Arquivo mensal: outubro 2010

Spurs mostra interesse no sérvio Milos Teodosic

Foto por FIBA/Castoria/N.Parausic

O San Antonio Spurs estaria interessado nos serviços do sérvio Milos Teodosic, destaque de seu país no último Mundial da Turquia.

Teodosic, de 23 anos, joga atualmente no Olympiacos Piraeus, da Grécia. Recentemente, o vice-presidente do Spurs, Dennis Lindsey, esteve em Atenas para acompanhar uma partida do astro. Apesar do interesse, Teodosic já declarou em algumas oportunidades que gostaria de seguir sua carreira na Europa, onde é idolatrado.

Nomeado MVP (melhor jogador) da temporada 2009/10 da Euroliga, Teodosic registrou médias de 11,3 pontos e 5,6 assistências no último campeonato Mundial, conquistando o quarto lugar com a Sérvia. Ele também foi o responsável por uma bela cesta de três pontos que decretou a derrota da Espanha nas quartas de final do torneio.

Anúncios

Falta uma peça

A eliminação diante do Phoenix Suns, nas semifinais da temporada passada, deixou evidentes algumas fraquezas do elenco do San Antonio Spurs. Um bom arremessador da linha dos três pontos, um defensor de perímetro confiável para acompanhar os pontuadores adversários e um companheiro de garrafão para Tim Duncan eram as maiores deficiências apontadas por torcedores e/ou especialistas.

Meses e meses depois, ele ainda faz falta

Alguns desses defeitos ganharam candidatos a solução nesta offseason. Duncan, por exemplo, vai ganhar a companhia de DeJuan Blair, que começará a temporada regular como titular. O ala-pivô parte para sua segunda temporada na NBA – o treinador Gregg Popovich costuma limitar bastante os minutos do novatos, por isso espera-se maior participação do jogador já nos próximos jogos.

Além de Blair, a franquia trouxe Tiago Splitter, que ainda não estreou mas que deve dar sua contribuição. Com isso, o veterano ala-pivô Antonio McDyess, que tinha a responsabilidade de ser solução na temporada passada, deve descansar mais para calibrar seus arremessos de média distância para os playoffs.

Para o perímetro, o Spurs trouxe Gary Neal, que fez carreira na Europa como arremessador de três pontos. O jogador ainda está em fase de adaptação à NBA, e mesmo assim, na pré-temporada, tentou 22 arremessos de três pontos e converteu oito, aproveitamento de 36,8%. Ficou atrás apenas de Matt Bonner (11-22, 50%), Richard Jefferson (5-10, 50%) e Bobby Simmons (2-5, 40%), mas, para a quantidade de bolas que arremessou, teve um aproveitamento no mínimo satisfatório.

Por falar em Bobby Simmons, o jogador é um dos candidatos à única vaga que Popovich não conseguiu preencher no elenco: um reserva para Jefferson que saiba defender e arremessar de três pontos – ou que pelo menos faça um dos dois muito bem. Durante a pré-temporada, o novato James Anderson foi o preferido do treinador, mas ainda é imaturo e tem muito a evoluir, principalmente na defesa. Alonzo Gee corre por fora, e provavelmente será dispensado nos próximos dias.

Simmons teve médias de 2,3 pontos, 2,9 rebotes, 0,7 roubadas de bola, 0,14 tocos e 40% de aproveitamento nos arremessos de três pontos em 12,4 minutos por jogo na pré-temporada. Os números de Anderson foram 5,3 pontos, 1,9 rebotes, 0,4 roubadas de bola, 0,4 tocos e 36,4% de aproveitamento nos arremessos de três pontos. Por ser novato e ainda poder evoluir, deposito minhas fichas no segundo.

“É ela quem me inspira”, diz Tiago Splitter sobre Michelle Splitter

Michelle Splitter era jovem e tinha potencial, mas doença interrompeu sua vida

O tímido sorriso do catarinense Tiago Splitter esconde uma história triste. O jovem pivô perdeu a irmã, Michelle, em fevereiro de 2009. Michelle também era jogadora. Tinha 19 anos, era alta, forte, mas acabou vítima de leucemia.

Em entrevista ao site oficial do San Antonio Spurs, Splitter fala sobre a proximidade com a irmã mais nova e sobre como ela o inspira nos momentos mais difíceis de sua vida.

“Nós éramos muito próximos um do outro”, revelou. “Ela lutou todos os dias para ficar saudável. Quando estou cansado e penso no que ela passou, vejo que o que estou passando é nada”.

Elisabeth, mãe de Tiago e Michelle, diz que a filha foi uma guerreira, pois lutou até o fim e nunca deixou exposto seu sofrimento. “Todos os dias era como um campeonato, um jogo vencido, uma dura batalha”, disse Elisabeth. “Mas ela (Michelle) não queria que ninguém soubesse. Talvez o Tiago, pois eles eram muito próximos”.

Quase dois anos depois, a vida prossegue para a família Splitter, mas Michelle está sempre na lembrança do jogador. “Dedico essa medalha de ouro a ela”, disse ele após a vitória brasileira na Copa América de 2009. “Tudo o que eu vencer a partir de agora será para ela”.

E quando Tiago se depara com adversidades, ele certamente sabe aonde buscar ajuda. “Quando enfrento momentos difíceis é ela quem me inspira”.

Cousin e Palmer são dispensados

Bye bye, Cousins!

O San Antonio Spurs anunciou nesta quinta-feira, depois da vitória sobre o Houston Rockets a dispensa de dois jogadores: o pivô Marcus Cousin e o ala Kevin Palmer. Com isso, o elenco da equipe texana tem agora 14 jogadores – Popovich declarou nesta semana que gostaria de trabalhar com 13 no plantel. Alonzo Gee e Bobby Simmons disputam a última vaga aberta.

Cousin, que terminou a última temporada jogando pelo Altshuler Saham Galil Gilboa, de Israel, chegou a entrar em quadra em cinco partidas da pré-época do Spurs, obtendo médias de 5,2 pontos e 4,2 rebotes em 15,8 minutos por exibição. Porém, o jogador sofreu com a forte concorrência, já que a equipe texana conta com Tim Duncan, DeJuan Blair, Tiago Splitter, Antonio McDyess e Matt Bonner para o garrafão.

Já Kevin Palmer é uim novato não draftado, que se destacou na universidade Texas A&M-Corpus Christi e ganhou uma vaga no elenco do Washington Wizards da Summer League de Las Vegas. Se destacou e chegou a ser testado na pré-temporada da equipe da capital, mas acabou dispensado. No último dia 20, assinou um contrato não garantido com o Spurs, realizou alguns trabalhos com a comissão técnica, mas não ficará no elenco. Seu destino deve ser o Austin Toros, da Liga de Desenvolvimento.

E mais…

Splitter não deve jogar estreia

Principal reforço do San Antonio Spurs para a temporada, o ala-pivô brasileiro Tiago Splitter dificilmente enfrentará o Indiana Pacers na próxima quarta-feira – estreia do San Antonio Spurs na temporada regular. Graças a sua lesão muscular no pé, o brazuca tem sua data de estreia com a camisa preto e prata indefinida.

Spurs (4-3) vs. Rockets (4-3) – “O Novo Robinson”

111X103

Em uma noite pra lá de inspirada do pivô “baixinho” DeJuan Blair, o San Antonio Spurs derrotou a equipe do Houston Rockets por 111 a 103 no AT&T Center.

Gigantes! (Foto por D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

A equipe de Houston, que não contou com Yao Ming, poupado pelo técnico, começou o jogo de maneira arrasadora, sendo que na primeira metade Kevin Martin marcou 21 pontos em apenas 17 minutos de jogo, levando seu time aos vestiários com uma vitoria parcial de 55 a 49.

Foto por D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images

No segundo período. a equipe texana apertou a marcação, e foi quando o pivô DejJan Blair arregaçou suas mangas. No inicio da semana, o técnico Gregg Popovich havia afirmado que começaria a temporada regular com Blair como pivô titular, liberando assim Tim Duncan para atuar na posição a qual é considerado o melhor de todos na NBA.

Foram 17 pontos, todos no segundo período, além de oito rebotes. Quando o jogo estava 82-79 para Houston e faltando 9:58 para o fim da partida, DeJuan Blair recebeu bom passe, sofreu falta ao completar uma bela bandeja e logo após converteu um lance livre, empatando a partida. Após o lance, a equipe texana assumiu de vez a liderança do placar para não mais se desgarrar dela.

Tim Duncan, Tony Parker e Richard Jefferson também fizeram boa partida, complementando a vitoria de “Los Spurs”.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Dejuan Blair 17 pontos e oito rebotes

Tim Duncan 13 pontos, dez rebotes e quatro assistências

Tony Parker 16 pontos e quatro assistências

Richard Jefferson – 16 pontos e dois bloqueios

Gary Neal – Oito pontos e duas assistências em 15 minutos jogados.

Houston Rockets

Kevin Martin – 21 pontos

Luis Scola – 12 pontos e sete rebotes

Courtney Lee – Dez pontos e quatro assistências

E mais…

Bruce Bowen comparece ao jogo como torcedor

Lembram dele? Pois é, Bruce Bowen, que se aposentou após ser negociado com o Milwaukee Bucks na temporada passada, esteve presente na partida desta quinta-feira como torcedor. Bowen, que declarou seu amor pela camisa preta e prata após sua aposentadoria, hoje dirige um SPA na cidade de San Antonio juntamente com sua esposa.