Arquivo diário: 13/11/2010

Hornets???

Se no começo de outubro alguém falasse para qualquer fã da NBA que o New Orelans Hornets seria a equipe da liga que ficaria mais tempo invicta nesta temporada, provavelmente essa pessoa seria levada imediatamente para o hospício mais próximo. Torcendo para que nenhuma lobotomia tenha sido feita de modo injusto nas últimas semanas, começo esse post admitindo estar surpreso, já que estou entre aqueles que não depositavam esperança nenhuma na equipe da abelinha.

"Por quê você está rindo?" "Hornets em primeiro é engraçado, ué"

Em uma divisão que conta com Dallas Mavericks, Houston Rockets, Memphis Grizzlies e San Antonio Spurs, o Hornets me parecia ser fortíssimo candidato a saco de pancadas, pois teria uma das tabelas mais difíceis da NBA entre os times considerados fracos. Chupa, Lucas Pastore: Até agora, são sete vitórias em sete jogos, em uma sequência nada tranquila: Milwaukee Bucks, Denver Nuggets, San Antonio Spurs, Houston Rockets, Miami Heat, Bucks de novo e Los Angeles Clippers. Uau!

Para começarmos a entender o desempenho da equipe, precisamos primeiro dar uma olhada no incrível começo de temporada de Chris Paul – por enquanto, o favorito ao prêmio de MVP na minha opinião. Ele lidera a equipe em pontos (17,9 por jogo), assistências (9,9) e roubadas de bola (2,43) com folga, e, nos rebotes (5,4) perde apenas para a dupla de garrafão titular, David West (6,4) e Emeka Okafor (8,1). Paul comete 1,71 turnovers por jogo – pouco para quem passa tanto tempo com a bola nas mãos. Só na sua equipe, West (2,0) e Jarryd Bayless (2,0) perdem mais bolas.

O segundo triunfo da equipe está na sufocante defesa de perímetro do time. Com Paul e Trevor Ariza, dois excelentes marcadores, no mínimo dois adversários terão problemas no ataque. Com a parte defensiva bem executada, conta-ataques surgem com facilidade – fundamento na qual a dupla, que se entrosou rapidamente, vem se mostrando mortal.

Como única equipe invicta da NBA, o Hornets perderá, nas próximas semanas, o rótulo de surpresa, e passará a ser o centro das atenções. Creio que uma queda de rendimento seja inevitável, mas vejo na equipe potencial para brigar por playoffs.

O próximo encontro de Hornets e Spurs está marcado para o dia 28, em Nova Orelans. Dessa vez, creio que a equipe texana entrará mais ligada no jogo, já sabendo do potencial do adversário. Hill deverá passar bastante tempo em quadra para tentar limitar Chris Paul. Com Manu e Jefferson nas alas, Parker deve acionar mais aquele que estiver sendo marcado pelo italiano Marco Belinelli, deixando Ariza sem função. Será suficiente?

Anúncios

Spurs (6-1) vs Sixers (2-7) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs. Philadelphia 76ers – Temporada Regular

Data: 13/11/2010

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Com uma sequência de cinco vitórias consecutivas, o San Antonio Spurs ocupa a terceira posição no Oeste e enfrenta o frágil Philadelphia 76ers, que figura entre os últimos do Leste. Jogando em casa, o time texano tem tudo para alcançar, até com certa facilidade, o sexto triunfo seguido.

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Manu Ginobili vem fazendo uma temporada de altíssimo nível. Depois de dois anos sofrendo com problemas físicos, o argentino está 100% recuperado e está jogando como há tempos não se via. São 21,9 pontos, 3,1 rebotes e 4,9 assistências por partida, em média.

https://i0.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/phi2.gif

PG – Jrue Holiday

SG – Evan Turner

SF – Andre Iguodala

PF – Elton Brand

C – Spencer Hawes

Fique de Olho – Andre Iguodala é a referência da equipe já há alguns anos. Forte e atlético, o ala é garantia de boas enterradas por onde passa. Mas com o elenco fraco em volta, o jogador pouco pode fazer para guiar o time da Philadelphia às vitórias.