Arquivo diário: 07/04/2010

Spurs estaria perto de renovar com Ginobili

Argentino foi incapaz de controlar felicidade quando soube da notícia

Parece que o torcedor do San Antonio Spurs vai poder assistir aos playoffs com tranquilidade.

Nesta quarta-feira, o Yahoo Sports informou que o ala-armador Manu Ginobili está muito perto de renovar seu contrato com a equipe texana.

De acordo com o site, Peter Holt (dono do Spurs) poderá oferecer uma quantia equivalente a US$ 40 mi por um contrato de três anos com o argentino, o que daria aproximadamente US$ 13,3 mi por temporada.

Ainda de acordo com o informativo, os engravatados preto e prata devem se reunir com o agente do jogador, Herb Rudoy, quando o elenco retornar de Phoenix – provavelmente na quinta-feira.

Desde a “parada” para o All-Star Game, Ginobili vem com médias de 23.4 pontos e 5.7 assistências. Nesse período, ele atuou em 19 partidas.  

Anúncios

Spurs (48-29) @ Suns (50-27) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Phoenix Suns – Temporada Regular

Data: 07/04/2010

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: US Airways Center

Situação do Jogo

Em mais um desgastante back-to-back (jogos em sequência), o San Antonio Spurs vai ao hostil deserto do Arizona para encarar o bom time do Phoenix Suns. Ontem, os comandados de Gregg Popovich foram a Sacramento e derrotaram o time da casa sem grandes problemas. Se os texanos vêm desgastados, o mesmo não pode-se dizer de Steve Nash e companhia, que fizeram seu último jogo no sábado (derrota para o Milwaukee Bucks).

Confrontos na Temporada (1-1)

15/12/2009 – San Antonio Spurs 104 @ 116 Phoenix Suns

Na época invicto em seus domínios, o Suns fez valer o bom retrospecto em casa e passou por cima de San Antonio. O bom desempenho do trio Nash-Dragic-Stoudemire foi fundamental para a conquista.

28/02/2010 – San Antonio Spurs 113 vs. 110 Phoenix Suns

Em casa, foi a vez dos comandados de Gregg Popovich contarem com um trio insiparo. Na oportunidade, Duncan-Ginobili-Jefferson lideraram a corrida para o triunfo.

PG – Garrett Temple/Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – Antonio McDyess

Fique de Olho – Os torcedores texanos ficaram aliviados quando souberam da volta do armador Tony Parker. Ontem, contra o Kings, o francês anotou oito pontos em apenas 16 minutos.

PG – Steve Nash

SG – Jason Richardson

SF – Grant Hill

PG – Amare Stoudemire

C – Jarron Collins

Fique de Olho – San Antonio tem problemas contra jogadores bons que jogam na 4. Esse é o caso de Amare Stoudemire, que costumeiramente faz muitos pontos contra a esquadra preto e prata.

Spurs (48-29) @ Kings (24-54) – Ainda dá para sonhar!

95X86

Na partida que marcou o retorno de Tony Parker à equipe após um mês se recuperando de uma fratura na mão, o San Antonio Spurs visitou o Sacramento Kings e conseguiu uma importante vitória na luta por vagas no “Oeste selvagem”.

Parker está de volta após um mês afastado. (Foto por Rocky Widner/NBAE via Getty Images)

Com a derrota do Oklahoma City Thunder para o Utah Jazz, no tempo-extra, a equipe texana agora ocupa a 6ª posição da conferência, e ainda sonha com a possibilidade de ficar entre os quatro primeiros para garantir o mando de quadra nos playoffs. Com duas vitórias a menos que Dallas Mavericks, Phoenix Suns e Denver Nuggets, o Spurs precisa vencer seus jogos e torcer contra essas franquias para subir na tabela.

Temple foi titular pela primeira vez na carreira. (Foto por Rocky Widner/NBAE via Getty Images)

A equipe entrou em quadra com uma surpresa entre os titulares. Garrett Temple, contratado após o fim do período de trocas, começou como titular na armação, com Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e Antonio McDyess ao seu lado. E o camisa #2 não decepcionou. Conseguiu boas marcas de 15 pontos, três rebotes e quatro assistências nos 27 minutos que participou.

Parker voltou a entrar em quadra com a camisa do Spurs com o cronômetro marcando 5:13 minutos para o fim do primeiro quarto, e não começou muito bem. Errou os três primeiros arremessos que tentou e cometeu um desperdício de bola. Ao todo, o francês ficou 17 minutos em quadra e anotou oito pontos, três rebotes e duas assistências, além de perder a bola quatro vezes.

A equipe do Kings estava dando trabalho para os comandados de Gregg Popovich. Tyreke Evans e Donte Greene infernizaram a defesa texana e a equipe da Califórmia chegou a estar vencendo por seis pontos de vantagem, restando pouco mais de quatro minutos para o fim do segundo quarto.

Os donos da casa não deram folga para os visitantes. Mesmo com um time tecnicamente inferior, embalados pela sua torcida, a equipe se manteve na cola da equipe de San Antonio até o último período, quando não resistiu à superioridade adversária.

Com uma corrida de 12-0 a partir dos últimos cinco minutos, os visitantes abriram vantagem no marcador e não foram mais alcançados. No fim, prevaleceu o elenco mais qualificado e experiente e o grupo mais forte. Seis jogadores do Spurs sairam de quadra com pelo menos dez pontos.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Richard Jefferson – 18 pontos e cinco rebotes

Manu Ginobili – 16 pontos e seis assistências

Garrett Temple – 15 pontos e quatro assistências

DeJuan Blair – 13 pontos e quatro rebotes

Antonio McDyess – 12 pontos e 11 rebotes

Tim Duncan – Dez pontos e dez rebotes

Tony Parker – Oito pontos, três rebotes, duas assistências e quatro desperdícios de bola em 17 minutos

Sacramento Kings

Tyreke Evans – 22 pontos, nove rebotes e seis assistências

Carl Landry – 20 pontos

Donte Greene – 12 pontos