Arquivo mensal: maio 2010

Boa largada

Semana de emoções para os torcedores do Caja Laboral – equipe espanhola em que joga o pivô brasileiro Tiago Splitter, cujos direitos, na NBA, pertencem ao San Antonio Spurs. Na quarta feira, o time começou a disputa dos playoffs da Liga ACB – o campeonato espanhol de basquete -, torneio que deve ser o último de Splitter antes de sua ida para o Texas. Confira a seguir um resumo da boa estreia da equipe:

Foto por ACB Photo/L.González

O jogo

21/05/2010 – Caja Laboral 92 x 76 Asefa Estudiantes

Jogando em casa, o Caja Laboral não teve dificuldades para bater o Asefa Estudiantes em sua primeira partida na pós temporada. Uma excelente corrida no terceiro quarto – vencido pelos donos da casa por 27 a 17 – foi o que definiu a partida. Mirza Teletovic foi o principal pontuador dos mandantes, com 18 pontos. Splitter teve uma atuação sólida, com 13 pontos, 11 rebotes, sete assistências e três roubadas de bola. Do lado do Estudiantes, o destaque foi Nik Caner-Medley, com 18 pontos e cinco rebotes.

Situação da equipe

Com a vitória, o Caja Laboral se aproximou de garantir a vaga nas semifinais da Liga ACB, já que as quartas de final são disputadas em melhor de três partidas. Caso vença o Asefa Estudiantes, dessa vez jogando fora de casa, em confronto que acontece ainda hoje, a equipe garante a vaga e espera o vencedor de Real Madrid x Cajasol.

Não perca, na semana que vem, o resumo do desempenho de Splitter e companhia nos playoffs aqui, no Spurs Brasil!

Anúncios

O que há de interessante entre Spurs e Derrick Favors?

Eis mais um candidato a vestir o manto preto e prata

Saiu uma notícia nesta sexta-feira dizendo que o San Antonio Spurs fez algumas entrevistas com o ala-pivô Derrick Favors, cotado para ser a terceira escolha do próximo recrutamento.

Na verdade, nada é mais normal nessa época do ano do que os times entrevistarem os talentos do draft.

San Antonio já havia falado com outros jogadores. O intuito é fazer uma varrida imponente no currículo destes jovens atletas.

R.C. Buford, o homem que manda e desmanda no Texas, sabe que precisa de um talento para tocar seu projeto de reformular o elenco do Spurs.

Por isso, San Antonio vem se empenhando ao máximo no currículo desses garotos.

Com a vigésima escolha, a chance de selecionar um bom jogador é ótima. Buford, contudo, enxerga além.

Ele quer o promissor Favors; jogador atlético, pulador, que enterra em quem vê pela frente.

Com o aprendizado junto à estrela Tim Duncan, Buford e Gregg Popovich planejam projetar o ala-pivô para o futuro. Aprimorá-lo física e tecnicamente, melhorar sua defesa, seus arremessos…

Todavia, como eu disse anteriormente, Favors é cotado para ser a terceira escolha. Desta maneira, como o Spurs chegaria a ele?

O New Jersey Nets, justamente o terceiro colocado no recrutamento, sucumbiu na última temporada por falta de um jogador experiente.

É neste parágrafo que entra o Spurs, que tem dois jogadores muito experientes a oferecer como moeda de troca: Richard Jefferson e Tony Parker.

O primeiro foi um fiasco em seu debute com a camisa alvinegra. Seu contrato expira ao término da próxima temporada, o que torna Jefferson uma excelente moeda de troca.

O mesmo vale para o francês Tony Parker. O armador é outro que terá seu contrato encerrado. Para renovar, espera-se que o franco-belga peça o máximo dinheiro permitido, coisa que Buford jamais ofereceria.

Sem renovar com o experiente armador, Parker se torna outra boa moeda de troca, e, além de Favors, San Antonio poderia conseguir mais atletas nesse negócio.

Rumores, rumores e mais rumores. Esse é apenas mais um deles. No entanto, é um dos mais plausíveis que vi até aqui.

Esperemos os próximos dias…

Vem, Tiago!

Nesta semana, para quem não viu, o brasileiro Tiago Splitter foi eleito o jogador mais valioso (MVP) da liga espanhola de basquete, a ACB. Motivo de orgulho para nós brasileiros, e mais ainda para nós, torcedores do Spurs,  já que os direitos do pivô brasileiro na NBA pertencem ao time de San Antonio.

Esperamos vê-lo em breve com nossa camisa

Ser MVP da Liga ACB não é pouca coisa. O campeonato espanhol é considerado por muitos a segunda liga nacional mais forte do mundo – atrás apenas da própria NBA, claro. Isso, sem dúvida, despertaria o interesse de qualquer franquia americana, e somos nós, o Spurs, que temos em mãos a chance de trazê-lo.

Sem possibilidade de fazer grandes contratações no movimentado mercado de free agents da offseason de 2010, a grande aquisição do time texano pode ser o pivô brasileiro. Se não podemos pensar em Wade, LeBron e Bosh, como a maioria, temos uma missão até mais fácil: trazer Tiago Splitter.

Não vou me alongar em análises táticas de como Splitter jogaria no Spurs; já fizemos isto aqui algumas vezes antes e também cada um pode ter uma percepção sobre as possibilidades. Quero me focar no lado “burocrático” da contração: afinal, o que precisamos fazer para trazê-lo?

Dizem na Espanha que o Real Madrid estaria disposto a fazer uma proposta altíssima para ter o brasileiro em seu elenco, algo que beiraria 7 milhões de euros limpos. E esse pode ser o principal entrave na negociação de nosso conterrâneo com o Spurs.

Mas,  a favor da franquia texana, está o encanto que jogar na NBA causa. Se não todos, a grande maioria dos jogadores de basquete sonha em chegar à NBA, e isso pode pesar na balança para o lado do Spurs. Outro ponto favorável aos texanos é que a liga americana, futuramente, pode pagar mais do que qualquer clube na europa pagaria. Alguns contratos, quando renovados, ultrapassam os 10 milhões de dólares, as vezes chegando a 15 ou até 20 milhões. Então, dependeria do rendimento de Tiago na NBA para que, no futuro, o contrato fosse renovado com um salário melhor.

Acredito que a saída para o Spurs é apostar todas as fichas em trazer o brasileiro. A equipe precisa de renovação, e um jogador de garrafão de qualidade como Splitter não se encontra em qualquer esquina.

Mas também não será possível o brasileiro chegar ganhando o salário mínimo de novato da NBA, então a melhor saída seria trabalhar usando a Mid Level Exception, um valor que a equipe terá para usar em contratações e que gira em torno dos 5,5 milhões de dólares.

Ainda sim, este valor seria mais baixo do que ele receberia na Europa, mas não deixaria de ser um belo salário. Acredito que, nessas condições, Tiago não abriria mão de seu sonho de jogar na NBA.

Tiago Splitter, MVP da Liga ACB 2009/10

Foto em acb.com

O pivô brasileiro Tiago Splitter, do Caja Laboral, foi escolhido nessa segunda o MVP da Liga ACB 2009/10. A votação é realizada por técnicos, atletas, jornalistas e torcedores.

O jogador brasileiro foi o sexto maior pontuador da temporada regular, com média de 15.7 pontos por partida, além de aparecer como oitavo jogador nos rebotes, com média de 6.7. Splitter também liderou o ranking de eficiência em 27 das 34 rodadas.

“Estou muito contente, porque é uma grande recompensa. Ser MVP é muito complicado, e por isso tenho de agradecer a todos os meus companheiros, treinadores e torcedores, porque sem eles não teria sido possível,” disse o pivô brasileiro, após receber o prêmio.

“Foi uma temporada muito dura, com adversários de grande nível. Após uma longa temporada, esse prêmio me deixa muito feliz. Temos um longo caminho adiante, mas desejamos o título e vamos trabalhar duro”, completou Splitter.

Gêmeos de Ginobili nasceram neste domingo

Papai Manu irá assustar um pouquinho as crianças no início (Foto por D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

De acordo com uma atualização no Twitter do ala-armador argentino Manu Ginobili, sua esposa, Many, deu a luz aos gêmeos, Dante e Nicola, na manhã deste domingo.

Ginobili, um usuário ativo do Twitter, postou essa mensagem: “Dante e Nicola nasceram nesta manhã. Mãe e as crianças estão bem. Estamos muuuito felizes. Eu os manterei informados.”

Cestinha da equipe nos playoffs, que terminaram na semana passada, com 19.4 pontos por jogo, Ginobili expressou algum alívio com a eliminação precoce do Spurs, que eliminou o potencial conflito entre jogar um possível jogo crítico do Spurs na série contra o Phoenix Suns e estar presente para apoiar sua esposa quando os gêmeos nascessem.

“Agora eu sei que eu estarei apoiando minha esposa e ajudando-a, estando presente no momento singular mais importante da minha vida,” disse Manu na segunda. “Eu estou nervoso sobre isso. Nós esperamos bastante por esse momento, então isso é demais.”

e mais…

Nash diz que Popovich é o “melhor técnico da liga”

No meio da discussão entre o técnico do Los Angeles Lakers Phil Jackson e o armador canadense Steve Nash do Suns, após o técnico do Lakers insinuar que Nash anda com a bola durante o jogo, o armador canadense disse que não anda com a bola e respondeu a Phil em uma entrevista para o Los Angeles Times.

“Isso é novo para mim. Eu sou sortudo. Eu não sei se já marcaram alguma falta por eu andar”, disse Nash após o treino do Suns no sábado, e adicionou: “Eu nunca ouvi alguém me acusando de andar. Quero dizer, o melhor técnico na liga, Gregg Popovich, não teve problemas com isso na semana passada.”