Arquivo diário: 14/04/2010

Spurs (50-32) @ Mavericks (55-27) – Jogo decisivo em clima de ‘pelada’

89X96

O San Antonio Spurs entrou em quadra nesta quarta-feira para um jogo decisivo diante do Dallas Mavericks. A palavra decisão, no entanto, pareceu existir apenas no dicionário do torcedor, já que o técnico Gregg Popovich ignorou a chance que tínhamos de chegar em sexto e acabou poupando Tim Duncan e Manu Ginobili.

Muitos minutos para Blair = muitos pontos para Blair (Photo by Glenn James/NBAE via Getty Images)

Se as chances de vencer já eram escassas, elas se tornaram ainda mais raras depois que o armador George Hill pisou no pé de um câmera ainda no primeiro quarto e voltou a torcer o tornozelo que o tirou de quatro embates na reta final da temporada.

Esse é fera!

Sem Hill, Ginobili e Duncan, o jeito foi dar mais tempo a atletas como Garrett Temple e DeJuan Blair. E eles corresponderam…

O jogo, em si, pareceu mais uma grande “pelada” do que uma decisão de fato. Assisti a dois times descompromissados e pouco obedientes taticamente. A qualidade técnica do confronto foi tão baixa que os dois times ficaram apenas na casa dos 40% nos arremessos de quadra. No final das contas, a “garotada” do Spurs ignorou as ausências e conseguiu manter um equilíbrio contra o elenco titular do Mavericks.

San Antonio começou melhor no primeiro quarto. No entanto, uma corrida de 16-2 a favor do Mavs colocou o time da casa com oito pontos de vantagem no placar. Daí por diante, o duelo foi pra lá de parelho. Enquanto os comandados de Gregg Popovich ameaçavam reagir, Dirk Nowitzki e companhia iam lá e reconstruíam a diferença.

Bela enterrada para Caron Butler... (AP Photo/Tony Gutierrez)

Pulo aqui direto para o quarto derradeiro, quando o Spurs finalmente “engrossou o caldo”. Com boas partidas de Garrett Temple e DeJuan Blair, os visitantes colocaram os comandados de Rick Carlisle em apuros. No final das contas, o Dallas Mavericks saiu vencedor, mas com certeza com uma “pulga atrás da orelha”, já que teve dificuldades para confrontar o “Spurs B”.

Destaco aqui, como já antevi acima, os bons desempenhos de Temple e Blair. O pivô deu um show; fez 27 pontos e pegou 23 rebotes – uma marca muito expressiva para um novato. Temple, por sua vez, foi um dos responsáveis por colocar abaixo a vantagem adversária. Rápido e ágil, o armador usou e abusou de sua velocidade para marcar pontos e confundir a defesa do Mavs.

Por fim, presenciei um bom jogo, apesar da derrota. Agora, nosso adversário nos playoffs será o próprio Mavs, em série que promete pegar fogo.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeJuan Blair – 27 pontos e 23 rebotes

Tony Parker – 16 pontos e quatro assistências

Garrett Temple – 14 pontos e três assistências

Dallas Mavericks

Caron Butler – 20 pontos e cinco rebotes

Dirk Nowitzki – 19 pontos, cinco rebotes e cinco assistências

Jason Kidd – 18 pontos e sete rebotes

Spurs (50-31) @ Mavericks (54-27) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Dallas Mavericks – Temporada Regular

Data: 14/04/2010

Horário: 21:00 (Horário de Brasília)

Local: American Airlines Center

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs vai a Dallas na noite desta quarta-feira para duelar contra aquele que deve ser o adversário da primeira rodada dos playoffs. Aliás, falando em pós-temporada, é bom lembrar que há ainda uma remota chance de nos classificarmos em sexto. Basta vencer o Mavs e torcer para uma zebra homérica: vitória do Golden State Warriors contra o Portland Trail Blazers, em Portland. É mole?

Confrontos na Temporada (1-2)

11/11/2009 – San Antonio Spurs 92 vs. 83 Dallas Mavericks

No primeiro jogo entre as duas equipes na temporada, o Spurs recebeu Nowitzki e companhia e venceu com o melhor desempenho de Richard Jefferson com a camisa preto e prata. Foram 29 pontos naquela oportunidade.

18/11/2009 – San Antonio Spurs 94 @ 99 Dallas Mavericks (OT)

Em Dallas, o Spurs jogou bem, foi valente, mas foi derrotado no tempo extra para o rival. Em noite iluminada, Dirk Nowitzki garantiu o triunfo para os donos da casa.

9/01/2010 – San Antonio Spurs 103 vs. 112 Dallas Mavericks

San Antonio vinha bem, jogando até melhor. No entanto, um branco no último período foi responsável por uma corrida devastadora do Mavs, que se beneficiou e triunfou dentro do AT&T Center.

PG – George Hill/Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – Antonio McDyess

Fique de Olho – Richard Jefferson, juntamente com Antonio McDyess, será um dos responsáveis por tentar parar Dirk Nowitzki. Um bom desempenho defensivo dessa dupla diante da estrela do Mavs pode ser fundamental para o triunfo.

PG – Jason Kidd

SG – Rodrigue Beaubois/DeShawn Stevenson

SF – Caron Butler/Shawn Marion

PF – Dirk Nowitzki

C – Eric Dampier

Fique de Olho – É impossível destacar o Dallas Mavericks e ignorar Dirk Nowitzki. Tradicionalmente, o alemão sempre deu muito trabalho ao San Antonio Spurs. Nessa temporada, o craque tem médias de 32 pontos e 9.7 rebotes diante do rival texano.