, se mantendo como a única equipe invicta como visitante da NBA, com sete conquistas.

Duncan faz malabarismos para vencer cada jogo (Foto por Chris Graythen/Getty Images)

O Spurs começou o jogo com seu usual quinteto formado por Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e DeJuan Blair. Logo no início, o Hornets conseguiu uma corrida de 0 a 8 se apoveitando dos erros de ataque dos visitantes, que cometeram cinco no período. Liderados por um imparável David West, com 16 pontos, os donos da casa ficaram à frente no final do primeiro quarto em 26 a 34.

O argentino novamente foi o cestinha da equipe (Foto por AP Photo)

O segundo período continuou com a superioridade do New Orleans, estendendo sua vantagem no placar para os dígitos duplos. Com uma sequência de cestas de três pontos ao final do segundo quarto, sendo a última por Chris Paul, o Spurs acabou indo por intervalo com grande desvantagem por 44 a 61.

No retorno ao jogo, o técnico Gregg Popovich resolveu tentar segurar o ímpeto do New Orleans no ataque, principalmente de West, com uma formação mais baixa. A mudança surtiu efeito e comandados por Ginobili com 10 pontos, o Spurs encostou no placar, fechando o terceiro quarto em 72 a 77.

Mantendo o seu domínio do segundo tempo, o San Antonio tomou a frente no placar logo no início do período final, e continuou com uma forte defesa, impidindo qualquer tentativa de reação dos donos da casa. Assim, o Spurs conseguiu manter a invencibilidade fora de casa e a melhor campanha da liga fechando com 109 a 95.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 23 pontos, oito assistências e sete rebotes

Tim Duncan – 21 pontos e sete rebotes

Richard Jefferson – 19 pontos e 63,6% (7-11) nos arremessos de quadra

George Hill – 14 pontos e quatro assistências

Tony Parker – Nove assistências e seis rebotes

Tiago Splitter – Cinco pontos, três rebotes e um erro de ataque em 11 minutos

New Orleans Hornets

David West – 23 pontos, sete rebotes e 71,4% (10-14) nos arremessos de quadra

Chris Paul – 15 pontos, sete assistências e seis rebotes

Emeka Okafor – 12 pontos, sete rebotes e cinco bloqueios

Marco Belinelli – 12 pontos

Marcus Thornton – 11 pontos

Trevor Ariza – Dez pontos, seis rebotes e três roubos de bola