Arquivo diário: 02/10/2010

Perguntas que não querem calar

Está chegando a hora, meus amigos! Neste domingo, começam os jogos da pré-temporada da NBA, e na quinta-feira já tem San Antonio Spurs em quadra, fora de casa, contra o Houston Rockets. Esta semana vai nos ajudar a começar a responder algumas dúvidas que não saem das nossas cabeças, já que esta é uma das offseasons mais misteriosas da equipe texana nos últimos tempos. Por isso, uso esse espaço de hoje para começarmos a debater a respeito dessas perguntas. Vamos a elas:

Obrigado, moça. Mas nós sabíamos o nome deste rapaz.

1) Valeu a pena esperar por Splitter? Desde a aposentadoria de Robert Horry, Tim Duncan está sobrecarregado no garrafão, já que não encontrou um parceiro confiável. Antonio McDyess chegou a ajudar em alguns momentos, mas não o suficiente. Porém, nas últimas temporadas, uma esperaça pairava no ar: Tiago Splitter vem aí. O pivô brasileiro já mostrou ter uma defesa consistente e um bom poderio ofensivo quando está perto da cesta. Mas como esse jogo vai encaixar nas regras da NBA? Será que a adaptação do brazuca vai demorar? É esperar para ver…

2) Quem será o reserva de Jefferson? Na última temporada, a ala foi a posição mais carente no elenco texano. Richard Jefferson, trazido a preço de ouro, não rendeu o esperado – é verdade que melhorou um pouco no final da temporada, mas mesmo assim ficou devendo. Mesmo caso evolua ainda mais neste ano, RJ precisa de um reserva confiável – algo que não teve até aqui no Spurs. Gregg Popovich já disse que, para tomar sua decisão, terá como prioridade o poder defensivo. Além de Jefferson, o único especialista na ala que participa da pré-temporada com a equipe é Bobby Simmons, que jogou a última temporada no New Jersey Nets e assinou um contrato não garantido com o Spurs para tentar uma vaga no elenco. Os alas-armadores Alonzo Gee e James Anderson e o ala-pivô James Gist, que podem ser improvisados na posição três, estão na briga.

3) O Spurs continua bom no draft? Podíamos já na temporada anterior colocar em quadra um time forte, formado só por jogadores draftados pelo Spurs: Tony Parker, George Hill, Manu Ginobili, DeJuan Blair e Tim Duncan. E, nesta temporada, teremos mais candidatos a “achados”: além do já comentado Tiago Splitter, o ala-armador James Anderson, que pode quebrar um galho na posição 3, fez sucesso na universidade com um bom poderio ofensivo. Gregg Popovich já disse que quer trabalhar o novato defensivamente para que ele possa ganhar tempo de quadra. Outro possível steal é o ala-pivô James Gist, draftado em 2008, que passou as últimas duas temporadas na Europa e ainda briga por uma vaga no elenco da equipe de San Antonio.

4) Teremos um arremessador confiável? Além de um reserva para Richard Jefferson, a principal deficiência do Spurs apontada por especialistas depois da eliminação na última temporada era a baixa eficiência nos arremessos de três pontos. Para tentar suprir isso, o Spurs assinou com Gary Neal, trouxe Kirk Penney para a pré-temporada – dois especialistas em arremessos de longe no basquete da Fiba – e draftou James Anderson, considerado um dos melhores arremessadores do último recrutamento de calouros. Com três tentativas a princípio válidas, é bem provável que no mínimo um destes três jogadores mantenha o bom aproveitamento ao se adaptar às regras da NBA.

5) Teremos um banco confiável? Considerando que nosso quinteto titular será formado por Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Antonio McDyess e Tim Duncan no começo da temporada, sabemos o que esperar de apenas três reservas: George Hill, DeJuan Blair e Matt Bonner. O desempenho de Gary Neal, James Anderson e Tiago Splitter vai depender da adaptação às regras da NBA. Temos ainda os armadores Curtis Jerrells e Garrett Temple, os alas-armadores Kirk Penney e Alonzo Gee; o ala Bobby Simmons; o ala-pivô James Gist e o pivô Marcus Cousin, que terão de brigar por uma vaga no elenco antes de brigar por minutos na rotação da equipe. Com esses nomes à disposição, Gregg Popovich terá de trabalhar bastante para conseguir montar um time de apoio confiável.

Splitter desfalca o Spurs por dez dias

Principal reforço do San Antonio Spurs para a próxima temporada, o pivô brasileiro Tiago Splitter sofreu uma contusão no pé direito durante os treinos de pré-temporada da equipe, e deverá ficar afastado dos trabalhos por cerca de dez dias.

Splitter durante o Media Day (Tony Garcia/spurs.com)

Splitter sofreu uma distensão no músculo plantar do pé direito; porém, a princípio, a lesão não é preocupante. O jogador pode até perder o primeiro jogo do Spurs na pré-temporada – contra o Houston Rockets, na próxima quinta-feira, fora de casa – mas não deve ser problema para o início da temporada. A equipe de San Antonio estreia no dia 27, contra o Indiana Pacers, no AT&T Center.

E mais…

Thomas Gardner é dispensado

A comissão técnica do San Antonio Spurs decidiu liberar o ala-armador Thomas Gardner, que não fará mais parte dos trabalhos da equipe na pré-temporada. O elenco texano conta agora com 18 jogadores: os armadores Tony Parker, George Hill, Garrett Tempe e Curtis Jerrells; os ala-armadores Manu Ginobili, Gary Neal, Alonzo Gee, James Anderson e Kirk Penney; os alas Richard Jefferson e Bobby Simmons; os ala-pivôs Tim Duncan, Antonio McDyess, DeJuan Blair, Matt Bonner e James Gist e os pivôs Tiago Splitter e Marcus Cousin. Até o início da temporada regular, no mínimo três destes atletas deverão ser dispensados, já que o máximo permitido para a NBA é 15 jogadores por elenco.