Spurs (0) vs. Suns (4) – Um doloroso fim

101X107

O San Antonio Spurs lutou, mas não conseguiu evitar a derrota para o Phoenix Suns, sendo “varrido” pela equipe do Arizona, que venceu a série por 4 a 0 e avançou para as finais da conferência. Steve Nash, Amare Stoudemire e Jared Dudley comandaram o Phoenix na última partida do Spurs na temporada.

Parker resume bem o sentimento dos torcedores do Spurs (Foto por Eric Gay/AP Photo)

Nash, com um olho só, acabou com as esperanças do Spurs (Foto por D.Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

A equipe titular do Spurs foi a mesma do Jogo 3, com Tony Parker como titular, que, mesmo sentindo dores, participou da partida e logo mostrou estar se sentindo muito bem, anotando seis pontos nos minutos iniciais. A defesa da equipe da casa funcionava, forçando vários arremessos errados do Suns, principalmente da linha dos três. Matt Bonner entrou em quadra e logo anotou sete pontos, o mesmo que Amare Stoudemire no primeiro quarto. Com o Phoenix acertando apenas 30% de seus arremessos, o San Antonio fechou à frente c0m 25 a 19.

Diferente do primeiro quarto, o Spurs não conseguiu mais segurar o ímpeto do time do Arizona, que conseguiu fazer o jogo que vem mostrando durante essa série. Os arremessos de três e a defesa começaram a funcionar para o Phoenix. O Spurs começou a cometer vários erros no ataque, totalizando oito no segundo período. Com isso o Suns, que acertou metade de suas tentativas no quarto, passou à frente no placar e foi para o intervalo a frente em 50 a 47.

Demorou para aparecer, Hill...

No retorno do intervalo, o Suns continuava com o controle da partida. Contudo, na metade do terceiro quarto, em um lance de ataque com Tim Duncan, Nash levou uma pancada acidentalmente e teve o supercílio cortado, tendo que sair do jogo. Com a ausência do armador canadense, o Spurs conseguiu uma recuperação incrível, com uma corrida de 13 a 3, empatando em 64 a 64. Os dois times buscavam se distanciar na dianteira, mas não conseguiam. O San Antonio foi para a etapa final perdendo por 71 a 72.

No último período, Nash voltou à quadra com seis pontos e um olho direito bem inchado, mas comandou outro grande quarto período do Phoenix. Com dez pontos do canadense e 12 de Stoudemire, eles chegaram a conseguir uma liderança de dois dígitos. Faltando dois minutos para o fim do jogo, o Spurs ameaçou uma reação, comandada por seis pontos do até então sumido na série George Hill, ficando a dois pontos do Suns. Mas nas posses de bola seguinte, Manu Ginobili e Duncan erraram seus arremessos, e assim chegou ao fim a temporada do San Antonio Spurs, sendo eliminado na semifinal da conferência Oeste em quatro jogos pelo Phoenix Suns, tendo o Jogo 4 placar de 101 a 107.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos, cinco assistências e 52,6% (10-19) nos arremessos de quadra

Tim Duncan – 17 pontos, oito rebotes e três bloqueios

George Hill – 17 pontos

Manu Ginobili – 15 pontos, nove assistências e cinco roubos de bola

Matt Bonner – 14 pontos

Richard Jefferson – 12 pontos e oito rebotes

Phoenix Suns

Amare Stoudemire – 29 pontos e 58,8% (10-17) nos arremessos de quadra

Steve Nash – 20 pontos e nove assistências

Jared Dudley – 16 pontos, seis rebotes, 85,7% (6-7) nos arremessos de quadra e 100% (3-3) nos arremessos de três pontos

Jason Richardson – 11 pontos e oito rebotes

Anúncios

Sobre Glauber da Rocha

Estudante de Direito e torcedor do San Antonio Spurs desde 2007

Publicado em 10/05/2010, em Playoffs 2010, Resumo de Jogos e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Ta bom, agora alguem saberia me dizer por quê o Spurs esqueceu de jogar nessa série?

    Tanto trabalho pra derrotar o Dallas…e ocorre uma eliminação desse modo para o PHX…

  2. O Suns entrou pra matar essa série desde o jogo 1! O estilo de jogo rápido do Suns foi muito para nossa defesa lenta! realmente venceu o melhor, e o Spurs fez oq podia dentro de suas forças mas a pós-temporada inteira não arremessamos de 3 pontos e penamos nos rebotes ofensivos, ao menos nesta série! foi tenso…

  3. O estilo de jogo do phx complica mto a vida do Spurs… Fizemos uma boa campanha.. Parabens pro Spurs.. agora e se mexer na Pre temporada e arrumar o time..

    • 1º passo é se livrar de Booner e Mason… c ctza tem times na NBA q querem contar c eles.. então trocas serão bem vindas..
      2º passo é se livrar do McDyess.. salário estupidamente alto.. c o salário dele p exemplo dava pra gte trazer o Jermaine O’neal ou o Haywood se eu n me engano (By NBA 2k10 rs)..
      3º passo é se livrar do Richard Jefferson.. alto investimento q n rendeu absolutamente nda.. ele n é o tipo de jogador de equipe… so serve pra ficar em time pequeno metendo seus 20 pts p jogo e ja era..
      4º passo e o mais importante pra mim é conseguir trazer o Splitter… esse sim vai ajudar bastante a gte na proxima temporada.. se bem q conhecendo o Pop os minutos dele serão bem limitados..

  4. Bruno Alves

    Foi merecidíssimo pro Suns essa vitória, mas o Spurs não foi tão mal dentro de suas limitações…
    O bom é q agora para de ficar esse clima de oba oba entre torcedores e jogadores quando vão enfrentar o Suns, pq sempre ficam falando q eles são fregueses…

  5. foi uma temporada de altos e baixos, mas q mostrou o potencial q o time tem….agora é descansar e ja ir se preparando pra não cometer os mesmos erros na proxima temporada

  6. precisa de um pivo mais rapido.

    duncam, baleado, nao tava conseguindo acompanhar os pick and rolls e RJ pelamor de deus, vai treinar arremesso!!!

  7. Felipe "Varejao"

    Já era Spurs.

    Agora e trazer Splitter o quanto antes !!!!
    Jeferson “realmente” tem q treinar arremessos !

  8. Concordo com o Leo..temos que trazer o Tiago pros Spurs..esse time tá precisando de um cara pra fazer a diferença…Lembram quando o Lakers tava mal que até o Kobe queria sair??Ai chegou o Gasol e levou o time as finais da Nba….tenho certeza que o Tiago é esse cara pro spurs…ele é o Gasol que estamos precisando!No começo ele não terá muito espaço no time mais ele vai ganhando aos poucos e com o tempo o Greg vai dá todo o tempo necessario pra ele jogar e levar o Spurs ao titulo!

  1. Pingback: Spurs (4) vs Heat (1) – Somos todos campeões | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s