Arquivo diário: 16/10/2010

Spurs (2-2) vs. Caja Laboral (0-1) – Pré-temporada

San Antonio Spurs vs. Caja Laboral – Pré-temporada

Data: 16/10/2010

Horário: 21:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Dando sequência à pré-temporada, o San Antonio Spurs enfrenta agora um time europeu: o espanhol Caja Laboral. Aliás, esta vem sendo uma tendência das equipes da NBA que, buscando ganhar espaço pelo mundo, já enfrentram outros europeus, como o Lakers, que enfrentou o Barcelona, o Thunder, que encarou, o CSKA e o Grizzlies, que enfretou o próprio Caja Laboral. Mas Spurs e Caja tem uma ligação maior, afinal a equipe espanhola era onde Tiago Splitter atuava até a última temporada.

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Não há como destacar outro jogador do Spurs nesta pré-temporada. DeJuan Blair vem roubando a cena e tem aproveitado muito bem a chance dada por Gregg Popovich. Blair tem se destacado marcando muitos pontos e pegando vários rebotes e tem tudo para ganhar a vaga de titular no início da temporada regular.

PG – Brad Oleson/Marcelinho Huertas

SG – David Logan

SF – Fernando San Emeterio

PF – Mirza Teletovic

C – Stanko Barac

Fique de Olho – No jogo contra o Memphis Grizzlies, Huertas iniciou no banco, mas atuou por mais de 33 minutos, sendo um dos destaques da partida com sete pontos e 11 assistências. O brasileiro está na melhor fase de sua carreira – como vimos no Mundial da Turquia – o que inclusive gerou boatos sobre uma possível ida para a NBA.

Anúncios

Rotação do Spurs ganha forma

Acompanhar os jogos de pré-temporada do San Antonio Spurs nunca foi tão intrigante. São jogadores brigando pela titularidade, jogadores brigando por minutos em quadra e jogadores brigando por uma vaga no elenco – somente um ou outro atleta está apenas cumprindo tabela nessas partidas. Enquanto isso, o técnico Gregg Popovich é aquele que mais tem trabalho, pois tenta montar um plano de rotação coerente para a equipe.

Mais da metade não estava aí no ano passado

A turma dos que entra em quadra apenas para aprimorar a parte física é composta pelo trio de ídolos Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan e pelo ala Richard Jefferson – o último, por falta de opções, já que fez uma última temporada decepcionante e ainda luta para se adaptar ao rígido esquema de Pop. Os outros 13 jogadores que formam hoje o elenco da franquia texana têm pelo que brigar em quadra.

Aproveitando-se da ausência de Tiago Splitter – que, machucado, ainda não entrou em quadra pelo Spurs – o ala-pivô DeJuan Blair vem sendo o destaque da equipe na pré-temporada, e me parece estar à frente de seus rivais na briga pela titularidade – além do brazuca, Antonio McDyess e Matt Bonner devem iniciar a temporada no banco.

George Hill corre por fora na briga por um lugar no quinteto inicial – deve começar as partidas apenas se Pop quiser colocar Manu de volta no posto de sexto homem. Porém, me parece mesmo que o jovem fará a dupla de armadores reservas ao lado de Gary Neal – o ala-armador, que fez carreira na Europa por ser um grande pontuador, aparenta estar com moral, já que o treinador Manu Ginobili (!) confiou a ele a última bola do jogo diante do Clippers; um arremesso de três que caiu e deu a vitória ao Spurs.

A briga para ser reserva de Jefferson está entre o experiente Bobby Simmons e o novato James Anderson. Pop declarou nesta semana que quer um bom defensor com capacidade de arremessar de três pontos – quanto menos eficiente você for em um fundamento, melhor precisa ser no outro. Um ala com nenhuma dessas qualidades não tem chances no esquema do treinador. E estes dois jogadores me parecem os mais adaptados à função – com isso, Alonzo Gee e James Gist perdem espaço, e são minhas apostas de dispensa da equipe para o início da temporada regular.

Com isso, os armadores Curtis Jerrells e Garrett Temple devem ficar no plantel para suprirem emergências – vale lembrar que na temporada passada Parker, Hill e Manu sofreram com lesões. O pivô Marcus Cousin aproveitou sua chance e pode ficar – caso Pop queira descansar os experientes Duncan e Dice, ainda terá um garrafão forte com Splitter, Blair, Bonner e Cousin. A situação do elenco da equipe parece bem encaminhada.