Temos uma jóia em mãos

George Hill é o nome da fera!

Quando o San Antonio Spurs selecionou o desconhecido George Hill na 26ª escolha do Draft de 2008, todos ficaram surpresos. A escolha chegou a ser criticada por muitos, principalmente porque a equipe deixou passar nomes mais conhecidos como Chris Douglas-Roberts e DeAndre Jordan. Mas quem conhecia o excelente trabalho que a franquia faz em recrutamentos estava tranquilo. Basta olhar o retrospecto: Manu Ginobili veio apenas na 57ª escolha, Tony Parker veio na 28ª, Luis Scola foi selecionado na 55ª, e Tiago Splitter na 28ª.

Procedente de uma uma universidade pouco tradicional, a IUPUI, do estado de Indiana, Hill não emplacou logo na primeira temporada na NBA. Como quase todos os novatos, sofreu com a irregularidade, mas demonstrou potencial quando precisou substituir Tony Parker – quando o francês deixou o time lesionado. Também impressionou Gregg Popovich, principalmente pela excelente capacidade defensiva que demonstrou.

Talvez ainda seja um pouco precipitado da minha parte fazer qualquer tipo de previsão, mas, depois de anos sofrendo com jogadores como Beno Udrih e Jacque Vaughn, hoje temos um armador reserva que tem tudo para ser melhor que o titular dentro de alguns anos. E eu explico.

Vejo a trajetória de Tony Parker e George Hill de maneira muito parecida. A diferença foi que Parker chegou e precisou já entrar como titular, sem muito tempo para se adaptar. A maturidade veio com o passar dos anos e hoje o francês tornou-se o que é.

Já Hill teve certo tempo para amadurecer antes de ser “jogado aos leões”. Porém, notem as semelhanças: tanto ele como Parker sofreram com a irregularidade do início na NBA. Foram sendo “podados” por Popovich para se adequarem à filosofia da equipe.

Agora as semelhanças no jogo. Tanto Parker como Hill são muito rápidos e infiltram muito bem. Não são grandes passadores e a maioria de suas assistências surgem após infiltrar e tocar para um dos pivôs em baixo da cesta ou encontrar um companheiro livre no perímetro.

O que me faz acreditar que Hill possa ser melhor que Parker são dois fatores. A defesa e o atleticismo. Claramente o jovem é melhor defensor que o francês. Parker nunca foi um primor na defesa, embora tenha melhorado nos últimos anos. Já Hill mostra-se um excelente defensor, com capacidade para melhorar ainda mais. Isso também graças à explosão física que ele tem. O camisa #3 é mais forte e mais atlético que o camisa #9.

Outra coisa que podemos levar em conta é a consistência do arremesso. A imensa maioria dos pontos de Parker saem nas infiltrações, algo que ele faz com maestria, por sinal. Nas últimas duas ou três temporadas, o armador desenvolveu um arremesso confiável de 2 pontos, mas continua pecando nos tiros atrás do arco. Já Hill tem os arremessos de 3 pontos como uma das chaves de seu jogo. São 39,8% de acerto nesta temporada. Ainda falta melhorar nos tiros de média distância, mas nada que mais um ou dois anos de treinamentos não resolvam.

Temos uma verdadeira jóia a ser lapidada. Em meio a tantos temores relacionadas a idade do elenco, é bom saber que temos em quem depositar nossas esperanças no futuro.

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, passou pela redação do Diário Lance!, trabalhou na Liga Nacional de Basquete e no extinto Basketeria. Se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação em 2007.

Publicado em 06/04/2010, em Na linha dos 3 e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Alguns comentários:
    – Se não me engano, Hill é o único representante da IUPUI;
    – Até gostava do jogo do Udrih, pena q não era muito disciplinado;
    – Parker é bem mais ágil, mas peca na defesa. Hill tbm tem a vantagem de poder jogar na posição 2 e até na 3.

    Os olheiros do Spurs são excelentes. Mas vale destacar também os que foram descartados por outros times: Blair e Splitter

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.