Arquivo diário: 11/10/2010

Splitter tem estreia adiada

Splitter no primeiro treino da temporada (Kin Man Hui/Express-News)

Os torcedores do San Antonio Spurs vão ter de esperar mais do que imaginavam para ver Tiago Splitter, a principal contratação da franquia para a próxima temporada, estrear com a camisa da equipe. Com uma contusão no músculo plantar do pé direito, o pivô brasileiro, a princípio, ficaria afastado por somente dez dias, mas o tempo de molho do jogador pode até dobrar.

Splitter é desfalque certo para os dois próximos jogos do Spurs, que serão disputados fora do Texas: na terça-feira, contra o Los Angeles Clippers, no México, e na quinta-feira, contra o Cleveland Cavaliers, em Pittsburgh. O jogador é dúvida ainda para o duelo de sábado, no AT&T Center, contra o Caja Laboral, equipe em que o brazuca jogava até a última temporada.

E mais…

Spurs dispensa Kirk Penney

Adiós, Penney! (Bill Baptist/NBAE/Getty Images)

O ala-armador neozelandês Kirk Penney não faz mais parte do elenco do San Antonio Spurs. O jogador assinou um contrato não-garantido para participar da pré-temporada com a equipe texana, chegou a atuar por pouco mais de 16 minutos e anotou nove pontos na estreia do time, na derrota contra o Houston Rockets. Porém, sua inoperância defensiva pesou, e o atleta acabou cortado pela comissão técnica.

O Spurs tem agora 17 jogadores no elenco: os armadores Tony Parker, George Hill, Curtis Jerrells e Garrett Temple; os alas-armadores Manu Ginobili, Gary Neal, James Anderson e Alonzo Gee; os alas Richard Jefferson e Bobby Simmons; os alas-pivôs Tim Duncan, DeJuan Blair, Antonio McDyess, Matt Bonner e James Gist e os pivôs Tiago Splitter e Marcus Cousin. Até o final da pré-temporada, no mínimo dois atletas serão cortados, pois a NBA permite um máximo de 15 por elenco.

Manu Ginobili é o atleta argentino da década

O ala-armador do Spurs Manu Ginobili recebeu o Prêmio Konex de maior esportista argentino da última década, superando nomes como o atacante Lionel Messi e o tenista David Nalbandian. Este mesmo prêmio já foi entregue para Juan Manuel Fangio em 1980, para Diego Maradona em 1990 e para Gabriela Sabatini em 2000.

Anúncios